sexta-feira, 25 de junho de 2010

QUARTA FACE DO PLANETA TERRA

Assim como está a Terra, assim estão os seus seres, assim é o homem. Esta face terrestre que aqui vamos chamar Planeta Terra, mais do que provado, é um ser vivo, espiritual, energético, físico e material. Faz parte de um ser maior, ao qual está interligada desde o seu núcleo de fogo astral até a sua primeira parte interna.

A primeira crosta é como uma esfera totalmente luminosa e cristalina, parecendo ser uma imensa bola de cristal polido.  A sua segunda crosta é parecida com um aço polido e luminoso, prateado.  A sua terceira crosta é totalmente fogo astral, parte de um núcleo de energia solar do seu primeiro sol, chamado Ômega.

Depois destas faces internas, existem mais três faces totalmente materializadas, sendo o nosso planeta a terceira face terrestre. Acima de nós, em um espaço superior e paralelo, existe a quarta face terrestre e, sucessivamente, a quinta e a sexta. A sétima face foi totalmente recriada a partir da sua origem astral do primeiro orbe do sol de Ômega e do sol de Alpha.

Por tudo isso, a Terra, nas Escrituras Sagradas, é muitas vezes chamada de Terra e, tantas outras, de Terras. Sabiam os profetas, os apóstolos de Cristo e muitos dos seus seguidores, que este planeta faz parte de um sistema. Sabiam também que, acima da nossa esfera terrestre, exatamente no quarto espaço celeste, totalmente fora do conhecimento humano, está a sua quarta face.

A quarta face terrestre, dentro do seu orbe, é iluminada por uma outra face solar ligada ao nosso Sol e por uma outra face lunar, ligada à nossa Lua. Neste quarto espaço, o Sol é maior que o nosso e a Lua é totalmente luminosa, pois possui luz própria de cor dourada.

Esta é, cientificamente, a Terra Prometida, que muitos buscaram, mas que nenhum homem comum, sem os conhecimentos vindos do Alto e sem as experiências e conhecimentos sobre o seu próprio sistema de vida, puderam alcançar. Somente aqueles que se tornaram homens, vindos de uma sabedoria maior, puderam provar pessoalmente esta experiência.

Existe em torno da Terra, assim como existe no homem, um orbe astral semi-energia e semi-matéria, que interliga desde o seu centro desta nossa terceira face terrestre à quarta face ascendente. Este orbe de energias é formado, ao mesmo tempo, por sete orbes de sete cores. Por dentro deles, existem no espaço, as passagens de tempos para um outro tempo e um outro espaço, ou seja, os canais espaciais, que as naves se utilizam para passar de um espaço-tempo ao outro.

Um outro céu brilhante é o que contemplamos na quarta face terrestre, tão próximo e tão visível aos olhos é o astral luminoso da quarta face, que parece ser milhares de pontos luminosos em um céu totalmente claro. Lá não existe noite e, por este orbe astral, são captadas partículas de energia solar e lunar, que permanecem em constantes transformações, provocando luminosidade além da luz do Sol, por um período de um dia solar, e além da luz lunar, por um período de um dia lunar.

É totalmente diferente o céu do quarto espaço celeste, é totalmente diferente a quarta face terrestre. Nela não existem mares, são imensos lagos e rios de águas cristalinas. Muitos dos profetas, até os citados na Bíblia Sagrada, escreveram estas frases: "Vi um novo céu, uma nova Terra, um novo Sol e os mares já não existiam". Esta visão profética refere-se exatamente à quarta face terrestre.

A partir desta face terrestre que também foi chamada a Terra Prometida, o ser humano que nela entra, tem que ser modificado espiritual, energética e fisicamente para nela se adaptar. Por ela ter o Sol e a Lua como esferas luminosas, o homem também tem que ter os seus dois hemisférios cerebrais, direito e esquerdo, totalmente evoluídos e iluminados.

Queremos dizer que os seres que aí permanecem por um período de vida, passam a conhecer, através de outros irmãos ascendentes que cuidam desta quarta face terrestre e de todos os tipos de vida nela existentes, que o espírito existe. Ainda estes que se tornaram também estudiosos, passam a saber e conhecer os seus cérebros como centros de vida. Somente ele pode evoluir, ou melhor, primeiro tem o cérebro que evoluir para que todas as outras coisas possam caminhar no mesmo alinhamento.

A partir da quarta face terrestre, não pode existir anti-energias e cores ou cromática negativa, nem nos orbes planetários, nem no astral dos seres totalmente recuperados. Por isso, passam por um período de tratamento, por um período de adaptação e por um período de vida na quarta face terrestre.

A partir daí, abre-se a verdade no cérebro humano, apagam-se os registros dos esquecimentos, acendem-se as luzes no ser, por onde começa-se uma nova jornada pela verdade. Portanto, também na quarta face terrestre, não existem reencarnações sucessivas inconscientes.

É somente a partir do quarto espaço-tempo celeste que o homem pode conhecer a verdade. Primeiro sobre ele e a sua origem astral e qual a distância no espaço e no tempo que os separa. A partir daí, as luzes do espírito iluminam a matéria. A partir daí, ele reconhece o seu verdadeiro nome e por se iniciar pela verdade, em um caminho astral ascendente verdadeiro, ele pode entender que vive realmente, que muda de matérias, mas de tudo o que é da sua origem, que está nele assim como foi criado, nada se modificou.

