sábado, 31 de outubro de 2009

VERTICALIZAÇÃO DO EIXO DO PLANETA TERRA

Com a verticalização do eixo da Terra, o nosso planeta entrará numa região do espaço que é um portal natural de aceleração vibracional, que o conduzirá à quarta dimensão física da relação espaço-tempo, haverá uma sutilização da matéria física.

A sutilização fará com que a energia da matéria comece a se libertar, a se expandiros átomos deixarão de ser tão condensados.

Para explicar melhor o que é essa sutilização, podemos dar o exemplo dos estados físicos da água.O estado físico mais denso da água, todos sabemos, é o gelo.

Para "sutilizarmos" a água, seria necessário aquecermos o gelo, com o aquecimento a água vai passando a estados cada vez mais sutis de manifestação.

A natureza da matéria, não muda, o que muda é apenas o seu estado de manifestação, o gelo não pode condensar-se mais do que o seu estado presente, porém pode sutilizar-se mais e, estando no estado gasoso ou líquido pode se densificar para atuar em meios mais densos.

Com a sutilização da matéria física, a aura dos objetos se tornará mais visível, com uma película de energia ao seu redor. A noção espaço-tempo a que estamos acostumados também será alterada.

Quando ocorre um avanço dimensional, a tendência natural é que o tempo se "encurte", ou então vai deixando de existir aos poucos. É como se o tempo passasse mais rápido, fenômeno que já é possível observar nos dias de hoje.

O tempo/temporal está ficando cada vez mais agitado, e uma grande "correria"inicia-se em todo o mundo. com isso quase nem podemos acompanharos avanços tecnológicos.

 É como se o tempo tornasse cada vez mais curto para realizar e conquistar seus objetivos, implicando então nessa grande "correria" e luta pela sobrevivência no mundo.

É importante explicar que os fenômenos da transição já podem ser observados nos dias de hoje. Podemos então dizer que a Terra já não é totalmente um planeta de terceira dimensão, devido à natureza de suas novas vibrações que a cada instante se renovam.
Rosana enviou esta Mensagem

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

MAIAS SÉTIMA PROFECIA O QUINTO SOL

Pedra do "Quinto Sol" 
Catedral Metropolitana do Distrito Federal, Mexico

Os cientístas não sabem o que está acontecendo com o Sol.
No dia 20 de janeiro de 2005, uma surpreendente tempestade solar alcançou a Terra com sua máxima radiação 15 minutos após as explosões. Normalmente, demorariam 2 horas para chegar aqui. Segundo Richard Mewaldt, do Califórnia Institute of Technology, foi a mais violenta e mais misteriosa dos últimos 50 anos.

Os cientistas acreditavam que as tempestades se formavam na coroa solar pelas ondas de choque associadas a erupções do plasma. Entretanto, neste caso parece haver se originado estranhamente no interior do astro rei, segundo afirmou o professor Robert Lin, da Universidade da Califórnia.

Os astrônomos ficaram perplexos. O professor Lin – principal pesquisador do satélite Reuven Ramaty High Energy Solar Spectroscopic Imager (RHESSI)– expressou sua conclusão com uma frase muito simples: "Isso significa que realmente não sabemos como o Sol funciona".

O inusitado fenômeno de 20 de janeiro de 2005 acabou com os modelos de estudos da nossa ciência sobre o assunto. E porque o Sol produziu uma atividade tão intensa e anômala neste momento? O pico máximo de atividade da nossa estrela - no seu ciclo principal de 11 anos - aconteceu no ano 2000.

Em 2004 os físicos solares observaram uma ausência total das manchas, onde isso sempre anuncia a proximidade de alguma atividade no Sol.

Essa atividade mínima deveria ocorrer entre 2005 e 2006, uns quatro anos antes da máxima, prevista para o ano 2010 ou 2011, precisamente nas vésperas da data para a qual os antigos Maias profetizaram o final da era correspondente ao "Quinto Sol" e o começo de outro ciclo cósmico, chamado "Sexto Sol".Os Maias sabiam de algo que nossa ciência atual ignora? Os textos sagrados poderiam ajudar os cientistas a entender o comportamento do astro rei?E sobre tudo, por que motivo eles prestavam tanta atenção na atividade solar dos nossos dias naquela época?

O Calendário Maia termina de repente no sábado 23 de dezembro de 2012, 5.125 anos depois de se iniciar a era do "Quinto Sol".

