sexta-feira, 15 de julho de 2011

TÁBUA DE ESMERALDA COMENTÁRIO TAOISTA

Dizem as lendas que Hermes Trimegisto escreveu este texto em uma tábua de
esmeralda riscada com um diamante. Dizem que esta tábua existe, mas nunca
foi descoberta, restando apenas este texto famoso.

A palavra hermético, usada para expressar um conhecimento difícil, deve sua
origem a este texto de difícil compreensão para os leigos.

“Verdadeiramente certo e absoluto, sem mentiras
O que está acima é como o que está abaixo, e o que está abaixo é como o que está acima, para que se realize o mistério da coisa única. Assim como todas as coisas vieram do UM, através do UM, todas as coisas para o UM retornam. “

Neste parágrafo Hermes Trimegisto fala sobre a unicidade da energia. Só existe uma única energia que cria a vida através de um padrão universal. O que existe, grande ou pequeno, em cima ou embaixo, existe porque a energia “sem forma” se condensou em “forma” e criou o mundo material. Na alquimia interna, este processo de condensação de energia pode ser revertido para sutilizar a matéria, “aforma”, e transmuta-la a um estado sutil de energia, ao estado “sem forma” e assim retornar ao UM.

Seguindo o mesmo padrão único que o Tao usou para criar a vida como a conhecemos, podemos retornar a unidade usando este mesmo caminho natural, esta mesma fórmula.

No I Ching este processo é representado por 64 situações de mudança, onde vamos sutilizando a forma, usando os conselhos dados nos hexagramas, e assim unificamos os opostos complementares Yin e Yang; dia, noite, bem e mal, movimento e repouso, luminoso e obscuro, masculino e feminino, positivo e negativo até atingir o mundo da energia, da “não forma”.

Como o padrão único funciona tanto para os fenômenos terrestres; microcósmicos e humanos - quanto para os fenômenos celestes; macrocósmicos e desconhecidos, podemos ao reconhecer este padrão no que está perto, descobrir este mesmo padrão no que está longe e ainda é desconhecido.

“Seu Pai é o Fogo (Sol). Sua mãe é a Água (Lua). O vento o carrega em seu ventre. Seu alimento é a terra. É o Pai de todas as coisas manifestas. Sua força se torna pura virtude quando direcionada para a terra. Separa a terra do fogo e o sutil do denso, com calma e maestria.”

Aqui o texto nos fala do inicio do processo de unificação dos opostos complementares, e descreve as forças que agem neste processo; O Pai é a força Yang, simbolizada pelo fogo (sol), e a mãe é a força Yin simbolizada pela água (Lua). O vento, a madeira, é a fase geradora de energia, engendra esta força de vida e a recria eternamente. Esta força geradora se alimenta do Jing, da força primordial da terra.

Na alquimia interna taoísta, este padrão único age no nosso corpo, realizando a mesma função universal de expansão e distribuição do fogo, - o verão- nos movimentos e na função energética do nosso coração. Age com a mesma função de recolher energia da força do elemento água – o inverno- função esta realizada pelos rins no corpo humano. O vento ou madeira, no corpo humano é representado pela função geradora do nosso fígado, e no macrocosmo, é responsável pela criação da primavera. Já a função estabilizadora de energia que no macrocosmo é realizada pela terra, no corpo humano é a função que estabiliza nossas energias no baixo ventre, no baço. (No Tan Tien inferior)

Quando aprendemos a direcionar estas 3 forças ainda densas e cruas para a terra, refinamos e estabilizamos estas energias criando virtudes e poder. Para isto precisamos separar a terra ( força estabilizadora) do fogo ( força que distribui esta energia) com maestria (com fórmulas que realizem esta separação).

No I Ching estas três forças estão simbolizadas pela situação de mudança dos hexagramas duplos ; 30- Aderir, que representa o fogo – 29- O Abismal, que representa a água e o hexagrama 2 – Receptivo que representa a terra e o ventre.

“Da terra sobe aos céus, e dali desce novamente para a terra, e se potencializa com as forças ( as energias) superiores e inferiores. Assim possuirá toda a gloria do mundo. Tudo que é obscuro se tornará claro. Este é o grande poder de todos os poderes, porque transcende tudo que é sem forma e sutil e penetra em tudo que é sólido e denso.”

Quando o calor do sol (fogo) aquece adequadamente a terra e a água, um vapor se faz, e esta força sobe aos céus e desce novamente a terra em forma de chuva e fica mais potente porque adquiri novas propriedades refinadas. Realizamos este processo quando praticamos Kan &Li, fórmula avançada da alquimia interna taoísta. Nesta fórmula revertemos a força quente do coração para debaixo da água (sexo) na região do baixo ventre (terra).

Este processo nos leva á clareza interna e nos revela todo o mistério da vida. O poder ganho é enorme porque neste processo de vaporização, aprendemos a refinar e a transformar energias negativas, inferiores em positivas, superiores. Esta é a fórmula, é a matriz que cria vida. Quando a utilizamos de forma apropriada, podemos transformar o mundo material (denso) e refinar suas energias para o sutil. Dando um salto do mundo material manifesto para o mundo da energia sutil e espiritual.

No I Ching este processo está representado pela situação de mudança que vai do hexagrama 63- que tem o trigrama do fogo abaixo e o trigrama da água acima, (onde acasalamos estas duas forças) para o resultado desta reversão representado pelo hexagrama 11 – Paz – composto pelos trigramas do céu e da terra que neste hexagrama estão em perfeito equilíbrio. Neste processo, damos um salto quântico Da matéria para o espírito, da forma para a não forma, do (hexagrama 63) para o (hexagrama 11).

No hexagrama Paz (11) - As forças Yin –Terra, e Yang –Céu se dirigem para o centro, o Trigrama inferior céu se movendo para cima, e o trigrama superior terra se movendo para baixo, ambos indo na direção do centro. Este hexagrama pela sua harmonia e direção interna representa o resultado desta operação alquímica.

Usando o mesmo recurso de reversão do fogo e da água internamento (as energias do coração e dos rins), podemos refinar energias densas internas e transforma-las em energias sutis, atingindo assim o equilíbrio. Este é o processo da Alquimia Interna Taoísta.

“Assim foi o mundo criado. Desta matriz muitas obras podem ser realizadas porque é um padrão universal. Por isso eu sou Hermes 3 vezes grande (trimegisto), porque possuo os três níveis do conhecimento da criação do mundo.”

Por este processo alquímico o mundo foi criado. Podemos usar a mesma matriz ou fórmula para realizar grandes obras, pois é um padrão universal. Hermes foi chamado de 3 vezes grande (Trimegisto), porque dominava as três forças usadas na criação do mundo; jing, chi e shen ou o processo de reversão do fogo e da água, usando a força estabilizadora da terra, regulando e harmonizando-as dentro deste espaço neutro.

Na cosmologia taoísta o mundo foi criado pela expansão da unidade para a diversidade, que se divide em 3 fases: O Um gera o Dois, que gera o TRÊS,
que gera todas as coisas.

