sábado, 29 de outubro de 2011

MESTRE ADAMA LIDER ESPIRITUAL DA CIDADE LEMURIANA DE TELOS

Líder espiritual da cidade lemuriana sagrada chamada Telos
 sob o Monte Shasta (Califórnia, EUA)

Ele é o presidente do Alto Concílio Lemuriano de Luz em Telos. Adama é também um embaixador e um diplomata destacado para os contactos galácticos com os nossos Irmãos e Irmãs das Estrelas, pela humanidade que vive no interior e na superfície do Globo.

Adama, com a assistência da sua equipa Lemuriana e Galáctica, é o director responsável pela criação e a manutenção de uma rede cristalina muito importante em volta deste planeta.

Trabalha com um grande número de variados seres galácticos e interplanetários neste importante projecto.

Adama é um Mestre Ascensionado do Raio Azul de nível universal, é um mestre de Amor e de compaixão, trabalhando incessantemente para assistir a humanidade e o planeta no projecto da Ascensão .

Telos tornou-se agora o quartel-general principal da ascensão para o nosso planeta, e Adama é um dos principais dirigentes, junto com o Cristo planetário, Mestre Maitreya, Mestre Sananda, Mestre Buda, Mestre Sanat Kumara, e tantos outros.

Adama faz parte dos que encarnaram o “ Coração da Lemúria ” que é nada menos que o coração do amor e da compaixão e o coração da Mãe Divina, o regresso da consciência crística neste planeta com toda a sua glória e magnificência.

Chegou o tempo de Adama ser reconhecido e ouvido de novo à superfície do
planeta. A sua presença espiritual no meio de nós e a presença da nossa antiga família Lemuriana intraterrena é mesmo uma grande bênção para nós todos e
para a superfície do planeta.

Abramos os nossos corações para Adama e para os membros da nossa família Lemuriana intraterrena que, com muito amor e paciência, nos assistem na nossa caminhada evolutiva, esperando reconectar-se connosco de uma forma mais física e tangível nos anos que estão por vir.
Rosto materializado no Monte Shasta

luzdanovaera-fraternidadebranca.webnode.com

MESTRE SAINT GERMAIN 19.10.2011

Amor e Luz,
Eu Sou, Saint Germain  

" Amados Filhos :
Na aproximação de uma data especial - quando a humanidade terá a oportunidade de escolher, novamente, vivenciar novas realidades em corpos tri-dimensionais em 28/out/11, que possais vos preparar para este grande momento de LUZ.

Desde 09/março/11, novos universos paralelos estão sendo co-criados, ou seja, novas realidades paralelas, na junção de vossos pensamentos e  atitudes concisas que com clareza, determinam os próximos passos da evolução individual e planetária da humanidade .

Quando assumi o governo do mundo em 01/maio/1954, foi para que pudesseis acelerar o processo da Maestria e da Ascensão, para que elevando a vibração da órbita terrena através da alquimia e do uso da chama violeta, todos os seres pudessem se re-organizar e escolher vivenciar a liberdade do limite, sofrimento, dor e impecilhos que manifestem a Unidade e a Paz Planetária.

O momento da vitória da humanidade se aproxima - tendes 2 datas `a vossa disposição para que possais re-escrever vossa nova história - a primeira é 28/out/11 e a outra é 21/dez/12 -

Cada ser encarnado é responsável por admitir seu poder individual e fazer a diferença em um mundo de transformações e mudanças rápidas - tudo é questão de frequências de Luz e mudança de vibração.

Quando vossos corpos ativam a sintonia com a Consciência, todos ancoram a Chama da Verdade e da Percepção.

Na próxima semana, tambem havera' outras datas significativas:


- dia 26/out é a lua nova do mês de outubro, momento do DIVALI - FESTIVAL DAS LUZES no Oriente - quando a celebração a Lakshimi e às  Divindades Femininas trazem a verdadeira mudança de paradigmas e o início de um novo ciclo de abundância e plenitude para todos os que vibrarem nesta frequência de Luz.

- Tambem dia 29/out. o planeta Júpiter estará muito próximo à Mãe Terra, beneficiando a expansão de conhecimento, abundância e Prosperidade a todos os Seres, bem como abrirá caminhos para que novas energias se expandam e harmonizem a humanidade.

- A Hoste Celeste, Tronos, Serafins, Querubins e os Grandes Sete Elohins estarão derramando toda a Sua Luz em toda a humanidade durante 7 dias, a partir de 21/out/11, para que todas as pessoas encarnadas sintam a urgência e seriedade destes momentos de novas escolhas e de re-escrever a própria estória, em nome da Vitória, Maestria e Ascensão.

A humanidade já vibra na CONSCIÊNCIA DE UNIDADE. Aqueles que têm dificuldade em assimilar esta vibração, passarão por mudanças drásticas de vida, a nível profissional e emocional.

Outra energia que está sendo tocada, profundamente, é a do ego-personalidade - é hora dos seres humanos abdicarem do ego-manipulativo e se dedicarem à irradiação e `a verdade contida no poder do amor incondicional e da intuição em ação.

Abri mentes e corações para receber as novas frequências de LUZ e alcançareis novos patamares e expansão de novos paradigmas que manifestam novas realidade, criando, assim, a Nova Idade de Ouro sobre a Terra, AGORA .

A Nova Idade de Ouro significa uma Era de 200 anos ou mais, de acordo com o livre-arbítrio humano, para vivenciar a felicidade, plenitude, abundância, Paz. Tudo é questão de escolha individual a cada momento de vossas evoluções.

As energias são frequências de luz que ancoram o limiar do livre-arbítrio humano e determinam as novas escolhas e os novos caminhos a serem trilhados.

As Virtudes Divinas são as grandes chaves para estes momentos de mudanças e novos realinhamentos das energias dormentes.

Todos os seres são conclamados a despertar neste novo processo de abrir e expandir a chama da verdade - a Verdade virá à tona, cada vez mais, e todos os seres estarão próximos a manifestar a chama da determinação da co-criação de uma nova Vida, AGORA.

Percebereis a importância de celebrar a vida a cada instante, de vivenciar vossos sonhos e manifestar vossos ideais, a fim de esclarecer e absorver a verdadeira transformação individual e planetária.

Que possais entender que as energias já determinam a vitória da Luz e da humanidade. As ondas de Luz fluem e vibram de forma acelerada em outra dimensão de perfeição. Cabe aos seres encarnados elevarem suas frequências de luz para atingirem este patamar de vibração e Consciência.

A chama Dourada do segundo raio traz iluminação, discernimento, consciência, poder que aponta a diretriz do livre-arbítrio que, quando bem vivenciado, emana a totalidade da coesão e da harmonia entre todos os seres de todos os reinos viventes.

Unidade é palavra de ordem, Unidade com os seres e com todas as dimensões, todas as realidades e novas escolhas ...

Com a mudança dos polos e a inversão térmica das temperaturas e estações, estareis sendo forçados a elevar vossas frequências de Luz para que possais manter o equilíbrio e saúde do corpo físico.

É crucial que todos os seres se abram para compreender a Vontade Divina para estes momentos de transformação : UNIDADE, LUZ, COMPARTILHAR, VERDADE. Exercitando estas Virtudes, estareis diante de vossos fantasmas mentais e emocionais e tereis a capacidade de transmutá-los, através do livre-arbítrio, de forma consciente.

A Idade de Ouro é a sabedoria que retorna abençoando todos os Seres ao sevirem os propósitos de um novo tempo de Consciência e Elevação de Vibração em nome da LUZ.

Todos os níveis da evolução do Universo atingirão a frequência da Unidade em 28/out/11, elevando o estado de consciência de todos os seres encarnados.