Segundo as profecias, a causa física desse término é que o Sol receberia um raio oriundo do centro da galáxia e emitiria una imensa "chama radioativa" que transmitiria a radiação a Terra e conseqüentemente a todo o sistema solar. Este evento acontece antes do começo de um novo ciclo cósmico.

Segundo os dados Maias, já houve cinco ciclos de 5.125 anos, completando uma série de 25.625 anos, período muito próximo ao da "precessão dos equinócios", conhecido como "Ano Platônico" ou "Grande ano Egípcio", correspondente a um ciclo completo formado por 12 eras astrológicas (25.920 anos).

Segundo os Maias, a cada ciclo de 5.125 anos finaliza o prazo de uma humanidade (raça) na terra – primeiro a destruição, seguida pela regeneração que traz o ciclo seguinte, o "Sol". No começo são feitas sincronizações da "respiração" de todas as estrelas, planetas e seres.

No dia 11 de agosto de 3.113 a.C. os Maias fixaram o nascimento do "Quinto Sol" – A era atual – cujo final será em 2012. A era da água acabou com o Dilúvio, a seguinte foi com o dilúvio de fogo e a nossa chamada de "Era do Movimento", chegará ao fim com violentos terremotos, erupções vulcânicas e furacões devastadores.

A mitologia de várias culturas antigas fala de inundações catastróficas que aconteceram há uns 12.000 anos e de misteriosas chuvas de fogo, há cerca de 5.000 anos, onde pesquisadores como Maurice Cotterell associam a um grande cometa que cruzou a atmosfera terrestre.

A profecia Maia também descreve os 20 anos anteriores ao primeiro dia do "Sexto Sol" com certo detalhe. Este ciclo menor, denominado Katum, já chegou a quase dois terços da sua duração total. Ele nos permite verificar até que ponto da atualidade foi cumprido suas profecias e conseqüentemente, decidir se seus acertos merecem suficiente credibilidade.

O último Katum – denominado por eles "o tempo do não tempo" teve início no ano de 1992 do nosso calendário, logo após a um eclipse do Sol que eles profetizaram para o dia 11 de julho de 1991 e que aconteceu realmente. No entendimento dos Maias, se trata de um período de transição, caracterizado por grandes mudanças cósmicas, telúricas e históricas.

Em setembro de 1994 foram detectadas fortes perturbações no campo magnético terrestre, com alterações importantes como a orientação migratória das aves e cetáceos e inclusive o funcionamento da aviação.

Em 1996, a sonda espacial Soho descobre que o Sol não apresenta vários, mas somente um campo magnético homogeneizado. Em 1997 aconteceram violentas tempestades magnéticas no Sol e em 1998 a NASA detectou a emissão de um potente fluxo de energia vindo do centro da galáxia onda ninguém soube explicar.

Outra data importante da profecia Maia foi o eclipse total do Sol em 11 de agosto de 1999 que aconteceu exatamente como eles falaram. Segundo o Chilam Balam (livro sagrado Maia) após sete anos do início do último Katum (1999) começa uma era de escuridão e os desastres na terra (terremotos, furações e erupções vulcânicas) aumentariam consideravelmente.

No dia 15 de agosto de 1999, 1 mês após o mencionado eclipse, aconteceu uma misteriosa explosão vindo do espaço e por causa disso algumas estrelas ficaram em eclipse durante horas. As radiações das ondas de radio, raios gama e raios X multiplicaram sua intensidade em 120%.

Os astrônomos Richard Berendzen e Bob Hjellming, do Observatório Radio astronômico do Novo México (EE UU), qualificaram esse fenômeno como um enigma "digno de uma investigação minuciosa"

Diante desses acontecimentos podemos se perguntar:
Poderia ser essa misteriosa e inexplicável radiação de 1999 o raio proveniente do centro da galáxia que segundo os Maias, alcançaria o Sol antes do ano 2012 resultando nos fenômenos sísmicos aqui na Terra? Podemos se perguntar também sobre a "chama radioativa" que segundo os Maias, o Sol emitiria após receber esse "raio". A Igualmente enigmática e anômala explosão solar de 20 de janeiro de 2005 que deixou perplexos e sem respostas os cientistas pode ser esse acontecimento?