Se alguém consegue compreender o mistério desta fórmula e a aplica, pode realizar qualquer coisa. Seguindo este padrão único e misterioso, adquire o poder de criar vida manifesta. Pode condensar, recolher, gerar, distribuir, estabilizar, unificar, harmonizar e transformar energia. Como tudo é uma única energia, o conhecimento deste padrão pode gerar qualquer obra, realizar qualquer coisa. Este era o segredo da Pedra filosofal buscada por todos os alquimistas; a transmutação da matéria em energia e da energia em matéria. Hermes de Trimegistro afirma que ele desvendou a fórmula, e por isto mesmo é chamado de senhor dos 3 mundos.

“Porque eu completei e expliquei os processos do fogo (sol - da iluminação).
Sei gerar a luz e sei como explicar todo o processo de criação da luz. “

Para Hermes o caminho usado foi o do fogo, muito comum aos alquimistas da idade média. Na Alquimia interna taoísta, o Nei Dan - usamos os dois processos, o do fogo e o da água, resfriamos as energias quentes do fogo usando os atributos da água, e depois revertemos em Kan&Li estas energias (fogo e água) e criamos um vapor dentro. Literalmente vaporizamos as toxinas, as energias densas transformando-as em energia sutil. Transmutamos a matéria em espírito, em pura energia. Assim se criou há milênios atrás, um sistema de iluminação interna a vapor.

Talvez o I Ching tenha sido criado para realizar o mesmo processo, talvez informações importantes sobre a alquimia interna, tenham sido retiradas dos textos em algum momento desconhecido da sua historia. Há pistas claras sobre processo alquímicos nos textos de alguns hexagramas; principalmente no hexagrama 52 – Quietude e no hexagrama 50- O Caldeirão.

www.healing. com.br

quinta-feira, 14 de julho de 2011

MACHU PICCHU LUZ DO SOL REVELA DESENHOS OCULTOS

Os construtores de Machu Picchu, no sudeste do Peru, deixaram ocultos desenhos de condores, alpacas e lhamas em sua estrutura que só podem ser vistos sob os raios do sol e em determinadas épocas do ano.

Há mais de 600 anos, os artífices da cidadela "foram guiados pelos astros, pelas montanhas e pelos rios" para escolher o local exato da construção do Machu Picchu, pois se tratava de um lugar "estratégico" para os incas.

De acordo com os vestígios encontrados em Machu Picchu, um dos principais usos do local era para o "culto à terra" porque, em seus mil metros de plataformas de estação, os incas desenvolveram um centro de pesquisa para o melhoramento de sementes e cultivos, afirma Milla.

Em segundo lugar, acrescentou o especialista, o santuário arqueológico era "um centro de peregrinação" onde se mostrava o Cosmos a uma elite, além de "um observatório astronômico".

"A cultura andina é cosmocêntrica, onde tudo faz parte de uma harmonia integrada e os seres constituem uma família", disse Milla, autor da pesquisa "O Código Secreto de Machu Picchu".

Jornal Folha de São Paulo

TAILÂNDIA QUER PROIBIR TATUAGEM BUDISTA EM TURISTA ESTRANGEIRO


O turista deixará a Tailândia com seu corpo menos decorado a partir da entrada em vigor de uma norma do governo que prevê proibir tatuar o estrangeiro com desenhos religiosos budistas.

O motivo alegado é o uso "irrespeitoso" que se faz dos símbolos. A medida preocupa os tatuadores em Bancoc e outros lugares do país.

Um dos defensores da medida é o ministro tailandês de Cultura, que expressou nesta semana sua oposição a que turistas estrangeiros usem imagens de Buda ou ainda do deus com forma de elefante Ganesha.

A cada ano, milhares de estrangeiros aproveitam sua visita à Tailândia para tatuar algum desenho no corpo, principalmente a imagem de Buda.

Segundo as autoridades, muitas vezes o local da tatuagem é em zonas do corpo consideradas "impuras", o que constituiria uma ofensa aos fiéis.

A sociedade budista julga como "suja" a parte do corpo que vai desde a cintura até os pés, de modo que representações religiosas nos quadris, glúteos ou membros inferiores não seriam adequadas.

No entanto, defende-se um tatuador: "Nós respeitamos o budismo e, se um estragneiro quer uma tatuagem budista na panturrilha [batata da perna], explicamos porque não podemos fazer isso, e sempre costumam entender".

É o que diz Plat, dono de um pequeno posto de tatuagens e piercings do bairro de Khao San, importante ponto de turismo jovem na capital.

A demanda por este tipo de lembrança cresceu de forma abrupta em 2004, quando a atriz norte-americana Angelina Jolie se tatuou no país de um grande tigre e um símbolo de proteção budista nas costas.

Jornal Folha de São Paulo

quarta-feira, 13 de julho de 2011

REALIDADE PARALELA? CIDADE É VISTA NA CHINA

 Aparição de edifícios e árvores se eleva acima do rio Xin'an
em Huanshan City no leste da China depois de chuvas fortes.
 O horizonte sobre o rio geralmente é clara.
Uma ilha inteira com árvores, prédios altos e montanhas,
pode ser visto à luz ao anoitecer na cidade chinesa,
onde horas antes era apenas uma extensão de água
A miragem mostra os contornos detalhados dos edificios da cidade
Escritório e apartamentos foram vistos por moradores,
que disseram que a miragem foi a mais espetacular
de uma safra recente que atingiu a região


Segundo uma das fontes chinesas o ChinaDaily.com, uma incrível miragem surgiu após uma chuva torrencial que causou uma névoa densa e sobre a qual surgiu uma miragem perfeita de uma cidade com prédios, ruas, movimentos, luzes e várias construções além de montanhas e árvores.

A filmagem foi feita pela CCTV – Central China TV – e foi realizada durante as quatro horas que a miragem permaneceu sobre as névoas e foi vista por milhares de pessoas, turistas e curiosos atraídos para o local.

Segundo a reportagem a miragem ocorreu no Dia do Trabalho, no domingo, a pequena cidade recebeu mais de 30.000 turistas neste dia.

Especialistas disseram que muitas miragens foram registrados em Penglai, na ponta da Península de Shandong, ao longo da história, o que tornou conhecido como um lugar de morada dos deuses.

Realidade paralela? Universo paralelo ou simplesmente a dimensão da outra polaridade deste planeta refletido numa falha dimensional?

Maria Teresa Cordeiro enviou esta Mensagem

GREGG BRADEN MATRIZ DIVINA


Existe um lugar onde todas as coisas começam, um lugar de pura energia, que simplesmente “é”. Nessa incubadora quântica da realidade, todas as coisas são possíveis. Em 1944, Max Planck, o pai da teoria quântica, chocou o mundo quando disse que essa “matriz” é a origem das estrelas, do DNA da vida e de tudo o que existe. Descobertas recentes acentuam a evidência de que a matriz de Planck – A Matriz Divina – é real. Para que a matriz participe da nossa vida com toda potência, precisamos compreender como ela funciona e qual linguagem ela reconhece. Esta tem sido a pesquisa de Gregg Braden durante mais de vinte anos.