As frequências de ondas de Luz estarão sendo potencializadas 20 vezes acima da rotação terrena, possibilitando a total transformação das escolhas dos seres menos evoluídos encarnados, que ainda vivem no patamar do medo e causam danos a si e à sociedade vigente.

A total manifestação de todas os níveis celestes, acoplados à aura do planeta, seria como a passagem Bíblica "O juízo Final" - quando todos, em sã consciência, irão se permitir vivenciar novas escolhas a partir da determinação em mudar suas frequências de Luz e seus hábitos diários.

Os frutos deste dia serão sentidos em todo o sistema solar e em todos os Universos por eons ... Todas as forças estelares e Universais - os chamados mestres e deuses - estarão mais próximos de todos os seres na Terra, principalmente, da família humana crística para que re-despertando, todos assumam total responsabilidade em servir `a Unidade da Vitória na Luz. Esta energia será sentida e vivenciada em várias dimensões simultâneas. Muitos de vós, encarnados, têm sentido a duplicidade de vossos corpos e seres - o duplo etéreo - que se desdobra e se projeta fora de vossos corpos. Devereis ter paciência com este período de re-adaptação de vossas frequências de Luz. Mudando as polaridades da Consciência, re-encontrareis o Poder do verdadeiro livre-arbítrio, a chama que permeia somente a força e o poder da vitória e da Unidade Crística e perfeita. Estas energias irão conduzir a humanidade a co-criar novas formas de utilizar a energia centrada na Luz, no Amor e na Perfeição. É momento de buscar o silêncio interno contemplando a Mãe Natureza e todas as Suas formas de expressão, para que possais re-alinhar o Poder da Abundância e da Perfeição.

A vida humana têm evoluído através do ego. E' hora de evoluir - através da Luz da Intuição, da verdade e do Amor - pois o ego controla, o Amor liberta.

Este momento único tem sido preparado por muitos seres para que cada um, conscientemente, abrace a oportunidade de re-criar paradigmas e estabelecer a conexão com a própria Verdade.

Silenciai mentes e sentimentos. No vazio, re-encontrareis o Poder de Deus que vos fala, a cada dia, para que possais cumprir vossos objetivos em nome da Vitória na Luz. Prestai atenção na Ecologia, no Poder dos Elementos da Natureza e da Mãe Terra - que são as forças protetoras e mantenedoras da Vida e da evolução em vosso planeta. Que possais enviar amor incondicional para a Mãe Terra e para todos os Seres viventes e, assim, encontrareis a verdadeira PAZ.

Muitos estão passando por momentos de depressão e tristeza profunda. São ondas energéticas que atingem o planeta, reflexo das energias desequilibradas da Mãe Natureza. E' vital que possais tratar os elementos da Natureza e suas formas de atuação - como mares, rios, oceanos, cachoeiras, montanhas, desertos, vegetações - como a Unidade da Consciência Crística da Perfeição de Deus-Pai-Mãe.

Precisais vos lembrar que vossas almas servem a Deus, mas vosso egos servem `a vossa mente consciente.

O exercício pleno da meditação e a prática diária, através de vossas escolhas, irá determinar a verdadeira Força que possuis, e assim, vibrareis a chama do mais puro amor incondicional.

Após 28/out/11 vossos corpos mudarão completamente. E' importante re-escolher vossa alimentação, vossas condutas diárias, vossos caminhos individuais e coletivos.

Todos serão conclamados a mudar, quer pela força da abundância de pensamentos, quer seja pela forma do vazio absoluto mental, onde encontrareis vosso Deus. Alfa e Ômega se unirão, neste dia, mostrando à humanidade que na totalidade se encontra a verdadeira manifestação da Unidade - refletindo a Consciência da Essência Divina.

Vereis, dali para a frente, a Verdade versus a Tradição. Máscaras cairão. Somente a Verdade persistirá e, aqueles que treinarem viver a partir de 28/out/11 centrados na Luz da Verdade, serão capazes de operar Milagres a cada dia, vivenciando assim novas realidades e uma nova Vida plena, abundante e feliz.

O ritmo de vossas frequências cardíacas se acelera para que possais acompanhar o pulsar do coração da Mãe Terra.

A Transformação do mundo ocorre quando o pensamento linear se afasta e a intuição ocupa seu lugar.

Esta é a grande oportunidade de todos os Seres vivenciarem a expressão maior da Abundância e Plenitude na Vitória da LUZ.

As melhores ferramentas para este momento são a INTENÇÃO ALIADA À AÇÃO CORRETA. Pensamentos geram formas energéticas capazes de mudar o fluxo da vida e alterar frequências de vibração.

Agora, contagem regressiva para este grande momentum cósmico evolutivo - quando todos terão a mesma oportunidade de re-escrever a própria história em nome da LUZ.

A verdadeira Consciência está aliada à Árvore da Vida que traz as Virtudes apropriadas para estes momentos de entrega e início de um novo ciclo de plenitude e LUZ.

A Consciência muda mediante nova informação que é adquirida por vossas escolhas que se elevam cada vez mais, manifestando novas realidades na Mãe Terra.

É chegada a hora de cada ser se expressar com verdade e total comprometimento sobre a própria Vida.

Conto com vossa receptidade e aceitação para este momento ímpar de re-escolhas conscientes e novas diretrizes - quando cada um será responsável por criar e viver novas realidades na Luz do eterno agora.

Amor Incondicional e Gratidão a todos, rumo à Vitória na Ascensão e Transmutação da Dor, limite, medo e sofrimento, abraçando a abundância , Perfeição e Vitória da LUZ.

M Olindha
"A amizade é a mais pura forma de amor de Deus, porque nasce do livre arbítrio do coração." Paramahansa Yogananda

Canalizada por Carmen Balhestero
Nide enviou esta Mensagem

OM VIBRACIONA ATRAVÉS DOS CINCO ELEMENTOS


Som uno eterno do qual tudo que existe, o passado, presente e o futuro estão incluídos nesse som único, e tudo que existe além dessas três formas de tempo está embutido nele também”.
 
Som básico do mundo e contem todos os outros sons. Ele sozinho é um mantra ou oração. Se repetido com a entonação correta, ele pode ressoar pelo corpo de forma que o som penetre no centro do ser, a atman ou alma.
 
Projeta a mente além do imediato para o que é abstrato e inexpressível, faz o absoluto mais tangível e compreensível. Ele contém todas as potencialidade e possibilidades; é tudo o que foi, é, ou ainda vai ser. Ele é onipotente.
 
Cria dentro de nós uma vibração que se harmoniza com a vibração cósmica e começamos a pensar universalmente. O silêncio momentâneo entre cada entoação se torna palpável. A mente se move entre os opostos de som e silêncio.
 
mandalamystica.com.br

CIENTISTAS SÃO MAIS RELIGIOSOS DO QUE SE ACREDITAVA


Tipos específicos de religião
Um estudo realizado na Universidade de Rice (EUA) mostra que apenas 15% dos cientistas das principais universidades daquele país veem a religião e a ciência como estando em conflito permanente.

15% dos entrevistados veem a religião e a ciência como sempre em conflito.
15% dizem que os dois nunca estão em conflito.
70% acreditam que a religião e a ciência apenas algumas vezes estão em conflito.

O estudo mostrou que a maioria dos que acredita em um conflito permanente tem um tipo particular de religião em mente (e de pessoas e de instituições religiosas).

Grande parte dos entrevistados atribui a crença no conflito entre ciência e religião a problemas na esfera pública, sobretudo o ensino do criacionismo versus evolução e as pesquisas com células-tronco.

Caminhos válidos de conhecimento
Ao longo da história, a ciência e a religião têm aparecido como estando em conflito perpétuo.