Outra coincidência interessante é que o dia 11 de agosto de 1999, não só teve o eclipse total do milênio, mas teve também a formação de uma configuração astrológica muito rara: A grande luz cósmica formada pelos signos de Touro, Leão, Escorpião e Aquário, pelo Sol, pela Lua e três planetas (ANO/ZERO, 102)Esta Cruz também é dita no Apocalipse porque evoca os "quatro moradores do Trono"

O primeiro é descrito como "semelhante a um leão (Leo)
O segundo semelhante a um touro                          (Tauro)
O terceiro "com semblante humano"                   (Aquário)
O quarto semelhante com uma águia                 (Escorpio)

Estamos diante de um simbolismo complexo que encaixa as profecias Maias do começo do "Sexto Sol", uma nova era que segundo sua predição acabará com o "tempo do medo" e uma humanidade renovada pelo cosmo construirá uma civilização superior que a atual.

Com toda essa expectativa é inevitável não lembrar a mestres como o Sri Aurobindo que junto com sua companheira Madre e seu discípulo Satprem promoveram uma transformação fisiológica convencidos de que um ser humano superior deve produzir "o despertar" do corpo das células até o átomo.

Aurobindo ensinou que aconteceria um "pouso de luz superior nas partes mais baixas da natureza" onde favoreceria o acesso do ser humano a um nível de consciência mais elevado do que o atual.

Poderia essa mudança ser ativada ou favorecida por esse grande evento cósmico que foi anunciado pelas profecias Maias? Pode esse salto vibracional do universo, transmitido pelo universo ao Sol e do Sol para a Terra estar impulsionando a "grande transformação" que segundo os Maias chegará definitivamente ao nosso planeta no sábado 23 de dezembro de 2012?

Todas as profecias afirmam veementes a respeito de um salto qualitativo na evolução da consciência humana. A mudança cósmica criará as condições, mas a mudança interior só pode ser feita por uma decisão livre e com um trabalho individual de cada um dos humanos.

Quando "a porta cósmica" se abrir estaremos numa era renovada. A evolução biológica e psicoespiritual respondem a uma programação cósmica inteligente?
                                                          bitaig.org/tag/nasa                                                                            

terça-feira, 27 de outubro de 2009

O NOSSO PATRIMÔNIO ESPIRITUAL SÃO OS 12 FILAMENTOS DO DNA

Durante anos a ciência reconheceu que temos dois filamentos físicos ativos de DNA. Além desses, temos 10 filamentos energéticos que estiveram adormecidos  durante séculos. Estes filamentos adormecidos de DNA foram descobertos pelos cientistas, não sabendo qual seria a função deles, identificou-os como DNA "lixo".

O ácido desoxirribonucléico (DNA) é um ácido nucléico que contém todas as instruções genéticas utilizadas no desenvolvimento e funcionamento de todas as coisas viventes. A função principal do DNA é o armazenamento de informações em longo prazo. O DNA é freqüentemente comparado a um conjunto de projetos, já que ele contém as instruções necessárias para construir outros componentes de células. Os segmentos de DNA que carregam as informações genéticas são chamados genes, mas outras seqüências de DNA têm propósitos estruturais ou estão envolvidas na regulamentação do uso das informações genéticas.

O nosso DNA é o nosso projeto pessoal e, como tal, contém toda a nossainformação mental, física, emocional e Espiritual.

O Ser Humano original tinha 12 Filamentos de DNA trabalhando ativamente e mantendo a função total do Humano como um Ser Espiritual. Com a nossa preocupação exagerada com o pensamento através do lado esquerdo do cérebro, e com o fechamento dos nossos centros do coração, estes filamentos "extras" de DNA se perderam. Como conseqüência desta perda, nós passamos a viver em uma sociedade espiritualmente deficiente e as nossas capacidades intuitiva e curativa foram reduzidas drasticamente. Outro resultado dessa perda é que nós acessamos e usamos apenas uma pequena parte dos nossos cérebros.

O corpo humano é a coisa mais valiosa que jamais possuiremos. Ele armazena e mantém uma abundância de informações, sabedoria e conhecimento sobre todos os aspectos de nós mesmos, do nosso mundo e de toda a vida. Combinações de inteligência são armazenadas no interior do Ser Humano, e uma grande quantidade de dados é armazenada dentro do corpo. Dentro dos nossos corpos, estão as fórmulas necessárias para reproduzir outras formas de inteligência por todo o Universo.