EGITO EM BUSCA DE UM ANTIGO SOFTWARE

"Um dos fenômenos da história egípcia é que a escrita não parece ter se desenvolvido lentamente, como é o caso das outras culturas. Em um momento ela não existia; então, subitamente, de fato quase que da noite para o dia, a escrita apareceu plenamente desenvolvida. Os mais antigos vestígios remontam há bem antes do começo da Primeira Dinastia, cerca de 3100 anos Antes de Cristo"
Na imagem acima, alguns caracteres principais do alfabeto [básico] dos hieróglifos egípcios - a forma de comunicação escrita mais inteligente e avançada de toda a antigüidade conhecida. Obviamente, ela somente poderá ser utilizada para ler os textos, uma vez que a tradução das palavras irá requerer o devido conhecimento do vocabulário egípcio arcaico, que por sinal é bastante extenso.

Se você deseja começar nesse estudo tente, baseado na tábua acima, traduzir o nome contido neste cartucho. E aqui vão três dicas: a primeira: por estar contido em um cartucho, trata-se de alguém que pertenceu à realeza. É o sinal determinativo do "ovo", na extremidade inferior direita, significa que é um nome feminino. A segunda: comece sempre a leitura pelo lado para o qual as figuras estão voltadas - neste caso, da esquerda para a direita. A terceira: o quarto sinal, embora não esteja contido na tábua demonstrada, corresponde à pronúncia da nossa letra "O".
No intrincado alfabeto egípcio várias figuras diferentes significam a mesma coisa. Como se estivessem dispostas em códigos..... Sinais que, guardadas as devidas proporções, muito se assemelham à nossa linguagem de computador!!! Não é de todo, pois, impossível que o TRIPLO SENTIDO dos hieróglifos, assim como confirmam as Antigas Tradições, seja mesmo uma linguagem cifrada, altamente avançada e quem sabe originária de entidades e inteligências extraterestres, apta a ser, um dia qualquer e quando os tempos finalmente estiverem maduros, inteiramente decodificada e entendida no seu verdadeiro e talvez muito surpreendente significado!
Obviamente você não vê, porém quando uma tela se abre no monitor do seu computador; quando a sua mão digita algo no teclado ou mesmo quando é executado um programa qualquer, tudo estará contido em uma tecnicamente chamada "linguagem de máquina", composta por variados símbolos que, ao serem devidamente lidos e decodificados, trazem à vida, verdadeiramente ressuscitando, os seus maravilhosos significados - ocultos e praticamente ilimitados - bastando apenas e tão-somente que sejam acionados através dos métodos apropriados!
Nada de novo sob o Sol!..... Uma seqüência de símbolos agrupados - igualmente verdadeiros "hieróglifos do futuro" - está presente em uma "linguagem de máquina", responsável pelo acionamento dos nossos modernos computadores.

Nesses sinais, ininteligíveis para o leigo, existem gravados os programas que de maneira ilimitada e incomensurável poderão conter todos os conhecimentos humanos, se assim desejarem os seus programadores. Na imagem acima, você vê alguns caracteres da linguagem ASCII. Qualquer inteligência superior chegaria inevitavelmente à sintetização de informações através de uma linguagem simbólica e sobretudo compacta, apenas decifrável através de um processo qualquer de decodificação.

Dessa forma, as misteriosas escritas do passado, notadamente a egípcia até a XVIII Dinastia, podem muito bem ter sido verdadeiros "programas" deixados pelos nossos iniciadores cósmicos, ou antepassados superiores, aptos a serem redescobertos e desvelados em algum ponto do nosso futuro, quando algum gênio obtiver, ou redescobrir, a correspondente chave que possibilitará a sua interpretação - quem sabe convertendo-os para as nossas atuais "linguagens" de computadores!
E como o assunto é oportuno, o CD ROM, certamente um dos grandes e mais espetaculares avanços na preservação de dados e imagens, segundo algumas denúncias, teria sido obtido a partir de tecnologia alienígena, não se sabendo exatamente se conseguida a partir daquilo que foi recolhido nos destroços de OVNI acidentados ou então mediante a estreita cooperação de entidades alienígenas com cientistas e militares das nossas grandes potências mundiais.

Algo que poucas pessoas sabem é que SOMENTE umas poucas organizações detêm a patente e o monopólio da fabricação de uma substância inteiramente nova e cuja fórmula é totalmente secreta e desconhecida, denominada "Fitohalocianino" - fotossensível, uma vez que interage com o facho do laser óptico de leitura, e diretamente responsável pela confiabilidade dos dados lidos e gravados, a qual recobre toda a substância da unidade CD. Todos os fabricantes dessa mídia são obrigados a comprá-la nessas organizações e, dependendo da concentração química utilizada na sua fabricação, os discos de CDs terão maior ou menor qualidade.
Sim, são todas elas, sem exceções, mensagens silenciosas que viajam através dos tempos e somente destinadas àqueles poucos que ainda têm os olhos para ver, os ouvidos para escutar e o necessário entendimento para entender! Estão nos símbolos; nas esculturas; nas imagens. Algumas representam não aquilo que os ortodoxos conformistas de maneira cômoda e simplista rotulam, mas, sim, coisas muito mais elevadas. como por exemplo os imponentes obeliscos do Antigo Egito [nas suas antigas tradições denominados de "os tronos dos deuses solares"] - jamais "exteriorizações de vaidades de faraós ou meramente símbolos fálicos" mas, SIM, as estilizações metafóricas das antigas espaçonaves que um dia trouxeram àquela civilização os seus primeiros Mestres e também os Grandes Iniciadores da espécie humana!

Site Dominios do Fantástico