Mas o novo estudo sugere que apenas uma minoria dos cientistas acredita que religião e ciência exigem fronteiras.

"Quando se trata de questões como o que é a vida, formas de compreensão da realidade, as origens da Terra e como a vida se desenvolveu sobre ela, muitos veem a ciência e a religião como estando em desacordo e até mesmo em conflitos irreconciliáveis," conta Elaine Howard Ecklund, coordenadora da pesquisa.

Mas, excluídos os fundamentalismos de ambas as partes, a maioria dos cientistas entrevistados por Ecklund e seus colegas acredita que tanto a religião quanto a ciência são "caminhos válidos de conhecimento" que podem trazer um entendimento mais amplo de questões importantes.

Aproximadamente metade dos cientistas expressou alguma forma de identidade religiosa.

"Grande parte do público acredita que, conforme a ciência se torna mais proeminente, a secularização aumenta e a religião decresce," disse Ecklund. "Descobertas como essa entre cientistas de elite, que muitos acreditam não serem religiosos, põem definitivamente em questão as ideias sobre a relação entre a secularização e a ciência."

Estratégias de ação
O estudo identificou três estratégias de ação utilizadas por esses cientistas de elite para gerenciar os limites entre a religião e a ciência e as circunstâncias em que os dois poderiam se sobrepor.

Redefinição de categorias - os cientistas gerenciam o relacionamento ciência-religião alterando a definição de religião, ampliando-a para incluir formas não-institucionalizadas de espiritualidade.

Modelos de integração
os cientistas usam deliberadamente a visão de outros cientistas influentes que eles acreditam que integraram com êxito as suas crenças religiosas e científicas.

Discussões
os cientistas se engajam ativamente em discussões sobre as fronteiras entre ciência e a religião.

Integração entre ciência e religião
Veja uma lista de outras conclusões do estudo:
68% dos cientistas entrevistados se consideram espirituais em algum grau.

Os cientistas que se veem como espirituais/religiosos são menos propensos a ver a religião e a ciência como sendo irreconciliáveis.

No geral, mesmo os cientistas mais religiosos foram descritos em termos muito positivos pelos seus pares não-religiosos, o que sugere que a integração da religião e da ciência não é tão desagradável para todos os cientistas.

Os cientistas como um todo são substancialmente diferentes do público norte-americano na forma como veem o ensino do design inteligente nas escolas públicas.

Quase todos os cientistas - tanto religiosos quanto não religiosos - têm uma impressão pessimista da teoria do design inteligente.


Diário da Saúde

domingo, 16 de outubro de 2011

CORPO GEMÁTRICO

Sandalphon é o Arcanjo que lida com a plasmagem das substâncias primordiais, 
na fôrma da Mãe divina. Ele lida com “ouro líquido”.

Em cada um dos nexos do corpo gemátrico existe um Yod que contém a vontade 
do Pai para aquela célula. A matriz Elohim é muito presente no reino das flores.

A “chuva de Deus” é a mais alta expressão de Órion sobre a Terra. Equivale à Shekina e é sentida no chacra da coroa e nas costas. O que se sente no
coração é o Filho. Na base da coluna é a Mãe. A “chuva de Deus” (Metatron)
é a energia do Pai, na coroa. O sistema glandular bebe profundamente essa
“chuva de Deus”. Mitra significa chuva em persa.

O que o Dr.Bach percebeu é que o orvalho é uma precipitação directa do vapor de água sobre as pétalas, e quando se torna líquido capta a vibração gemátrica das flores.

Elas são geométricas, radiantes [coloridas]. O corpo gemátrico é a Virgem em nós, capaz de conseguir uma regénese na nossa matéria física. Transfiguração é quando o 10º chacra desce e se instala dentro do corpo.

Toda a Cura de Órion trata de integrar olhos dentro de olhos. Estabelece um triângulo entre a Pineal e as mãos. Todo este processo tem a ver com a imagem e nervo óptico.

As imagens sagradas acontecem entre a Pineal e a Hipófise onde existe um canal electromagnético. À medida que se faz o trabalho de encarnar a pirâmide onde estão os chacras superiores, o “olho” acontece no coração e na testa. O lírio branco é a flor por excelência que personaliza o corpo gemátrico.

O envelhecimento é o progressivo desligar da matriz gemátrica, até o corpo ficar por fim ligado ao campo electromagnético da Terra. A matriz de controle diminuiu o poder de ligação entre o Yod e a célula.

Cura de Órion é fazer com que a biomassa suba de novo os degraus do plano etérico, até receber influência directa da Virgem. Há um estado no coração e no ser que leva a uma libertação no corpo e no campo magnético individual [a pureza do corpo] que leva diretamente ao Portal de Lis-Fátima.

Pureza tem a ver com higiene, como também tem a ver com alimentos. A carne em geral contem uma película de chumbo que impede a ligação ao corpo gemátrico. A carne é uma informação de morte para as células. O peixe também, mas menos.

Á medida que kundalini se liberta, aumenta a circulação dos canais linfáticos, aumenta a remoção dos detritos linfáticos por aceleração do metabolismo. A ascenção de kundalini queima as gorduras em excesso e a partir de certa fase estimula o retorno do ser à «base divina».

Quando se diz que Lis contém os códigos do corpo gemátrico, significa que ela é a guardiã desse circuito de ligação das células ao corpo gemátrico.

A Kundalini em seguida dirige-se ao corpo emocional –queimando o excesso emocional, e a seguir dirige-se ao corpo mental. Se eu estabilizar o meu corpo emocional, controlo a minha alimentação.Tu sabes que a tua biomassa
está a ser tocada, porque há um imenso bem estar: tu nem sentes o corpo.
uma libertação do corpo

A ascensão de si ao Conselho dos Nove, é um dos requisitos para a Cura
de Órion.É quando essa autorização é dada que se pode estar «lá» e «cá»
ao mesmo tempo. Isto implica uma transição da passividade para a ação.

E antes disto, é necessário esvaziar a informação que afirma «que isso não é possivel». Então pode-se dizer: EU SOU A GRANDE MÃE (ou PAI) e assimila-se
a Energia de cura necessária ao Irmão a tratar.

O passo seguinte é aprender a andar sem nos desconectarmos desta consciência, e logo depois dançar ou fazer coisas sem que isso se desloque de nós. É preciso ancorar esse Rosto. Isso vai ativar no corpo físico a memória Zohar e todo o nosso corpo começa a se ligar a essa vibração. E um dia, de repente...o Espírito Divino paira sobre as águas....

http://www.iridia-lumina.org/

sábado, 15 de outubro de 2011

PIRÂMIDE TETRACTYS REPRESENTAÇÃO PITAGÓRICA DO UNIVERSO

A figura acima demonstrada é a pirâmide Tetractis, representação pitagórica do universo. Ela é fundamentada na teoria do número. Como se sabe, Pitágoras [570 – 461 a.C], imaginava um universo regido por números. Dessa forma, toda a filosofia estudada em sua Academia visava descobrir as propriedades dos números, pois para ele o número era sinônimo de harmonia. Assim, os números pares e ímpares e suas somas expressavam as relações do universo que se encontram em permanente processo de mutação , por isso o número era considerado como a essência das coisas, o símbolo mais representativo do processo criativo do universo.

Para os adeptos do pitagórismo, o cosmo é regido por relações matemáticas. Esse pressuposto lhes foi sugerido a partir da observação dos astros. Dessa observação eles tiveram a intuição de que há uma ordem na estrutura do universo e que ela seria demonstrável em termos matemáticos e geométricos. A alternância entre dia e noite, as estações do ano e o movimento circular e perfeito das estrelas eram uma clara evidência desse pressuposto. Com isso eles cunharam o termo cosmos, para mostrar o universo regido por essa ordem númerica/geométrica. Cosmos, portanto, é um termo pitagórico que integra as idéias de ordem, harmonia e beleza. Uma das conclusões extraídas dessas especulações foi que a matéria universal era granular, e, em consequência, a sua forma seria esférica. Dessa forma, todos os corpos celestes também seriam esféricos.

