segunda-feira, 5 de outubro de 2009

DNA TELEPATA DO SER HUMANO

Dupla hélice de ADN.

As duas moléculas de ADN estão representadas com cores diferentes.
As últimas descobertas científicas mostram que o DNA tem capacidades
telepáticas consideradas cientificamente impossíveis, inexplicáveis.
Esta descoberta acerca das capacidades de leitura à distância do DNA
foi recentemente publicada no ACS’ Journal of Physical Chemistry B.
Os autores do estudo foram os cientistas Geoff S. Baldwin, Sergey Leikin,
John M. Seddon, Alexei A. Kornyshev.

Cada molécula de ADN tem uma cadeia de açucares fosfatadosà qual se
ligam bases que interagem com as bases da outra molécula de ADN na
dupla hélice.

A elucidação desta estrutura, por Watson e Crick, revelou como uma molécula
e ADN pode reconhecer a sua parceira em função das sequências de bases.
Também se sabe que uma molécula de ADN sozinha pode encaixar no sulco
que se forma onde as bases da hélice dupla emparelham.

Como as bases de uma molécula podem interagir com as bases do par já formado, percebe-se que esta interacção também depende da sequência de bases.

A novidade no artigo de Baldwin foi comprovar experimentalmente que a interacção de dois pares de moléculas de ADN também tem alguma especificidade. Esta situação é diferente porque entre duas hélices duplas as bases não podem interagir.Em solução, as cadeias duplas de ADN encostam-se formando esferas de cristal liquido, estruturas organizadas mas fluidas.

Os autores prepararam uma mistura de cadeias duplas de ADN com duas sequências diferentes, cada uma marcada com um corante fluorescente diferente. Quando se agregavam, as cadeias duplas do mesmo tipo segregavam-se espontaneamente na estrutura do cristal líquido.

Em vez de uma mistura das duas cores viram os corantes separados em regiões diferentes. ou seja, mesmo emparelhadas numa hélice dupla, as moléculas de ADN interagem preferencialmente com outros pares da mesma sequência.

Como os autores explicam na introdução, esta selectividade já tinha sido sugerida
por estudos teóricos prevendo que a dependência entre a estrutura da cadeia principal do ADN e a sua sequência pode afectar as interacções ADN-ADN e até resultar em reconhecimento de sequências homólogas sem abrir a hélice dupla.

Desde 1998 que se sabe que a sequência de bases afeta a estrutura da cadeia de açucares fosfatados, mistério inexplicável foi a confirmação de uma hipótese com mais de uma década. Para os cientistas, um dado inesperado é uma oportunidade para melhores explicações para encontrar novas pistas acerca do funcionamento do universo.

kta.blogspot.com