A matriz divina chegou-me às mãos por intermédio de meu pai, um aficionado por temáticas relacionadas à espiritualidade e à ciência. Foi uma leitura que, a princípio, tratei de maneira despretensiosa, mas não sem pautar sob o crivo da dúvida as idéias ali contidas. Não tenho o hábito de ler livros que versam sobre Espiritualidade muito em parte pelo fato de que propagam muitas idéias inverossímeis e, o que eu acho pior, tendenciosas.

Ao mesmo tempo, eu não aprovo também essa minha atitude de preconceito. E no caso desse livro uma vez que me foi feita a proposta de leitura, eu paguei para ver. O livro aborda questões muito interessantes que, de certa forma, tem me intrigado desde quando assisti ao filme Quem somos nós. A partir desse filme, passei a levar em consideração a maneira como me relaciono com o meu entorno além de buscar compreender como a vida é um campo amplo e infinito de possibilidades, de realidades possíveis.

No livro, o autor assevera e comprova existir um lugar de energia pura onde todas as coisas são possíveis: A matriz divina, uma espécie de incubadora quântica da realidade. Sabe aquela história de que o ser humano vive no mundo físico dos 10% ? Pois é, a Matriz Divina é o que me parece ser o mundo do 100%. Um mundo abrangente, uma nova realidade onde, transcedendo a mente lógica, enxerga-se além do aparente.

Voltando à Matriz Divina, Gregg Braden, o autor, discute a natureza holográfica do universo e como tudo que fazemos afeta a consciência coletiva desse mesmo universo. Ou seja, a minha, a sua, a nossa realidade é um espelho que mostra o que acontece em nosso interior.

Mas, não é algo dito sem as devidas comprovações científicas. Aliás, todas as afirmações citadas estão bem documentadas e referenciadas no livro. Dentre elas cito o experimento de observação do processo de separação de partículas. Quando duas partículas de células vivas, especificamente, do DNA são separadas, mesmo que a grandes distâncias, ainda continuam em comunicação uma como a outra. Isto é, apesar da distância entre o doador e amostra, o DNA age como se fizesse parte do corpo dele. Se o doador estiver nervoso ou qualquer que seja a emoção do momento, a amostra de DNA, seja onde estiver, refletirá isso também*.

Não há um lugar específico
onde realmente um corpo comece e onde ele termine
Tompson

Já parou pra pensar que tudo que dizemos e pensamos está por aí no universo refletindo as intenções das emoções que expressamos? Dá pra forjar um mundo muito melhor a partir desse conhecimento, não?

Nossas crenças afetam a manifestação da Matriz Divina, segundo Gregg Braden. E investimento emocional de boa fama é a chave para mudanças. Fiquei encantada em ver como Gregg quebra os cientificismos e expõe os conceitos didaticamente, de maneira a facilitar a compreensão do tema bastante complexo. Crendo ou não, é sempre bom investigar como vai a mente e o coração. È como sempre digo, leia tudo com senso crítico, botando as informações à prova e descartando o que não lhe calhar bem. O livro tem muito mais do que consigo ser capaz de dizer. Só lendo mesmo.

domingo, 10 de julho de 2011

A MUDANÇA ESTÁ ACONTECENDO AGORA


Há muitos indicadores científicos quantificáveis que mostram que a Terra e o Sistema Solar estão passando por mudanças que nunca haviam se produzido no registro da história humana. Muitos médiuns e canalizadores dizem que nós entramos no início de uma mudança dimensional que já está a ter profundos efeitos nas vidas de todos. Além disso, alguns prevêem que na próxima década entraremos em um processo de Ascensão para consumar as profecias de Jesus.

Gregg Braden é, provavelmente, a pessoa mais reconhecida das que estão avaliando e revelando os fenômenos científicos que indicam a mudança. Ele ficou intrigado com tudo isso quando trabalhava para a Phillips Petroleum no final de 1970 e percebeu que o magnetismo da Terra estava em seu ponto mais baixo em 2000 anos e continuava diminuindo a ritmo acelerado. Com o tempo Braden escreveu um livro – Awakening to Zero Point (Despertando para o Ponto Zero) – em que documenta este e outros indicadores da rápida mudança de nosso planeta.

Wynn: É verdade que os pólos magnéticos da Terra estão agora mesmo em pleno processo de mudança?

Gregg: Na verdade desde maio-junho-julho de 2002 as publicações científicas são amplamente conhecidas e aceitas pela primeira vez que estamos em um processo de inversão polar.

Nos anos 60 os geólogos estavam certos de que a Terra passava por uma inversão assim periodicamente. Eles sabiam, por amostras subterrâneas, de gelo e fósseis, bem como pelas partículas magnetizadas que ficavam bloqueadas em certas posições no interior das rochas terrestres.

Os geólogos estavam tão seguros desse fenômeno que de fato haviam mapeado os últimos 4,5 milhões de anos, e os registros resultantes sugeriram que a Terra havia passado por 14 destas inversões dos pólos. Naquela época, 1961 e 1962, os cientistas pensavam que a última inversão polar havia ocorrido na última glaciação, há 10-12 mil anos. E estavam confiantes que ia voltar a ocorrer, mas não antes de vários milênios, portanto, não havia com que se preocupar.

Mas nos anos 90, os geólogos começaram a desenvolver este tipo de informação. Se eles haviam dito que levaria milhares de anos para ocorrer novamente, começaram a dizer que: “Bem, pode acontecer, mas dentro de alguns milênios”. Mas agora há evidencias recentes que vem das amostras de gelo antártico e da Groelândia, que mostra que isso poderia voltar a acontecer logo, em uma década.

Agora sabemos que atualmente os pólos estão se movendo, e agora mesmo. Não sabemos exatamente o significado disso porque, mesmo que tenha acontecido 14 vezes nos últimos 4,5 milhões de anos, nunca havia acontecido com mais de 6 bilhões de pessoas vivendo na Terra. (Nota MM: Em várias canalizações de Aïvanhov foi citado um ciclo de 320.000 anos. Se dividirmos 4,5 milhões por 14, o resultado aproximado é de 321.000 anos.)

Wynn: Voce está dizendo que é de conhecimento geral?

Gregg: É de conhecimento comum entre as pessoas que devem saber destas coisas. Por exemplo, os regulamentos da U. S. Força Aérea dizem que, quando os pólos se movem entre 5 e 8 graus, as pistas dos aeroportos devem ser renumeradas para fazer com que os números correspondam com os rumos magnéticos para a visão dos pilotos.

O primeiro aeroporto dos EUA a cumprir esta norma foi Minneapolis/St. Paul, que investiu na ordem de 85 mil dólares para renumerar e adequar as cabeceiras das pistas. Mas o que aconteceu no contexto temporal de maio-junho-julho de 2002 é que revistas como a Nature, Science, Scientific American y New Scientist publicaram artigos que afirmaram que definitivamente estamos em um processo de inversão magnética e as notas da agência Associated Press os recolheram.