Nessa cosmovisão também concluíram que a Terra também era esférica e que ela girava ao redor de um centro. Alguns pitagóricos chegaram até a intuir a rotação da Terra em volta de um eixo, mas o esoterismo que se atribuia ao pitagorismo impediu que suas idéias a respeito da astrologia fossem levadas a sério.

A maior influência da escola pitagórica deu-se no domínio da geometria e se refere às relações entre os lados do triângulo retângulo. Essas descobertas, até hoje estudadas na maioria dos curriculos escolares, foi enunciada no famoso teorema de Pitágoras.

Pitágoras afirmava que o número é o princípio fundamental que demonstra a essência do universo. Ele não distingue forma, lei e substância nos elementos. Considera o número o elo que liga todos elementos.

Para os pitagóricos existiam quatro elementos na natureza: terra, água, ar e fogo, todos com suas correspondências numéricas.

Apesar da exatidão com que os pitagóricos trataram a matemática e a geometria, sua filosofia sempre foi classificada como esotérica. A concepção pitagórica é de que todas as coisas são números, e que o processo de libertação da alma seria resultante de um esforço feito basicamente do indivíduo. Os pitagóricos afirmavam também que a purificação da alma era resultado de um trabalho intelectual, que se dava através do estudo da estrutura numérica das coisas. Esse conhecimento faria da alma uma unidade harmônica com os demais padrões energéticos do universo, porque punha a descoberto os verdadeiros valores que se deve cultivar para a obtenção da chamada iluminação. Isso colocava o processo de salvação da alma nas mãos do próprio homem.

Um dos números mais importante na cosmogonia pitagórica era o 10, que eles consideravam triangular. Esse número era chamado por eles de Tetraktys, ou, em português, a tétrada. A Tetractys era uma espécie de pirâmide, ou triângulo onde se inscrevia os primeiros numerais, base de toda numeração ordinal, dando como resultado um número místico, representativo dos quatro elementos base da natureza: fogo, água, ar e terra: ou numericamente : 10=1 + 2 + 3 + 4, série que servia de representação para a totalidade do universo. Assim, a série 1,2,3,4, representaria individualmente a mônada, a dualidade, a trindade e o sólido, que equivalem, de per si, ás quatro fases de manifestações de Deus no mundo da Cabala.
α
α α
α α α
α α α α

Assim, a tétrada, que sempre era desenhada com um alfa em cima, dois alfas abaixo deste, depois três alfas e por fim quatro alfas na base da piramide, era o principal símbolo do conhecimento, segundo a filosofia pitagórica.

A Tetractys é também uma representação do sistema solar. Pitágoras deduziu conhecimentos astrológicos extremamente exatos, só comprovados pela astronomia moderna, embora no seu tempo apenas sete corpos celestes fossem conhecidos: saturno, júpiter, marte,sol, vênus, mercúrio e lua.

Para Pitágoras, todos o números tinham propriedades e identidades próprias que se relacionavam, não só à forças da natureza, mas principalmente a valores morais. Numa escala de 1 a 12, que seria a escala própria do universo, partindo do princípio de que haveria 12 regiões cósmicas [os 12 signos do zodíaco], os pitagóricos chegaram a interessantes concepções, muito semelhantes àquelas deduzidas pelos cultores da Cabala numérica. Assim temos que:

A Tetractys simboliza os quatro elementos — terra, ar, fogo e água. A seqüência 1,2,3,4 simbolizam a harmonia das esferas cóssmicas. A soma dos números perfaz 10, que é o número perfeito da mais alta ordem. Dez é também o número das Séfiras que estruturam a árvore da Vida.

A Tetractys também é uma representação do espaço cósmico, onde a primeira linha do primeiro ponto é a dimensão zero. Na Cabala essa é dimensão da Existência Negativa, ou seja , o plano da divindade ainda não manifestada. Numericamente é representada pelo zero. Na Árvore da Vida é Kether, a coroa.

A segunda linha, com dois pontos, representa a primeira dimensão. Na Árvore Sefirótica ela representa Chokmah, a manifestação positiva da divindade. Numericamente ela é o 1 e geometricamente uma linha paralela.

A Terceira linha, com três pontos, representa a segunda dimensão, que numericamente é o 2, a Séfira Binah, um plano definido por um triângulo de três pontos. A quarta linha representa a Terceira dimensão. Numericamente ela é o três e geometricamente um tetraedro, ou um cubo.

Para os pitagóricos a Tetractys era um símbolo divino Tanto que os iniciados tinham até uma oração que costumavam fazer em frente a ela. Essa oração dizia o seguinte:

"Abençoa-nos, divino número, tu que dás geração aos homens e aos deuses! Ó divina, divina Tectractys, tu que conténs as raízes da vida e mantém a criação fluindo eternamente! Tu começas com a profunda e pura unidade e chegas ao sagrado quaternário. Então tu te tornas a mãe de tudo, o que comporta, que engrandece, o primeiro nascido, o que nunca desaparece, o fundamental e sagrado número dez, que tudo integra."

As escolas pitagóricas eram uma espécie de sociedade secreta. Assim, os iniciados deviam fazer um juramento à Tetractys. Depois disso serviam como aprendizes, em silêncio, durante três anos.

Os pitagóricos sustentavam que existiam 2 quaternários de números, sendo o primeiro obtido por adição e o segundo por multiplicação. Esses quaternários integrariam a música, a geometria e a aritmética, disciplinas segundo as quais a harmonia do universo estava estabelecida. O primeiro quaternário era formado pela seqüência 1,2,3,4. No total o universo comportaria 11 quaternários. E o mundo que deles resultava era geométrica e harmoniosamente estruturado.

Há muita influência do pitagorismo na tradição da Cabala. A Árvore Sefirótica da Cabala, embora não tenha forma triangular, não obstante, é semelhante à Tetractys em sua conformação filosófica. Da mesma forma que as dez séfiras da Árvore da Vida da Cabala, os dez números da Tetractys também se referem às fases de emanação da essência divina no mundo real, e cada fase do quaternário corresponde a cada um dos mundos de emanação da Cabala.

recantodasletras.uol.com.br

O CENTRO INTERNO DE EQUILÍBRIO

O círculo com um ponto no meio simboliza o centro da vida universal

A matemática e a geometria têm dimensões sagradas, o texto a seguir
estimula uma visão geométrica da vida. A partir de uma percepção da
unidade de cada indivíduo com o planeta Terra, mostra a relação direta
inevitável que há entre três fatores:

obtenção de um verdadeiro autoconhecimento;
O desenvolvimento de uma visão planetária e impessoal da vida;
O cumprimento individual do dever ético.

O texto é um guia para meditação, e estádiretamente ligado às primeiras páginas do Proêmio da obra “A Doutrina Secreta”, de Helena P. Blavatsky.

“O Centro Interno de Equilíbrio” foi publicado pela primeira vez, sem nome de autor, na revista “Theosophy”,  de Los Angeles, em maio de 1922, p. 221. Uma análise
do seu conteúdo e estilo indica que foi escrito por John Garrigues (1868-1944). Título Original: “A View-Point”.

Exatamente no centro da Terra há um ponto de perfeito equilíbrio. Vacilar a partir dele em qualquer direção provoca uma perda de equilíbrio e coloca em ação forças instáveis. Este é um fato multidimensional.