No momento da concepção, nós recebemos das nossas duas linhagens sanguíneas diferentes (nossos pais) certas combinações e pares de genes recessivos. Estes genes contêm os códigos de luz que nos dão a maior oportunidade de acessar e desenvolver nossas capacidades Espirituais e de curar os aspectos danificados e feridos da nossa Alma.

Ao mesmo tempo, estes genes contêm lembranças que criaram bloqueios no nosso caminho para a unidade e deram início aos nossos sentimentos profundamente arraigados de separação, separação da nossa verdadeira essência e do nosso Criador. Estas lembranças de separação nos forçaram a criar experiências e situações nas quais nos são dadas oportunidades para curarmos a nós mesmos, nosso mundo e nossas separações.

Como Almas, escolhemos cuidadosamente os nossos pais e suas linhagens sanguíneas, de modo a facilitar experiências e situações que nos permitirão curar a nós mesmos. Portanto, escolhemos a dedo as nossas próprias estruturas de DNA e as possíveis oportunidades de ativar e despertar outros filamentos de DNA.

A energia da nossa Terra está passando por importantes mudanças vibracionais e movendo-se para níveis mais elevados de consciência. À medida que a Terra eleva Sua vibração, nós, como Seres Humanos, estamos recebendo muitas oportunidades de elevar a nossa vibração. Esta mudança está sendo chamada de Ascensão e existem muitas pessoas ao redor do mundo que estão vivenciando confusão e caos em seus mundos. No entanto, neste aparente caos e confusão, encontramos grandes oportunidades de crescimento, expansão e evolução.

Um dos aspectos mais emocionantes do nosso processo evolutivo é a reorganização do nosso DNA. Raios codificados com luz Cósmica do nosso Criador têm chegado à nossa Terra, estimulando as mudanças e reorganizando os nossos corpos Humanos. À medida que os filamentos codificados de luz são absorvidos no nosso ser, nosso DNA disperso está sendo reativado e reformado em novas hélices ou filamentos de DNA e está sendo reordenado em feixes.

À medida que este re-enfeixamento e esta reordenação progridem, nós criamos um sistema nervoso mais evoluído, que facilita que novas informações e dados entrem em nossa consciência. Muitas das células adormecidas do nosso cérebro estão sendo despertadas e estamos sendo capazes de acessar o potencial total do nosso corpo. Conforme nossos corpos se preenchem com mais luz, nossas memórias também se abrem, e à medida que o nosso DNA evolui, nós evoluímos em Seres Multidimensionais conscientes.

Nossos 12 filamentos de DNA ativam e conectam-se aos nossos 12 Chacras, portais de energia através dos quais acessamos nosso patrimônio Espiritual. Os 12 filamentos de DNA servem de ligação, através dos nossos 12 chacras, com a rede de energia externa aos nossos corpos. Os 12 chacras atuam como portais energéticos no nosso corpo, conectando-nos às forças vitais da existência. É através da abertura e ativação destes portais de energia que podemos começar a realmente conhecer a nós mesmos.

Como agora todos os 12 filamentos de DNA estão se formando, qualquer questão que não tenha sido trabalhada e esclarecida pacificamente na nossa história pessoal, criará caos. Sentimentos e lembranças estão vindo à tona, oferecendo-nos uma oportunidade de experienciar o tecido do nosso ser e revelando quem nós somos, através dos acontecimentos e crenças que estão intricadamente tecidos em nós.

Nossa tarefa é despertar, ativar e unificar todos os 12, criando a rotação dos 12. Esta rotação dos 12 filamentos de DNA e 12 chacras vai atrair para nós energias que vão se intermisturar e se mover através dos nossos seres, ativando e despertando os vários aspectos diferentes de nós mesmos. Isto disparará novas versões, entendimentos e significados de todos os acontecimentos em nossas vidas e no nosso mundo.

Nossos 12 chacras são conjuntos de energia onde podem surgir acontecimentos. Eles guardam a memória e a identidade, e cada um corresponde a um filamento do DNA. Estes 12 centros de energia devem ser acessados a partir do nosso interior, onde podemos sentir os dados correspondentes e traduzir nossas experiências dentro do contexto de nossas mentes.