Os cientistas não têm idéia sobre qual será o impacto disto sobre as grades de força eletrônicas e eletromagnéticas. E mais, não sabem o que isso significa para o sistema imunológico humano. Algumas modalidades de curas alternativas têm demonstrado a ligação entre o sistema imunológico e o magnetismo, e também que nossos sistemas imunológicos poderiam muito bem estar sintonizados com os campos magnéticos da Terra. Sabemos que os pássaros e os animais migram seguindo as linhas desses campos magnéticos.

Por isso especula-se que as mudanças que estão ocorrendo nestes campos magnéticos, sejam os responsáveis pela mudança dos padrões migratórios dos pássaros que se registraram na Ásia e na América do Norte. A mudança nos campos também poderia explicar porque as baleias estão encalhando. As linhas de navegação que sempre guiaram as baleias mudaram e agora elas são conduzidas para a praia.

Quando devolvidas ao mar e liberadas, elas voltam a se alinhar com as mesmas linhas magnéticas e ao segui-las, tornam a encalhar novamente. Portanto, sim, é do conhecimento geral. As revistas científicas mais respeitadas dizem que já estamos na mudança. E embora não saibamos o que isso significa, é importante que algo assim esteja sendo reconhecido por essa classe de literatura comprovada e não só por revistas especulativas ou pseudo-científicas.

Wynn: Quando foi reconhecida pela primeira vez esta mudança magnética?

Gregg: Deve ter sido em junho ou julho de 2002. As pessoas me enviaram emails falando do que tinham visto e dando referências. Também eu mesmo encontrei referências nas revistas.

Wynn: Será que iremos sobreviver a uma inversão polar completa?

Gregg: Qualquer resposta a essa pergunta necessariamente pertence ao domínio da especulação, porque isso nunca aconteceu na história dos registros humanos tradicionais. Por outro lado, existem tradições nativas e antigas tradições bíblicas hebraicas que sugerem ter acontecido uma mudança magnética antes da última era glacial. Isso foi a 10-12 mil anos, mas estas tradições sugerem que a última mudança pode ter ocorrido bem recentemente quanto 3.600 anos.

As lendas nativas falam de um dia, há 3.600 anos, quando o sol se levantou no oeste como sempre foi, permaneceu no céu mais que um dia inteiro para ser pôr no leste, mas no dia seguinte ele nasceu no leste e foi para o oeste, como faz hoje. As tradições hebraicas também relatam este evento, acrescentando que ocorreu durante uma batalha.

Os antigos hebreus tomaram isso como um sinal de que um dos lados recebeu ajuda porque estava na luz celestial o suficiente para terminar a batalha com vitória. Não podemos verificar isso pelas rochas ou pelos registros fósseis, porque 3.600 anos é um período de tempo muito curto para que tal evento se reflita neles. Tudo o que temos são as tradições, as lendas e os mitos preservados em documentos escritos e orais.

No entanto, o que a tradição nos diz é que se algo assim vier a acontecer, o povo da Terra sobreviveria. Seria um dia realmente estranho, mas se as antigas lendas são verdade, aconteceu e as pessoas aparentemente sobreviveram. Mas não sabemos como isso afetou suas vidas.

Wynn: Você tem alguma idéia de como esta mudança magnética poderia alterar a consciência?

Gregg: Especula-se que há uma correlação entre o magnetismo e a consciência. A fim de entender como essa conexão pode funcionar, é útil compará-la com a memória de um computador. Os campos magnéticos da memória se mantêm em seu lugar graças a uma carga elétrica – uma corrente elétrica – que está dentro do próprio computador.

Quando as baterias do computador chegam ao fim, a carga se esgota e a memória se perde. E nós temos que reinstalar o sistema operativo. Da mesma forma, ambos pesquisadores e descendentes de povos indígenas, acreditam que quando a Terra passa pelo que a ciência considera uma inversão magnética, passa também por uma enorme mudança e limpeza de sua consciência.

Nada poderá sustentar todos esses padrões magnéticos que foram instalados. Portanto, quando formos despertados por esta mudança seremos conscientes de nossa verdadeira natureza, nossa verdadeira essência. E a memória de todos os males, todas as coisas ruins que aconteceram, todo o ressentimento e o ego e o que tivemos uns contra os outros como indivíduos e como nações deixará de fazer parte dessa nova consciência, dessa nova grade.

A partir dessa perspectiva, muitas tradições prevêem, sentem ou especulam que estamos nos aproximando do tempo que eles chamam de a Grande Limpeza e que esta limpeza está se produzindo ao nivel da memória central consciente.

Wynn: Então é possível supor que nossa memória está, de algum modo, ligada a este campo magnético.

Gregg: Eu acho que sim. E acredito devido aos estranhos relatos dos astronautas que saíram da Terra e viajaram para o espaço durante o Programa Apolo. Ao deixar a atmosfera da Terra e orbitar o planeta a muitas milhas de sua superfície, os efeitos do magnetismo terrestre sobre eles eram significantes. E os astronautas começaram a ter experiências para as quais não estavam preparados nem haviam sido treinados, experiências completamente inesperadas.

Quando eles estavam no espaço e contemplavam a Terra, começaram a ter sentimentos e percepções, sensações que nunca tiveram quando estavam nela. (NOTA MM: Conforme falamos em nosso texto, eles estavam fora da magnetosfera, ou seja, a grade de confinamento do planeta. E, uma vez fora dela, eles recebem a energia diretamente da Fonte). Isto significou algo diferente para cada um deles. Assim também aconteceu com amigos meus que estiveram no Vietnã, e voltaram completamente mudados. Aquilo mudou todos. Para uns a mudança foi tão dolorosa que nunca mais puderam sequer falar sobre isso, mas para outros esta mudança foi um catalisador e falam incessantemente disso.

Eu creio que agora já existe um programa especial do Serviço de Radiodifusão Pública que documenta estes fenômenos com os astronautas, que nunca voltaram a ser os mesmos depois. Quando eles regressaram, alguns não sabiam o que fazer com a experiência que tiveram no espaço sideral. Alguns caíram no álcool e nas drogas. Outros canalizaram a mudança que ocorreu neles, em projetos muito positivos que reforçaram suas vidas. Um deste último grupo foi o Dr. Edgar Mitchell, que fundou a Noetic Sciences Organization (Organização das Ciências Noéticas) em um esforço para corroborar o fenômeno da consciência humana. Outro astronauta empreendeu a busca pela Arca de Noé e acabou encontrando-a presa no gelo do Monte Ararat, exatamente onde a Bíblia disse que estaria.

Wynn: Então isso implica que estes astronautas, devido a terem deixado o campo magnético da Terra, tiveram algum tipo de despertar espiritual?