Cada esfera, desde um átomo até o sistema solar, tem o seu ponto de equilíbrio. É nele que todas as forças têm igual influência e a harmonia reina suprema.
É nele que podemos encontrar o nosso lugar, num plano que não é demasiado elevado, nem demasiado baixo. Este é o ponto que podemos considerar realmente nosso. Ele não é nosso no sentido de posse pessoal, mas no sentido de que nele encontramos o lugar próprio para aquilo que é Supremo.

Uma vez que encontramos o ponto de equilíbrio em nós próprios, reconhecemos que ele está em toda parte, e o vemos como Aquilo sobre o qual todos os mundos se apóiam. Não chegamos ao ponto de equilíbrio indo para um ou outro lugar, mas simplesmente reconhecendo-o.

Quando isso acontece, podemos observar com clareza a ação das forças que fluem do mundo interno para o mundo externo, e do mundo externo para o interno. Os pares de opostos da vida podem ser vistos então como simples linhas de energia, divergentes, vibrantes, espalhando-se desde o centro para a circunferência ilimitada do círculo, e vindo de volta para o centro, passando pela sombra externa que rodeia o eu superior.

Expressões como “uma meta estável”, ou “meditação de uma vida inteira” só fazem sentido quando vemos que uma coisa é agir em qualquer direção a partir deste centro, e outra coisa, muito diferente, é deixar que a consciência siga esta ou aquela linha de força, até que a consciência fique identificada com tempo, lugar e condição. A identificação com o que é agradável ou desagradável, com dor e prazer ou esperança e desânimo, é o resultado desta perda de equilíbrio.

Este lugar não é um “lugar” situado no espaço e no tempo. Quando ele é percebido pelo sentimento e pela compreensão, então nós vemos que o nosso dever mais elevado consiste em esforçar-nos com uma firme determinação para permanecer em paz e em contato com o centro de equilíbrio, sem perturbar-nos por coisa alguma que possa acontecer. Nosso dever consiste em agir desde este centro para equilibrar gradualmente todas as causas e efeitos dentro da nossa esfera de ação. O chamado mito da “música das esferas” não é um mito, mas uma realidade transcendental.

Deste ponto de vista, parece simplesmente absurdo que alguma vez tenhamos desejado cumprir um dever que não era o nosso, ou ocupar o lugar de outra pessoa, por mais agradável que ele pudesse parecer quando comparado com a desarmonia e as limitações que nos rodeiam.

Cada ser humano deve fazer os ajustes adequados dentro da sua própria esfera. Ao fazê-los, ele não trabalha apenas para o seu bem individual, mas para o bem de todos, porque percebe que este centro é o único Centro de tudo o que há.

Inútil arrepender-se, lamentar-se, ter vontade de estar em qualquer outro lugar diferente daquele em que se está. Em algum momento, cada indivíduo deve realizar esta tarefa. Mantendo uma firmeza de sentimentos, podemos erguer-nos e dedicar-nos, com uma decisão inabalável, ao cumprimento do nosso dever.

www.FilosofiaEsoterica.com
Régis Alves de Souza enviou esta Mensagem

RESSONÂNCIA SCHUMANN CAMPO MAGNÉTICO SOLAR

Nosso planeta tem sua freqüência ressonante, a “Freqüência de Shumann”, que dá forma ao nosso planeta. Essa “regra” vale pra TUDO no Universo. Sabemos que a Frequência Shumann está aumentando (13/15Hz). Sabemos também que nosso Campo Magnético se enfraqueceu 50% nos últimos 4 mil anos.

Uma matéria recente fala que "Cientistas descobrem que ressonância magnética pode prever o comportamento humano".

Em dezembro de 1994, a nave espacial Ulysses, da NASA, chegou ao Sol para medir seu campo magnético e ficaram perplexos ao constatar que o campo magnético solar não possuía mais seus Pólos norte e sul. Nosso Sistema Solar já está transitando pelo “Cinturão de Fótons”. Somando tudo isso, não dá pensar que se trata de uma mera casualidade cósmica. Isso tudo acontecendo ao mesmo tempo vem de encontro ao que muito se fala do Calendário Maia. Algo realmente “Colossal” está acontecendo e não tem nada a ver com “profecias”, mas sim de um Ciclo astrológico e cósmico, e isso é FATO, ponto final!!! As vibrações estão mudando.

estudoubaldi.blogspot.com

DAVID ICKE LIBERDADE DO SER VIBRACIONANDO

Na ciência moderna ou Física Quântica, descobriu-se que tudo é vibração. Vibração é energia e energia pode se manifestar em múltiplas formas. O estado dessa vibração ou energia define como se manifestará.

“O corpo físico é apenas uma roupagem genética no qual nos permite experimentar essa realidade 3D. Somos uma consciência multidimensional que anima o corpo”.

O Universo é fundamentalmente Energia em formação que vibra em diferentes freqüências e que flui organizadamente em matrizes de diferentes níveis. A maior parte da matéria da 3D é formada por água. 85% de nosso planeta é feito de água e quase na mesma proporção, o ser humano também é constituído de água. Nasce dentro de uma bolsa cheia de água e 95% de seu organismo é água. É atraves da água que se move a energia por todos os fluidos do corpo. As emoções e os sentimentos são Energia (vibrações em diferentes freqüências) que se movem em matrizes interconectadas em diferentes níveis. A palavra é uma forma de Energia, uma força vibratória. Podemos emitir tipos diferentes de energia através da palavra. Amor é uma forma de energia em freqüência alta. Ao nos sintonizarmos com ela em mesma ressonância, encontramos harmonia em tudo.

A consciência do ser humano define a realidade pela energia percebida por seus 5 sentidos. As percepções dos sentidos, repetidas a incrível velocidade no tempo (freqüência) são as que produzem a consciência. A matéria é uma ilusão que se produz em nossa mente como resultado de milhares de percepções que conjugamos para “VER” a realidade como um sólido contínuo. A matéria é luz que se densificou em uma forma e em uma categoria de vibração. Tudo que existe é luz, pois a escuridão só se produz quando a luz densificada em forma de matéria se interpõe entre o órgão sensorial e a fonte de luz. Se a qualidade de percepção dos sentidos aumenta, ou se aparece um novo sentido, a consciência se amplia mudando completamente a perspectiva de realidade.

Os sentimentos e as emoções que acompanham o ser humano aumentam ou diminuem a energia interior permitindo ou negando o acesso a outros sentidos e poderes que são fundamentais na evolução da consciência.
Vibração, Som, Luz, pensamentos, Energia são ONDAS ressonantes, e cada Vibração possui um comprimento de onda. Quanto menor a freqüência, maior o comprimento de onda. Medo tem uma freqüência baixa e Amor uma freqüência alta. Veja na foto, a comparação feita ao passarem essas ondas em nosso DNA. Nitidamente vemos que a freqüência do Amor “Toca” muito mais os Aminoácidos do DNA que a freqüência do Medo. “ Disse Deus: Faça-se a Luz, e a Luz se fez.” (Vibração)...
Conexão entre nossa energia espiritual e nosso ser físico (chakras)

Chakras vem do sânscrito e significa: Rodas ou Plexos de luz. São percebidos por videntes como vórtices (redemoinhos) de energia vital, espirais girando em alta velocidade, vibrando em pontos vitais de nosso corpo. Os chakras são pontos de intersecção entre vários planos e através deles nosso corpo etérico se manifesta mais intensamente no corpo físico.