Ao abrirmos nossos corações e mentes, todas as respostas aos grandes mistérios serão encontradas dentro de nós. É preciso que nos retiremos dos nossos sistemas de crenças atuais e criemos novos sistemas de crenças, pois a mente está estruturada para evoluir e formar nossas experiências baseadas naquilo que ordenamos. Nossa mente não é o nosso senhor; nós somos os senhores das nossas próprias mentes. A mente é apenas uma ferramenta a ser usada para criar a realidade, e nada mais.

Trabalhando conscientemente com as ondas de energia e luz que  entram na nossa Terra, somos capazes de perceber e compreender que a transformação deste planeta baseia-se na cura e poder das nossas mentes.

A ativação do DNA completo de 12 filamentos criará a conexão entre os nossos códigos genéticos humanos e nos dará acesso a todo o conhecimento e sabedoria. Isto é a consciência e compreensão de quem nós realmente somos.

Ao ativarmos todos os 12 filamentos do DNA, nós criamos um alinhamento dentro de nós mesmos, que nos permite mudar suavemente para níveis de vibração e freqüências de luz muito mais elevados, ajudando o nosso processo de ascensão ao despertarmos mais a nossa consciência humana.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

NOSSA SENHORA ABRAÇA O PAPA JOÃO PAULO ll


No se sabe por qué Juan Pablo II quiso mantener oculta esta foto por tantos años. La Santa Sede publicó hace poco, por vez primera, esta foto que fue tomada por los responsables de la seguridad, en el preciso momento del atentado al Santo Padre, cuando éste caía en el Papamóvil, doblegado del dolor.

Según explicó Joaquín Navarro Valls, portavoz de la Santa Sede, fueron muchos años de estudio sobre el revelado de esta increíble foto y por supuesto sobre la calidad de la película utilizada, ya que al primer momento del revelado no se lograba comprender la imagen porque no era muy nítida.

Finalmente y luego de haberla sometida a miles de controles con los fotógrafos mas expertos del mundo, decidieron que no había ningún truco en ella y hoy nos regalan este bello don de la Madre de Dios.

La presente foto y el resumen de la nota circula en todo el internet. No confirmamos la procedencia del vaticano, sin embargo – en diversas notas se establece que el vaticano avala lo establecido.  Un verdadero milagro ó una profecía de la Virgen de Fatima?

portalcot.com

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

GIGANTESCA PLUMA DE GÁS EM ESTRELA ÓRION

]
Sacerdote


Sem dúvida alguma, a constelação de Orion é uma das mais belas do firmamento e junto ao Cruzeiro do Sul é uma das primeiras que aprendemos a reconhecer desde pequenos. Além das "Três-Marias", Orion também abriga a conhecida Betelgeuse, uma supergigante vermelha que a cada dia se torna mais fascinante e perigosa. 

Betelgeuse não é uma estrela qualquer. Além de ser uma das mais brilhantes do céu noturno, Betelgeuse é também uma das maiores estrelas conhecidas, superando em mil vezes o tamanho do nosso Sol. Seu brilho é tão intenso que seriam necessários mais de 100 mil sóis para igualar sua luminosidade.

No entanto, toda essa grandiosidade tem um preço e Betelgeuse está próxima de seu fim. A estrela consome violentamente sua massa e quando seu combustível se esgotar explodirá em uma supernova tão intensa que poderá ser vista da Terra até mesmo durante o dia.

Nesta semana, cientistas europeus ligados à Organização Astronômica Européia para o Hemisfério Sul, ESO, revelaram mais uma faceta dessa supergigante e descobriram que a perda constante de massa estelar criou uma gigantesca pluma de gás do tamanho do Sistema Solar. Além disso também descobriram uma gigantesca bolha que parece flutuar sobre a superfície da estrela.



A descoberta da trilha de gás foi feita através do instrumento NACO de ótica adaptiva, que combinado a outras técnicas instrumentais permitiu aos cientistas obterem a mais nítida imagem de Betelgeuse até hoje feita. A nitidez atinge o limite teórico para um telescópio de 8 metros de diâmetro que é de 37 miliarcossegundos, equivalente a enxergar uma bola de tênis a 400 quilômetros de distância. 
As observações, feitas com o telescópio VLT nos andes chilenos, revelaram que o gás da atmosfera de Betelgeuse se move vigorosamente para cima e para baixo e que abolha formada é tão grandes quanto a estrela. As primeiras observações indicam que a ejeção da gigantesca pluma é consequência direta desses movimentos em larga escala.