Gregg: É claro que eles passaram por uma catarse quando saíram da influência do campo magnético da Terra. Vemos que algo similar também acontece quando observamos os campos magnéticos da Terra. Sua presença sobre a superfície da Terra não é constante, e os mapas de curvas disponíveis do Serviço Geológico dos EUA, mostram intensas variações dos campos magnéticos sobre a superfície da Terra, onde são de uma intensidade muito alta e onde são de intensidade muito baixa.

Estes campos foram mudando com o tempo, o que pode realmente explicar porque a população humana migrava para lugares, como de fato fizeram. Foi por seguir estas curvas de nível magnético. O que acontece é que nos lugares de magnetismo muito baixo, onde os campos são quase imperceptíveis, parecem produzir inovações e mudanças tremendas.

Onde o magnetismo é tradicionalmente alto, são lugares de estagnação, onde a mudança, apesar de ocorrer, demoram muito tempo ou ocorrem muito lentamente. Se eu chegasse aqui vindo de outro mundo e não soubesse nada sobre as pessoas da Terra e estivesse buscando um lugar onde a oportunidade de mudança fosse máxima, eu buscaria as curvas de valor zero. E se você observar um mapa atual do magnetismo da Terra, você vai encontrar uma curva de nível zero que ocorre ao longo da Costa Oeste da América do Norte, subindo da costa da Califórnia até o Alasca.

Em outras palavras, o magnetismo ao longo da costa oeste é quase nulo! Quando pensamos na costa oeste, pensamos na aloucada Califórnia. Bem, a verdade é que a Califórnia é uma semente, uma das várias, e tradicionalmente tem sido muito inovadora em tecnologia, ciência, moda, finanças e arte, porque ali há uma oportunidade de mudança tremenda. Dentro da América do Norte a outra face disto seria a zona de máximo magnetismo, onde os campos magnéticos são mais intensos.

E são encontrados dentro de alguns estados do sul, os mesmos estados que são considerados tradicionalmente conservadores. Isso não significa que ali não possa haver nenhuma mudança. Em vez disso, a mudança leva muito tempo e as pessoas precisam de uma boa razão para sair do que sempre estiveram fazendo.

Wynn: Então onde o campo magnético é menos denso, as pessoas estão mais abertas para o que surge no momento?

Gregg: Está aberta à mudança, ponto. Isso não significa que a mudança seja boa ou ruim, nem certa ou errada. Isso é importante ficar claro. A consciência das pessoas é que vai determinar como irá se realizar esta mudança. Vou dar um exemplo irônico. Existe uma curva de nível zero que corre justamente na metade do Oriente Médio.

Na verdade corre quase diretamente sobra a zona do Canal do Suez, passando justo sobre Israel, ao longo de toda a costa do Mar Vermelho. Exato. Justo nessa zona existe uma curva de nível zero. Isto supõe que a zona é favorável à mudança. Mas novamente, o caminho para chegar à mudança (seja pacífico e construtivo, ou destrutivo e colérico) – é determinado pela consciência das pessoas que vivem ali.

Wynn: Portanto, não é nem boa nem má?

Gregg: Exato. É simplesmente uma oportunidade para a mudança. Ao mesmo tempo, as curvas de maior nível de magnetismo de todo o planeta, estão tradicionalmente sobre partes da antiga União Soviética, Rússia e Sibéria. Sabemos que nessa parte do mundo está localizado um sistema estacionário e que quando vem alguma mudança, esta tem sido lenta e dolorosa, de longo prazo e que tem produzido muito sofrimento. Mas que quando aconteceu, produziu um efeito cascata, quase da noite para o dia.

Então as correlações entre a consciência humana, as oportunidades para a inovação, para a mudança, para fazer as coisas de uma maneira nova, e o magnetismo de nosso mundo, são muito interessantes. A Terra tem muitas regiões de alto e baixo potencial de mudança.

Wynn: Nossos leitores vão querer saber qual a melhor maneira de lidar com as mudanças que estão ocorrendo em nosso mundo, em seu conjunto.

Gregg: Eu vou ser o mais conciso possível. Creio que a resposta para isso talvez esteja melhor criptografada nas palavras de nossos antecessores, os antigos Essênios, em um texto que tem mais de 2.500 anos. Ele nos lembra da nossa relação com o mundo que nos rodeia e diz simplesmente que nosso mundo é nada mais nada menos que um espelho daquilo em que nos tornamos nós mesmos.

Então quando olhamos dessa perspectiva, um mundo que parece cruel, estúpido e colérico, que trás sofrimento a nossos irmãos e irmãs de todo o planeta, esse mundo é um espelho daquilo que nos tornamos como indivíduos, famílias, sociedades e nações. Não é bom nem mal, nem certo nem errado. É apenas um reflexo do que somos. A condição do planeta é um mecanismo de “feedback” (retroalimentação).

Então se queremos ver a mudança em nosso mundo, devemos nos tornar esta mudança, em nosso cotidiano. Se queremos paz, tolerância, compreensão, compaixão e perdão, a nível global, devemos nos tornar isso. Na mesa de jantar. Com nossas famílias. Devemos nos tornar isso em nossas escolas. Devemos pedir que nos eduquem através da paz, da compaixão e da compreensão. Isso não tem que ser enfadonho ou chato. Isso pode ser excitante, mas não brutal, estúpido, cruel ou insensível.

Em nossas vidas diárias, cada momento de cada dia fazemos a escolha que nega ou afirma a vida em nossos corpos. Porque estamos ligados a essa rede. Todas as nossas escolhas individuais ficam depositadas nessa resposta coletiva de nosso futuro. Se queremos ver uma mudança coletiva, devemos nos tornar nessa mudança individualmente.

Wynn: Temos esta data de 2012 em que muita gente está dizendo que é o momento da mudança global ou Ascensão. O que você acha que vai acontecer?

Gregg: A data de 2012 é interessante porque aparece nas tradições Mayas e egípcias, em algumas tradições cristãs e, inclusive, no código bíblico, que é, em si mesmo, algo muito controverso. Tenho a sensação de que esta data poderia ser qualquer data. Se nos concentrarmos em uma data e vivermos nossas vidas nos preparando para a mudança nessa data, nós vamos perder a vida.

Do meu ponto de vista, basta que nos limitemos simplesmente a viver o máximo cada dia, que conciliemos as experiências que nos cruzam cada dia com nosso caminho, que aproveitemos as oportunidades de honrar a vida, de honrar nossas mútuas relações. Sendo honestos, confiáveis, carinhosos e compassivos, vivendo isto cada dia, e já estamos nos preparando para qualquer coisa que poderia vir em 2012 ou em qualquer outro dia do ano ou em qualquer outro momento em nosso futuro.

Conheço pessoas que estão vivendo suas vidas, guardando recipientes cheios de água e comida, preparando-se para o dia em que nosso mundo vai mudar. Eu entendo e acho que está bem ser auto-suficiente. Eu entendo o que estão expressando. Mas vejo também que dedicam muito de suas vidas a se preparar para esse dia e perdem a beleza e o mistério da vida que desabrocha a cada dia. Perceber essa beleza e esse mistério é o que nos prepara para os maiores desafios!