Há 7 chakras principais que interpenetram nossos níveis de existência Mental, Emocional e Espiritual e qualquer desequilíbrio em qualquer um deles, automaticamente se transfere aos demais níveis. Pressionados emocionalmente, ou “estressados”, paramos de pensar racionalmente causando um desequilíbrio Emocional e logo Mental. Se esse desequilíbrio se perpetua, chegará rapidamente ao nível FÍSICO, se manifestando como uma reação química ou uma enfermidade. E é nessa hora que entra a “medicina moderna com seus remédios”, onde irão agir no ponto exato dessa reação química. Isso afeta apenas os SINTOMAS da enfermidade e não sua CAUSA.

"Matéria é apenas energia condensada numa baixa vibração. Somos todos uma consciência que percebe a si mesma subjetivamente.  A vida é apenas um sonho e nós somos a imaginação de nós mesmos".

Pensamento é vibração, que é som, que é freqüência que é ENERGIA, e essa energia vibra ao redor de nosso corpo. Sua Energia é o que você pensa. O Universo foi criado por Som/Vibração: Antigo Testamento: ...“No começo havia a Palavra e a Palavra era SOM”...
estudoubaldi.blogspot.com

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

RESSONÂNCIA SCHUMANN, REVERSÃO GEOMAGNÉTICA, ESTADOS DO CÉREBRO HUMANO


A Ressonância Schumann é um conjunto de picos no espectro na ELF (banda de freqüências extremamente baixas) do espectro do campo eletromagnético da Terra.

O fenômeno das ondas estacionárias terrestres tem seu nome em homenagem ao físico alemão Winfried Otto Schumann, que predisse matematicamente em 1952.

Schumann constatou em 1952 que a Terra é cercada por uma campo eletromagnético poderoso que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera, cerca de 100km acima de nós. Esse campo possui uma ressonância (dai chamar-se ressonância Schumann), mais ou menos constante, da ordem de 7,83 pulsações por segundo. Funciona como uma espécie de marca-passo, responsável pelo equilíbrio da biosfera, condição comum de todas as formas de vida. Verificou-se também que todos os vertebrados e o nosso cérebro são dotados da mesma frequência de 7,83Hz (hertz).

Desde que a velocidade da luz é de mais ou menos 300.000 km/s e um ciclo da circunferência da Terra, é de mais ou menos 40.000 km, a freqüência fundamental devia estar na ordem de 300.000 km/--------------- = 7,5 ciclos/s 40.0000 km. Um ciclo/s equivale a 1 Hz, de forma que 7,5 ciclo/s é 7,5 Hz.

A real Ressonância Schumann é experimentalmente observada dentro do espectro de freqüências que variam entre 6 e 50 ciclos por segundos; especificamente 7,8, 14, 20, 26, 33 e 45 Hz, com uma variação diária de aproximadamente +/- 0,5 Hz.A ressonância fundamental observada de 7,8 Hz é bastante próxima da estimativa teórica de 7,5 Hz.
 Desde que as propriedades de eletromagnéticas da cavidade da Terra permaneçam as mesmas, estas freqüências também permanecem a mesmas.

O ciclo das manchas solares tem o poder para mudar estas freqüências, porque a ionosfera Terrestre se modifica em ciclos de 11 anos em resposta à atividade solar.

A freqüência fundamental pode ser modificada devido a vários eventos:
A intensidade e configuração de campo magnético da Terra,
vem se enfraquecendo nos últimos 2000 anos;
A composição e propriedades da atmosfera;
A localização e propriedades da ionosfera;
A ionosfera é ligada a magnetosfera por ondas Alfven ;
O ciclo de manchas solares;
Tempestades eletromagnéticas do Sol;
Propriedades eletromagnéticas da Terra, como "Luzes de terremotos";
Projeto HAARP ;
Tempestades com trovões;

Desde 1980 a ressonância da terra (ou ressonância Schumann*) passou a AUMENTAR inexplicavelmente, saltando de 7.8Hz para mais de 12hz nestes últimos 29 anos.

Essa teoria sugere que a velocidade de ROTAÇÃO da terra AUMENTA à medida que a ERA que vivemos vai chegando ao seu fim. Isso faz com que os dias tenham a sua duração REDUZIDA progressivamente. Cálculos baseados nesses índices revelam que, atualmente, um dia terrestre dura, em média, DEZESSEIS HORAS.

Sintomas físicos de que essas mudanças já ESTÃO em curso seriam os seguintes:
* Dores de cabeça agudas
* Cansaço
* Sensações elétricas nos órgãos e na coluna vertebral
* Câimbras nas redes musculares
* Sintomas semelhantes aos da gripe
* Sonhos intensos

Pregam, ainda, os defensores dessa idéia, que, no momento em que a terra atingir a freqüência de 13Hz (21/12/2012, 11h11min), seus pólos magnéticos serão ANULADOS e a rotação CESSARÁ, por um ou dois dias. Ao fim desse breve período, o planeta passará a rodar no sentido CONTRÁRIO, o que provocará uma INVERSÃO nos pólos.

my.opera.com

GREGG BRADEN RESSONÂNCIA SCHUMANN

A freqüência de base da Terra, ou “pulsação” (a Ressonância Schumann), está aumentando drasticamente. Embora varie entre regiões geográficas, durante décadas a média foi de 7 a 8 ciclos por segundo.

Essa medida já foi considerada uma constante. Comunicações globais militares foram desenvolvidas a partir do valor dessa freqüência. Recentes relatórios estabeleceram a taxa num índice superior a 11 ciclos.

A ciência não sabe por que isso acontece - nem o que fazer com tal situação. Greg Braden encontrou dados coletados por pesquisadores noruegueses e russos sobre o assunto - que, por sinal, não é amplamente tratado nos Estados Unidos.

A única referência à Ressonância Shumann (RS) encontrada na Biblioteca de Seattle está relacionada à meteorologia: a ciência reconhece a RS como um sensível indicador de variações de temperatura e condições amplas de clima. Braden acredita que a RS flutuante pode ser fator importante no desencadeamento das severas tempestades e enchentes dos últimos anos.

Enquanto a taxa de “pulsação” está crescendo, seu campo de força magnético está declinando. De acordo com professor Banerjee, da Universidade do Novo México (EUA), o campo reduziu sua intensidade à metade, nos últimos 4 mil anos.

Como um dos fenômenos que costuma preceder a inversão do magnetismo polar é a redução desse campo de força, ele acredita que outra inversão deve estar acontecendo. Braden afirma, em função disso, que os registros geológicos da Terra que indicam inversões magnéticas também assinalam mudanças cíclicas ocorridas anteriormente.E, considerando a enorme escala de tempo representada por todo o processo, devem ter ocorrido muito poucas dessas mudanças ao longo da história do planeta.

Greg Braden costuma afirmar que essas informações não devem ser usadas com o objetivo de amedrontar as pessoas. Ele acredita que devemos estar preparados para as mudanças planetárias, que irão introduzir uma Nova Era de Luz para o planeta: a nova humanidade viverá além do dinheiro e do tempo.

Braden lembra que o Ponto Zero ou a Mudança das Eras vem sendo predito por povos ancestrais há milhares de anos. Têm acontecido ao longo da história do planeta muitas transformações geológicas importantes, incluindo aquelas que ocorrem a cada 13 mil anos, precisamente na metade dos 26 mil anos de Precessão dos Equinócios.

O Ponto Zero ou uma alteração dos pólos magnéticos provavelmente acontecerá logo, acredita Braden. Poderia possivelmente sincronizar-se com o biorritmo de 4 ciclos da Terra, que ocorre a cada 20 anos, sempre no dia 12 de agosto. A última ocorrência foi em 2003. Afirma-se que depois do Ponto Zero o sol nascerá no oeste e se porá no leste. Ocorrências passadas, desse mesmo tipo de mudança, foram encontradas em registros ancestrais.

Greg Braden assinala que as mudanças na Terra estarão afetando cada vez mais nossos padrões de sono, relacionamentos, a habilidades de regular o sistema imunológico e a percepção do tempo.