Para ver a supergigante vermelha basta localizar a constelação de Orion e se orientar pela carta celeste mostrada acima. Nesta época do ano (Julho/agosto) a constelação nasce aproximadamente às 03h30 da madrugada e fica visível até os primeiros raios de Sol. Durante os meses de fevereiro e março Orion pode ser vista no céu durante quase toda a noite a partir das 19 horas. 


www.apolo11.com/spacenews.php

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

DEUS NO CEREBRO DE FREIRAS CARMELITAS

Em meados do ano passado, cientistas da Universidade de Montreal submeteram à ressonância magnética o cérebro de freiras carmelitas que disseram ter tido “uma experiência de intensa união com Deus”.

O objetivo imediato era ver de que modo a lembrança de Deus, nesse momento de epifania, se manifesta no cérebro. A longo prazo, a idéia dos cientistas é mapear os efeitos positivos da religião na mente dos fiéis, de modo a ser possível reproduzi-los artificialmente, considerando-se que a fé torna as pessoas mais felizes e nem todas as pessoas a têm.

Escaneado o cérebro de freiras
 Seria Deus o um pontinho amarelo?

A edição deste mês da revista Scientific American Mind, que comentou alguns dos resultados do trabalho, diz que o objetivo é também entender melhor a base neural de um fenômeno que desempenha um papel central na vida de tantas pessoas.

“Essas experiências existem desde o princípio da humanidade”, declarou Mario Beauregard, responsável pelo estudo. “Elas vêm sendo relatadas por todas as culturas. É importante estudar a base neurológica da experiência religiosa, assim como fazemos com a emoção, a memória e ou a linguagem.”

A ciência que estuda a base neural da espiritualidade e emoçao religiosa é a "Neuroteologia", também conhecia como Bioteologia ou Neurociência Espiritual.

A sua meta está em descobrir os processos cognitivos que produzem experiências espirituais ou religiosas e relacioná-las com padrões de atividade no cérebro, como elas evoluiram nos humanos, e os beneficios essas experiências.

As pesquisas neuroteológicas foram iniciadas nos anos 70 pelo psiquiatra e antropólogo Eugene d’Aquili, na década de 90 se juntou ao radiologista Andrew Newberg, da Universidade da Pensilvânia, que aos 35 anos tornou-se uma das principais figuras que explora as ligações entre espiritualidade e o cérebro

Andrew Newberg já havia submetido a exames tomográficos o cérebro de budistas tibetanos mergulhados em profunda meditação e um grupo de freiras franciscanas, que rezavam fervorosamente durante 45 minutos.

O resultado daquela pesquisa mostrou que as imagens do lobo parietal superior acusavam uma queda na atividade dessa região, que chegava ficar bloqueada no momento mais intenso, isto é, no momento que o meditador experimenta a sensação de iluminação religiosa.

O mais interessante é que essa área do cérebro proporciona ao homem o senso de orientação no espaço e no tempo.Isso levou os pesquisadores a concluírem que, privados de impulsos elétricos, os neurônios do lobo parietal desligariam os mecanismos das funções visuais e motoras do organismo.

Isso levou Newberg a dizer: 
O sentimento de unicidade parece paralisar os receptores sensórios da região parietal”.  Exatamente por isso, o cérebro não consegue traçar fronteiras e por isso percebe o “eu” como um ente expandido, ilimitado e unido a todas as coisas.

As imagens dos lobos temporais, na região do “cérebro emocional”, também conhecida como sistema límbico, indicam uma atividade intensa dessas áreas durante as experiências contemplativas.

domingo, 11 de outubro de 2009

ARCANJO MICKAEL RESPONSABILIDADE


A responsabilidade de sua atividade para o mundo aumentou consideravelmente desde que a Hierarquia da Luz aceitou, aprovou e justificou a importância da união com os discípulos.

Esta é a razão pela qual Nos é impossível prodigalizar mais Luz em vosso espaço vital sobre a Terra. A Lei Cósmica não permite que os Seres de Luz cuidem sozinhos dessa tarefa, pois a resposta deve vir daqueles que geraram o caos sobre a Terra dos filhos do homem.

Fé, proteção e força enchem a atmosfera da Terra e se atuardes com estas forças, elas se desenvolverão ilimitadamente. Devemos conter-Nos e não intervir em vossa evolução porque os homens, em geral,ainda necessitam aprender através de experiências próprias.