Wynn: Então basicamente, se quisermos aproveitar esta mudança com o melhor resultado possível para nós, a chave está em que vivamos cada dia dando de nós o máximo de amor e compaixão?

Gregg: Sim, e por isso, devemos viver cada dia de maneira consciente. Estar consciente das oportunidades. Reconhecer as oportunidades que vem a seu modo. Cada dia nos oferece a oportunidade de sermos tolerantes com outros sistemas de crenças, de perdoar alguem que nos tenha magoado ou irritado, de alterar nossos julgamentos sobre o que deveria acontecer ou não em nosso mundo.

Se podemos conciliar todas essas coisas que passam por nós e em seguida saber que, ao mudar a forma como nos sentimos, podemos mudar a química de nossos corpos, então estaremos preparados para qualquer transição que a Terra vai passar. Eu não sei se isso faz sentido.

Wynn: Sim, para mim faz. Há algo verdadeiramente importante a dizer ao mais próximo dos nossos leitores que podemos ter passado?

Gregg: Pela primeira vez em nossa história, o destino de nossa espécie, de toda a nossa espécie, repousa sobre as escolhas de uma só geração. E o que acabamos de fazer é falar do que consiste algumas dessas escolhas.

Maria Tereza Cordeiro enviou esta Mensagem

CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE

Gregg Braden, desenhista de sistemas de computação aeroespaciais e geólogo chefe da Phillips Petroleum, Gregg Braden é um cientista conhecido hoje por unir o mundo da ciência e o mundo espiritual, vale a pena ler o que ele diz!

Você sabe que hoje a ciência já provou através da física quântica que somos energia e que estamos todos conectados através de nossa vibração? Deus é puro amor, é energia e por ser energia, não desaparece, é imortal e está em todos os lugares. E como somos a imagem e semelhança de Deus, sabemos que somos energia e hoje podemos provar isso. Somos seres espirituais e não seres feitos de matéria.

Durante muito tempo achava-se que a menor partícula de uma célula, o átomo era feito de matéria. Depois descobriram que na verdade a maior parte de um átomo é vácuo, então achava-se que o núcleo que é muito pequeno seria material. Esta idéia caiu por terra quando através do uso de microscópios eletrônicos muito potentes verificou-se que o núcleo de um átomo é apenas uma energia condensada, não é matéria.

Mas se tudo o que existe no mundo “material” é feito de um conjunto de
células, estas são feitas de átomos e se um átomo de qualquer coisa não é material, então... No nível microscópio, nada é material, tudo é vibração, tudo é feito de energia condensada. Vivemos num universo de vibração e nossos corpos são feitos a partir da vibração da energia que emanamos constantemente.

O que você pensa sobre o seu corpo e a sua saúde?
Apesar de pouco conhecido ainda, a descoberta do Grande Código Isaías nas cavernas do Mar Morto, em 1946, revelou as chaves sobre o nosso papel na criação.

Entre estas chaves encontram-se as instruções de um modelo “perdido” de oração, que a ciência quântica moderna sugere que tenha o poder de curar nossos corpos, trazer paz duradoura a nosso mundo e, talvez, prevenir as grandes tragédias que poderia enfrentar a humanidade. “ Com as palavras de seu tempo, os Essênios nos lembram que toda a oração já foi atendida por Deus.”

Qualquer resultado que possamos imaginar e cada possibilidade que sejamos capazes de conceber, é um aspecto da criação que já foi criado e existe no presente como um estado “adormecido” de possibilidade.

A física quântica já foi apelidada de Física das Possibilidades, por nos dizer que tudo o que imaginamos encontra-se disponível como uma das possibilidades que vamos assimilar em nossas vidas, só devemos “atrair” a que desejamos através do pensamento.

CRIAR, ATRAIR OU ACESSAR?
A partir desta perspectiva, nossa oração baseada nos sentimentos deixa de ser “algo por obter” e se converte em “acessar” o resultado desejado, que já está criado no mundo vibracional [quântico, atômico] das infinitas possibilidades.

Nada é impossível, quando temos um desejo sincero, este desejo torna-se parte das nossas possibilidades futuras no nível quântico e só precisamos sintonizá-lo.

Então já sabemos que a ciência atual consegue provar através da teoria quântica que pensamento é energia, que toda energia tem uma vibração e que a vibração cria o mundo material, nossos corpos e todo o restante ao nosso redor foi e continua sendo criado através das nossas mentes coletivas.

Também sabemos que a luz é uma fonte de energia, então... A que estão conectadas as partículas de luz? Gregg Braden diz que estamos sendo levados a aceitar a possibilidade de que existe um NOVO campo de energia e que o DNA está se comunicando com os fótons por meio deste campo.

EXPERIMENTO 1
Neste experimento foi recolhida uma amostra de leucócitos (glóbulos brancos) de vários doadores. Estas amostras foram colocadas em uma sala com um equipamento de medição das alterações elétricas. Neste experimento o doador era colocado em outra sala e submetido a estímulos emocionais provocados por vídeos que lhe causavam emoções.

O DNA era colocado em um lugar diferente do doador, mas no mesmo prédio . O doador e seu DNA eram monitorados e quando o doador mostrava alterações emocionais [medidas em ondas elétricas] o DNA visualizado através de microscópios MUITO potentes expressava RESPOSTAS IDÊNTICAS E SIMULTÂNEAS .

Os altos e baixos do DNA COINCIDIRAM EXATAMENTE com os altos e baixos do doador.  O objetivo era saber a que distância poderiam estar separados o doador do seu DNA para que o efeito continuasse a ser observado.

Pararam de fazer provas quando chegaram a uma distância de mais de 80
quilômetros entre o DNA e seu doador, e continuaram obtendo o MESMO resultado. Sem diferença e sem atraso de transmissão . O DNA e o doador tiveram as mesmas respostas ao mesmo tempo.

Mas o que isto significa?
Gregg Braden diz que isto significa que as células vivas se reconhecem, com antecipação, através de uma forma de energia não reconhecida. Esta energia não é afetada nem pela distância nem pelo tempo. Não é uma forma de energia localizada, mas uma energia que existe em todas as partes e todo o tempo.

EXPERIMENTO 2
Outro experimento foi realizado pelo Instituto Heart Mat, nele se observou o DNA da placenta humana [a forma mais antiga do DNA] que foi colocado em um recipiente, onde podiam ser medidas as suas alterações.

Foram distribuídas 28 amostras em tubos de ensaio para um mesmo número de investigadores previamente treinados. Cada investigador foi treinado para gerar e EMITIR sentimentos , e cada um podia ter fortes emoções. O que se descobriu foi que o DNA mudou de forma de acordo com os sentimentos dos investigadores .

Quando os investigadores sentiram gratidão, amor e estima, o DNA respondeu RELAXANDO e seus filamentos se estirando. O DNA ficou mais longo .