Tudo isso pode envolver sintomas como enxaquecas, cansaço, sensações elétricas na coluna, dores no sistema muscular, sinais de gripe e sono intenso. Ele associa uma série de conceitos de ordem esotérica aos processos geológicos e cosmológicos relacionados ao Ponto Zero.

Para Braden, cada ser humano está vivendo um intenso processo de “iniciação”. O tempo parecerá acelerar-se à medida que nos aproximarmos do Ponto Zero, em função do aumento da freqüência vibratória do planeta: 16 horas agora equivaleriam a um dia inteiro, ou seja, 24 horas.

Durante o fenômeno da mudança, aponta ele, a maior parte de tecnologia que conhecemos deverá parar de operar. Possíveis exceções poderiam ser em aparelhos com tecnologia baseada no Ponto Zero ou Energia Livre.

A inversão causada pelo Ponto Zero  nos introduzirá a Quarta Dimensão, diz o geólogo, então tudo o que pensarmos ou desejarmos vai se manifestar rapidamente. Isso inclui pensamentos e sentimentos diversos inconscientes.

Daí que a “intenção” passará a representar um papel de suma importância na vida humana.

http://www.projetovega-ufo.com.br/

GREGG BRADEN O EFEITO ISAIAS

Gregg Braden Desenhista de sistemas de computação aeroespaciais e geólogo chefe da Phillips Petroleum. Ele é um cientista conhecido hoje por unir o mundo da ciência e o mundo espiritual. ]

A descoberta do Grande Código Isaías nas cavernas do Mar Morto, em 1946, revelou as chaves sobre o nosso papel na criação.

Entre estas chaves encontram-se as instruções de um modelo “perdido” de oração, que a ciência quântica moderna sugere que tenha o poder de curar nossos corpos, trazer paz duradoura a nosso mundo e, talvez, prevenir as grandes tragédias que poderia enfrentar a humanidade.

Com as palavras de seu tempo, os Essênios nos lembram que toda a oração já foi atendida.  Qualquer resultado que possamos imaginar e cada possibilidade que sejamos capazes de conceber, é um aspecto da criação que já foi criado e existe no presente como um estado “adormecido” de possibilidade .

A partir desta perspectiva, nossa oração baseada nos sentimentos deixa de ser “algo por obter” e se converte em “acessar” o resultado desejado, que já está criado.

A que estão conectadas as partículas de luz? Gregg Braden diz que estamos sendo levados a aceitar a possibilidade de que existe um NOVO campo de energia e que o DNA está se comunicando com os fótons por meio deste campo.

Neste experimento foi recolhida uma amostra de leucócitos (glóbulos brancos) de vários doadores. Estas amostras foram colocadas em uma sala com um equipamento de medição das alterações elétricas. Neste experimento o doador era colocado em outra sala e submetido a "estímulos emocionais“ provocados por vídeos que lhe causavam emoções. O DNA era colocado em um lugar diferente do doador, mas no mesmo prédio .

O doador e seu DNA eram monitorados e quando o doador mostrava alterações emocionais (medidas em ondas elétricas) o DNA expressava RESPOSTAS IDÊNTICAS E SIMULTÂNEAS .  Os altos e baixos do DNA COINCIDIRAM EXATAMENTE com os altos e baixos do doador.

O objetivo era saber a que distância poderiam estar separados o doador do seu DNA para que o efeito continuasse a ser observado. Pararam de fazer provas quando chegaram a uma distância de 80 quilômetros entre o DNA e seu doador, e continuaram obtendo o MESMO resultado. Sem diferença e sem atraso de transmissão .

O DNA e o doador tiveram as mesmas respostas ao mesmo tempo. O que isto significa? Gregg Braden diz que isto significa que as células vivas se reconhecem através de uma forma de energia não reconhecida com antecipação . Esta energia não é afetada nem pela distância nem pelo tempo. Não é uma forma de energia localizada, mas uma energia que existe em todas as partes e todo o tempo.

Outro experimento foi realizado pelo Instituto Heart Math e nele se observou o DNA da placenta humana (a forma mais antiga do DNA) que foi colocado em um recipiente, onde podiam ser medidas as suas alterações. Foram distribuídas 28 amostras em tubos de ensaio para um mesmo número de investigadores previamente treinados.

Cada investigador foi treinado para gerar e EMITIR sentimentos , e cada um podia ter fortes emoções. O que se descobriu foi que o DNA mudou de forma de acordo com os sentimentos dos investigadores .

Quando os investigadores sentiram gratidão, amor e estima, o DNA respondeu
relaxando  e seus filamentos se estirando. O DNA ficou mais longo .

Quando os investigadores sentiram medo ou stress, o DNA respondeu se encolhendo. Tornou-se mais curto e muitos códigos se apagaram. Alguma vez você já se sentiu "descarregado" por emoções negativas? Agora sabemos porque nossos corpos também se descarregam.

Os códigos do DNA se conectaram de novo quando os investigadores tiveram sentimentos de amor, alegria, gratidão e estima .

Estas alterações emocionais provaram que eram capazes de ir além dos efeitos eletromagnéticos. Os indivíduos treinados para sentir amor profundo, foram capazes de modificar a forma de seu DNA. Gregg Braden disse que isto ilustra uma nova forma de energia, que conecta toda a criação. Esta energia parece ser uma REDE TECIDA de forma AJUSTADA, e que conecta toda a matéria . Essencialmente podemos influenciar essa rede de criação por meio da nossa VIBRAÇÃO.

Há mais de cinqüenta anos, em 1947, o Dr. Hans Jenny desenvolveu uma nova ciência para investigar a relação entre a vibração e a forma. Mediante seus estudos, o Dr. Jenny demonstrou que a vibração produzia geometria.

O Dr. Jenny produziu uma surpreendente variedade de desenhos geométricos , desde alguns muito complexos até outros bastante simples, em materiais como água, azeite, grafite e enxofre em pó. Cada desenho era simplesmente a forma visível de uma força invisível.

A importância destas experiências é que, com elas, o Dr. Jenny provou, sem espaço para dúvidas, que a vibração cria uma forma previsível na substância onde é projetada. Pensamento, sentimento e emoção são vibrações que criam um transtorno sobre a matéria em que são projetados.

A chave para obter um resultado entre os muitos possíveis reside em nossa habilidade para sentir que nossa escolha já está acontecendo . Vendo a oração deste modo, como «sentimento», nos leva a encontrar a qualidade do pensamento e da emoção que produz esse sentimento: viver como se o fruto de nossa prece já estivesse a caminho.

Se Pensamento, Sentimento e Emoção não estão alinhados não há União. Portanto: se cada padrão se move em uma direção diferente o resultado é uma dispersão da energia.

«...Qualquer um que diga a esta montanha: sai daí e joga-te no mar, não vacilando em seu coração, mas acreditando que acontecerá, assim será» (Marcos 11,23). A chave para que a oração seja eficaz é a união do pensamento, do sentimento e da emoção. Se, por outro lado, os padrões de nossa oração se centram na união, como pode o «material» da criação não responder a nossa prece?

Diz Gregg Braden que alguns de "nossos cientistas" estão preocupados porque o magnetismo da Terra está diminuindo drástica e rapidamente. Inclusive já especularam em segredo sobre uma possível alteração nos pólos magnéticos do planeta, prevista justamente para o ano em que termina o calendário maia, e as profecias hope assinalam como o princípio de um novo começo: 2012.

Diz que quanto maior o magnetismo, maior é o tempo para a manifestação no nosso mundo do que pensamos e sentimos. Por conseguinte, quanto menor o magnetismo, menor será o tempo para nos encontrarmos com a manifestação de nossos desejos, ou com a manifestação de nossos medos.

Vimos que geneticamente nosso DNA muda com as freqüências que produzem nossos sentimentos, e como é que as freqüências energéticas mais altas, que são as do Amor, impactam no ambiente, de uma forma material, produzindo transformações não só em nosso DNA , mas no ambiente que nos cerca.

Quanto mais Amor deixarmos fluir por nossos corpos, mais adaptados estaremos para enfrentar o que possa acontecer em 2012 e para conduzir nosso planeta, mediante nossos pensamentos positivos em conjunto, para o melhor futuro possível.


Extraído do livro Awakenning to Zero Point, Gregg Braden.
www.slideshare.net

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

BIBLIA REVELA PRESENÇA DE SERES DO ESPAÇO NA TERRA

A Bíblia é rica em passagens que demonstram a presença diária de extraterrenos, que desde aquela época tentavam transmitir ao homem da Terra ensinamentos preciosos. Os profetas que escreveram os textos da Bíblia tiveram contato com ETs. Estes profetas os descreviam como carruagens de fogo, nuvens ardentes e a voz de Deus. Alguns profetas, como Enoque; viajaram em discos voadores e descreveram suas viagens da maneira como sabiam, pois não entendiam o que era uma nave espacial.

A relação da Bíblia com o Fenômeno UFO é tão evidente que o livro de Enoque foi considerado apócrifo pela Igreja, por conter revelações que feriam os dogmas religiosos. Existindo ainda a possibilidade desta obra ter sido escrita a partir de um contato do profeta com extraterrestres, e não com divindades.No capitulo 7, versículos 1 e 2, o profeta Enoque revela que "200 anjos desceram e tiveram relações amorosas com as filhas da Terra [as mulheres terrenas] que deram nascimento a gigantes". Nos últimos anos, tivemos a confirmação desse fato quando várias ossadas fósseis de seres de altura gigantesca foram encontradas em território chinês.

Já no oitavo capítulo, existem citações curiosas pertinentes aos ensinamentos transmitidos pelos anjos aos homens No livro do profeta Enoque está escrito "O anjo Barayal ensina a arte de observar estrelas, Tamiel ensina a astronomia e Asaradel ensina os movimentos da Lua". Esses fatos estão em um livro milenar que falava em movimentos da Lua e que por séculos integrou a Bíblia. Devemos nos lembrar de que, em fevereiro de 1600, Giordano Bruno morreu queimado na fogueira inquisitória por ter afirmado que existiam" ...milhares de sóis e de terras girando em torno de seus sóis, como os sete planetas giram em torno do nosso Sol, com seres vivos habitando esses mundos". Aqueles que o condenou no passado julgavam, com tais atitudes, defender idéias, pensamentos e fundamentos religiosos legados pela Bíblia.

Esse pensamento não poderia ser mais contraditório, pois o livro sagrado não só revela a existência de outros mundos habitados, como também: para a presença de extraterrestres em nosso planeta. No capítulo 13, Enoque descreve uma jornada em direção à morada dos anjos, empreendida no interior de uma nuvem. Essa mesma imagem apareceu no ano de 1974, ao norte de Sagunto, na Espanha, quando um UFO criou uma nuvem à sua volta e sobrevoou lentamente a cidade.Toda a Bíblia, inclusive o Gênesis, encontra-se repleta de narrações dos encontros entre os homens da Terra e as divindades. Essas criaturas que mistificaram nossos antepassados estavam longe de ser divindades. Eram seres de avançada tecnologia e possuidores de dotes parapsíquicos, que tentavam passar aos seus irmãos terráqueos conhecimento tecnológico e leis morais, como a igualdade e a fraternidade. Leis estas que Jesus, mais tarde, também nos transmitiu.

http://www.orion.med.br/

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

MESTRES MATERIALIZADOS NO DESERTO DE GOBI LOCALIZAÇÃO DE AGARTHA/SHAMBALLA

Shambhala significa em sânscrito "um lugar de paz, felicidade, tranqüilidade", e acredita-se que seus habitantes sejam todos iluminados. A linha Tantra afirma que um dos reis de Shambhala, Suchandra, recebeu de Buda o Kalachakra Tantra, e que este ensinamento é lá preservado. Segundo esta tradição, quando o Bem tiver desaparecido de sobre a Terra, o 25º rei de Shambhala aparecerá para combater para introduzir o mundo em uma nova Idade de Ouro.

Shambhala também é associada ao império histórico Sriwijaya, onde o mestre Atisha estudou sob Dharmakirti e recebeu a iniciação Kalachakra. Também é considerada a capital do Reino de Agartha, constituído, segundo as cosmologias do taoismo, hinduismo e budismo, por oito cidades etéricas.

Inspiração para a criação literária do inglês James Hilton Lost Horizon (1925), passa a ser também conhecida e referida como Shangri-lá.

Entre os hinduístas o nome é mencionado nos Puranas como sendo o lugar de onde surgirá o avatar Kalki restabelecerá a Lei Divina na Terra.

Como outros conceitos religiosos, Shambhala possui um significado oculto e um manifesto. A forma manifesta tem Shambhala como um local físico, embora só podendo ser penetrado por indivíduos cujo bom karma o permite. Estaria em algum ponto do deserto de Gobi, ladeada pela China a leste, Sibéira ao norte, Tibete e Índia ao sul, Khotan a oeste. A interpretação oculta diz que não é um lugar terreno, mas sim interior, comparável à Terra Pura do Budismo, de caráter mental e moral, ou a um estado de iluminação a que toda pessoa pode aspirar e alcançar.

Segundo os ensinamentos escritos e orais do Kalachakra, transmitidos ao explorador Andrew Tomas por Khamtul Jhamyang Thondup, do Conselho de Assuntos Religiosos e Culturais do Dalai Lama (em exílio na Índia desde a ocupação chinesa comunista de 1950 no Tibete), a aparência de Shambhala variaria segundo a natureza espiritual do observador: "certa ribeira, pode ser vista pelos deuses como um rio de néctar, como um rio de água pelos homens.

A idéia de uma terra de iluminados exerceu atração no ocidente desde sua difusão inicial no século XVII a partir de fragmentos do Budismo tibetano que conseguiram, através de exploradores e missionários, ultrapassar as usualmente fechadas fronteiras tibetanas, e da Teosofia, propagada pioneiramente por Helena Petrovna Blavatsky no século XIX.

Em 1833 apareceu o primeiro relato geográfico sobre a região, escrito pelo erudito húngaro Alexander Csoma de Köros, que mencionou "um país fabuloso no norte, situado entre 45º e 50º de latitude norte".

No final do século Shambhala foi mencionada por Helena Petrovna Blavatsky em seus livros, e desde então se tornou um nome familiar no ocidente, disseminando-se entre os cultos esotéricos e estimulando expedições em tentativas de localização.

Shambhala foi mencionada diversas vezes por Blavatsky, que alegava estar em contato com alguns de seus habitantes, todos pertencentes à Grande Fraternidade Branca. Segundo a Teosofia, Shambhala é tanto um lugar físico como um espiritual. Teria sido antigamente uma ilha quando a Ásia central ainda era um mar, há milhões de anos, a chamada Ilha Branca, ou Ilha Sagrada, e teria sido ali que os Senhores da Chama, os progenitores espirituais da raça humana, liderados por Sanat Kumara, teriam chegado e se estabelecido, vindos de Vênus . Atualmente a ilha seria um oásis no Deserto de Gobi, protegida de intrusos por meios espirituais.

Escolas derivadas da Teosofia fazem menções ainda mais freqüentes ao lugar, enfatizando sua natureza espiritual e localizando-a invisivelmente no plano etérico ou astral.