Quando os investigadores SENTIRAM raiva, medo ou stress, o DNA respondeu SE ENCOLHENDO. Tornou-se mais curto e muitos códigos se APAGARAM. Alguma vez você já se sentiu carregado por emoções tensas? Agora sabemos porque nossos corpos também se afetam.

Os códigos do DNA se conectaram de novo quando os investigadores tiveram sentimentos de amor, alegria, gratidão, harmonia e estima e em muitos casos houve a cura física de doenças . Estas alterações emocionais provaram que eram capazes de ir além dos efeitos eletromagnéticos. Os indivíduos treinados para sentir amor profundo, foram capazes de modificar a forma de seu DNA.

Gregg Braden disse que isto ilustra uma nova forma de energia, que conecta toda a criação. Esta energia parece ser uma REDE TECIDA de forma AJUSTADA, e que conecta toda a matéria . Essencialmente podemos influenciar essa rede de criação por meio da nossa VIBRAÇÃO.

Há mais de cinqüenta anos, em 1947, o Dr. Hans Jenny desenvolveu uma nova ciência para investigar a relação entre a vibração e a forma.Mediante seus estudos, o Dr. Jenny demonstrou que a vibração produzia até geometria.

O Dr. Jenny produziu uma surpreendente variedade de desenhos geométricos, desde alguns muito complexos até outros bastante simples, em materiais como água, azeite, grafite e enxofre em pó. Cada desenho era simplesmente a forma visível de uma força invisível.

A importância destas experiências é que, com elas, o Dr. Jenny provou, sem espaço para dúvidas, que a vibração cria uma forma previsível na substância onde é projetada. Pensamento, sentimento e emoção são vibrações que criam um transtorno sobre a matéria em que são projetados, por esta razão precisamos tomar cuidado com o que pensamos e sentimos.

Muitas pessoas se exercitam, vão à academia, bebem muita água, comem alimentos saudáveis, mas vivem com raiva ou pessimismo, assistem sempre aos noticiários negativos, adoram filmes de guerra, drama, violência, conversam sobre crise financeira, guerras, estas pessoas geralmente não entendem por que ficam doentes e deprimidas...

O alimento que ingerimos é importante, mas as emoções são o alimento da alma e este alimento (as emoções) influenciam a nossa saúde e o nosso destino completamente.

Que tal ser amigo da sua alma? Veja coisas engraçadas, divertidas, alegres, bonitas, românticas, interessantes, instrutivas, espiritualistas, otimistas...

Deixe o noticiário de lado, as conversas negativas, os livros e filmes violentos e tristes, pois o que isso agrega de qualidade positiva em sua vida? NADA!!!! Negativamente: TUDO!!! Seja mais feliz, ame-se e cuide com o alimento da sua alma...

A chave para obter um resultado entre os muitos possíveis [assimilar uma das infinitas possibilidades que nos cercam] reside em nossa habilidade para escolher nossas emoções e sentir que nossa escolha já está acontecendo . Vendo a oração deste modo, como «sentimento», nos leva a encontrar a
qualidade do pensamento e da emoção que produz esse sentimento: viver
como se o fruto de nossa prece já estivesse a caminho.  Se Pensamento,
Sentimento e Emoção não estão alinhados não há União.

Se cada padrão se move em uma direção diferente o resultado é uma
dispersão da energia e o resultado da sua oração não é “recebido” por você.

« ...Qualquer um que diga a esta montanha: sai daí e joga-te no mar, não
vacilando em seu coração, mas acreditando que acontecerá, assim será!»
(Marcos 11,23). A chave para que a oração seja eficaz é a união do
pensamento, do sentimento e da emoção.

Se, por outro lado, os padrões de nossa oração se centram na união, como
pode o «material» da criação não responder a nossa prece?

COM QUE RAPIDEZ ISSO OCORRE?
Diz Gregg Braden que alguns de nossos cientistas estão observando que o magnetismo da Terra está diminuindo drástica e rapidamente. Inclusive já especularam em segredo sobre uma possível alteração nos pólos magnéticos
do planeta, prevista justamente para o ano em que termina o calendário maia,
e as Profecias Hope assinalam como o princípio de um novo começo: 2012.
A tão famosa era de Aquário.

Diz que quanto maior o magnetismo, maior é o tempo para a manifestação no nosso mundo o que pensamos e sentimos. Por conseguinte, quanto menor o magnetismo, menor será o tempo para nos encontrarmos com a manifestação de nossos desejos, então levará menos tempo para nossos desejo se manifestarem.

Vimos que geneticamente nosso DNA muda com as freqüências que produzem nossos sentimentos, e como é que as freqüências energéticas mais altas, que
são as do Amor, impactam no ambiente, de uma forma material, produzindo transformações não só em nosso DNA, mas no ambiente que nos cerca. Ou
seja, você possui muito mais poder do que imaginava...

Quanto mais Amor deixarmos fluir por nossos corpos, mais
adaptados estaremos para enfrentar o que possa acontecer em nossas vidas. Podemos conduzir TODO o nosso planeta, mediante nossos pensamentos
positivos em conjunto, para o melhor futuro possível.

http://www.slideshare.net/
Mensagem enviada por Mirian/Tererio

CIVILIZAÇÃO MAIA SEXTO SOL MUDANÇA DAS ERAS

Quando se diz que a Humanidade chegou a um período de transformação, e que a Terra deve elevar-se na hierarquia dos mundos, não veja nestas palavras nada de místico, mas, ao contrário, a realização de uma das grandes leis fatais do Universo, contra as quais se quebra toda a má vontade humana”.

De acordo com os Maias e os Astecas o Sexto Ciclo do Sol é para começar em 21.12.2012. Este Ciclo é também conhecido como a "Mudança das Eras".

Conforme as suas previsões é para ser o início de um ciclo que é baseado na harmonia e no equilíbrio. A humanidade e o planeta Terra está passando por uma grande mudança ou mudança na percepção da consciência e da realidade .

A civilização Maia na América Central é a mais avançada em relação ao conhecimento da ciência do tempo. O seu calendário principal é o mais preciso do planeta. Ele nunca cometeu um erro.

Os Maias têm 22 calendários no total, que abrangem muitos ciclos de tempo no Universo e no Sistema Solar. Alguns desses calendários ainda não foram revelados.

O Quinto Mundo Maia terminou em 1987. O sexto mundo começa em 2012. Portanto, estamos atualmente "entre mundos". Este tempo é chamado de "Apocalipse" ou revelando.

Isto significa que a verdade será revelada. É também o momento de se realizar transformações individuais e coletivamente.

O Sexto Mundo Maia está em branco. Isto significa que cabe a nós, como co-criadores, começar a criar o novo mundo e a civilização que queremos, agora.

Os Maias também dizem que em 2012 teremos ido além da tecnologia como a conhecemos. – Teremos ido além do tempo e dinheiro. - Teremos entrado na quinta dimensão depois de passar pela quarta dimensão.

À medida que caminhamos pela quarta dimensão efetuando nossa transformação íntima, vamos experimentando uma mudança na consciência. A quarta dimensão é mais um estado de espírito do que um lugar real.

O Planeta Terra e o Sistema Solar entrará em sincronização galáctica com o resto do Universo. - O nosso DNA sofrerá um "upgrade" (será reprogramado) do centro de nossa galáxia

Em 2012, o plano do nosso Sistema Solar vai alinhar exatamente com o plano da nossa galáxia, a Via Láctea. Este ciclo tem levado 26.000 anos para se completar.

Virgil Armstrong diz ainda que duas outras galáxias se alinharão com a nossa, ao mesmo tempo.  Será um evento cósmico!

O tempo está realmente acelerando (ou entrando em colapso). Tempo no entanto não existe - apenas o agora existe - como todas as pessoas conscientes o sabem.

Por milhares de anos, a Ressonância Schumann (um conjunto de picos do espectro do campo eletromagnético) foi 7,83 ciclos por segundo. No entanto, desde 1980 essa ressonância vem subindo lentamente.

Agora está em mais de 12 ciclos por segundo! Isso significa que há o equivalente a menos de 16 horas por dia em vez das antigas 24 horas. É por isso que o tempo parece estar correndo tão rápido.  Não é "tempo", mas a própria Criação, que está acelerando.

Durante o Apocalipse ou o tempo "entre mundos" muitas pessoas estarão passando por muitas mudanças pessoais. As mudanças serão muitas e variadas. Isso faz parte daquilo que temos de aprender ou experimentar.

Lembre-se, em dado momento, estamos a fazer decisões grandes e pequenas. Cada decisão é baseada em amor ou medo. Escolha amar, siga sua intuição, e não o intelecto. Siga o seu coração, o seu "desejo ardente interior". Vá com o fluxo.

As formas-pensamento são muito importantes e afetam nossa vida cotidiana. Nós criamos nossa realidade com formas de pensamento.

Se tivermos pensamentos negativos dos outros é isso que atraímos. Se tivermos pensamentos positivos, vamos atrair pessoas e eventos positivos.

Portanto, esteja ciente de seus pensamentos e elimine os desnecessários, os negativos ou os de julgamento.

Seja exigente com os sentimentos e as informações que você processa e trabalhe no sentido de curar o planeta e a si mesmo.

Seguindo o calendário Maia, esta fase “entre mundos” pode nos ajudar na libertação do círculo do tempo e do dinheiro, para liberar nossas mentes e abrir o caminho para a Nova Era para além da dimensão física.

A época atual é de transição; os elementos das duas gerações se confundem. Colocados no ponto intermediário, assistimos à partida de uma e à chegada da outra, já se assinalando cada uma, no mundo, pelas características que lhes são peculiares. As duas gerações que se sucedem têm idéias e pontos de vista opostos. Pela natureza das disposições morais, e, sobretudo, das disposições intuitivas e inatas, torna-se fácil distinguir a qual das duas pertence cada indivíduo. Cabendo-lhe fundar a era do progresso moral, a nova geração se distingue por inteligência e razão geralmente precoces, aliadas ao sentimento inato do bem e a crenças espiritualistas, o que constitui sinal indubitável de certo grau de adiantamento anterior.

Não se comporá de Espíritos eminentemente superiores, mas dos que, já tendo progredido, se acham predispostos a assimilar todas as idéias progressistas e estejam aptos a secundar o movimento de regeneração.

Mensagem enviada por Mirian/Nilton Fernandes Passos
www.slideshare.net

2012 COMO A MUDANÇA OCORRERÁ

O projeto 'Mass Dreams of the Future' nos dá relances da vida no futuro para as pessoas que vivem na Terra hoje. Categoriza os diferentes ambientes em que as pessoas vivem na era de 2100–2500 DC.

Entre agora e 2100 DC, virá um dia de ascensão em massa quando a Terra se elevará em vibração e levará consigo todos que estão prontos para operar na consciência centrada no coração. Aqueles que não desejarem ascender, escolherão ficar no mundo de terceira densidade ('3D') no qual nós vivemos atualmente.

A Mãe Terra realizará isto criando uma realidade de dois mundos para que aqueles que foram deixados para trás possam sobreviver. Isto é necessário porque as pessoas que estão na consciência de separação ou divisão de 3D não poderão operar no mundo de quarta densidade ('4D'). Se uma pessoa de 3D, acostumada a conflitos emocionais como raiva e violência, fosse arrastada à força para a 4D, sua resistência às energias mais altas sobrecarregaria o cérebro físico e ela logo perderia seu equilíbrio mental.

Para trazer uma realidade de dois mundos à existência, a Terra criará uma cópia do mundo físico 3D como uma realidade paralela. Realidade é um constructo de pura consciência que inclui as ilusões de solidez física, tempo e espaço. Realidades paralelas podem ser criadas pela consciência, como a sua consciência de alma que existe fora da ilusão de tempo/espaço.

Isso significa que sua alma pode criar e cria realidades paralelas individuais por simples curiosidade. Quando chegar a hora da ascensão em massa, a Mãe Terra criará uma realidade paralela global para esse propósito. Ela então elevará a nova realidade para a existência física de quarta densidade.

Existirão filtros de freqüência que automaticamente determinarão a qual realidade – 3D ou 4D – cada pessoa pertence baseados na habilidade dela de operar na consciência centrada no coração. Será, como Jesus anteviu no plano de Deus, a vindoura colheita de almas, como se “um será levado e o outro deixado para trás.”

Ser membro de uma determinada religião não é um pré-requisito para fazer a Mudança para a 4D. Ser um discípulo da filosofia espiritual não é um pré-requisito para fazer a Mudança para a 4D. Um coração amoroso e generoso é só o que é preciso.

Deveria ser observado que os animais geralmente estão livres dos conflitos de consciência de separação do estilo 3D e poderão fazer a Mudança para a 4D bem naturalmente. Afinal de contas, a predição, “e o leão se deitará com o cordeiro,” requer que o leão e o cordeiro primeiro mudem deste mundo 3D para a nova Terra 4D, cheia de paz.

Quando o grande evento de ascensão da Mudança ocorrer, as pessoas se encontrarão em um ambiente mental que é mais refinado e delicado do que aquele ao qual nós estamos acostumados em 3D. Junto com a adaptação à consciência 4D sincera, elas começarão a construir um mundo novo baseado nos princípios de cooperação e compaixão.

Enquanto isso, enquanto nós estivermos construindo esta grande Mudança na consciência, existe a oportunidade de servir o plano de Deus para a iluminação da humanidade no Planeta Terra. Esta é a oportunidade que as almas espirituais esperaram vidas para experienciar. Esta é a oportunidade de fazer uma diferença enorme no bem-estar espiritual dos milhões de pessoas deste planeta neste momento crítico.

Caminhe corajosamente no mundo e faça o trabalho de Deus ajudando outros a despertar para o amor nos corações deles. O tempo para a colheita de almas é agora!

Owen Waters é o autor de A Mudança:
A Revolução na Consciência Humana
http://www.infinitebeing.com/ebooks/theshift.htm

Paula X, enviou esta Mensagem