Entretanto, podemos auxiliar aqueles que participam de Nossa tarefa, atuando como Portadores da Luz para melhorar as situações sobre o Planeta Terra. Nossos auxiliares usam e aplicam as forças cujo uso estamos ensinando para autopurificarem-se e ressarcir os erros praticados.

Desde o começo da Criação deste sistema solar e planetário, Ela se propôs a dirigir a evolução da Terra; todavia não intervém no livre arbítrio do homem que fez mau uso do mesmo.

Cabe à Hierarquia permitir que no início de outro ciclo evolutivo venham à tona as conseqüências ou os efeitos de tais erros que ficaram para trás, e após essas experiências, eliminá-los para sempre.

Continuai a obra que vos foi ditada pelos Amigos da Luz, convictos de que a vitória sobre o Bem prevalecerá.

Eu Sou um Protetor para aqueles que servem à Luz

MESTRE SANAT KUMARA/MESTRA VENUS FRATERNIDADE BRANCA

MESTRE SANAT KUMARA!  MESTRA VENUS!

Irmandade formada pela Hierarquia Iluminada que dirige a Terra, com a função de traçar o Plano Divino de Evolução, acompanhar os resultados, dispensar energia aos locais do Planeta acompanhar e acelerar o processo de evolução e ascenção da humanidade .

Fundada por Mestre Sanat Kumara, Logos Planetário, Representante do Planeta Vênus, Ancião dos Dias e Deus da Paciência é o verdadeiro Salvador da Terra, pois no momento em que mais precisávamos e estávamos prestes a ser excluídos do Sistema Solar, Ele se dispôs a recuperar o Planeta Terrae torná-lo viável para a evolução humana.

Sua proposta foi aceita pelo Conselho Cósmico, ele só poderia retornar ao seu Lar quando tivesse preparado alguém para substituí-lo e para isso foi necessário ficar no PlanetaTerra por milhões de anos velando e dirigindo a humanidade.

Antes da vinda do Mestre Sanat Kumara, 30 Kumaras o precederam. Eram Sacerdotes muito evoluídos e poderosos, que se ofereceram como voluntários para construir Shamballa, a cidade de onde o Grande Regente deveria dirigir a Terra e deveria ser uma cópia de seu Lar, em Vênus. Dos 30 Arquitetos de Vênus:

 Serapis Bey    Mestre Chohan do 4º Raio
Mestre Kuthumi   Instrutor do Mundo

Sete Kumaras que vieram depois como Guarda de Honra do Mestre Sanat Kumara e, mesmo depois de Seu Retorno a Vênus, continuam protegendo o atual Senhor do Mundo, como Guardiães das Forças de Shamballa. Cada um representa um Raio de Luz.  Mestre Sanat Kumara voltou ao Planeta Vênus, com sua Alma Gêmea, Mestra Vênus.

Príncipe Gautama
 durante centenas de anos foi Budha,
 assumiu o cargo de Senhor do Mundo

Budha
Grande Lord Divino,

Lord Maitreya
Ele foi o Cristo Cósmico
assessorou Mestre Jesus, que agia através Dele.

Mestre Kuthumi, quanto Mestre Jesus
 foram instruídos pelo Lord Divino.
Quando este deixou o cargo de
 Instrutor do Mundo, Cristo Cósmico,
assumiram os dois Mestres por ele instruídos:
Mestre Jesus e Mestre Kuthumi.

Espírito Santo Cósmico
 que é quem filtra todas as energias 
 para trazê-las ao Espírito Santo da Terra.

É Lei Cósmica que os Mestres Ascensionados só poderão auxiliar a humanidade com a correspondente irradiação da energia vibracionada por ela, esta energia poderá ser reforçada e voltará à Terra para auxiliar os seus habitantes.

Grande Fraternidade Branca é composta dos

Arcanjos
Extraterrestres,
Seres Cósmicos,
Mestres Ascensionados
Confederação Intergaláctica·
Elohins (linha dos Devas e Elementais).
Interplanetários, os Regentes dos Planetas

Os cargos e as Ordens Hierárquicas da Fraternidade Branca estão em movimento, são mutáveis. Os integrantes desta Hierarquia também crescem, e se elevam nos degraus da escada espiritual.

Senhor do Mundo
 Vibracionar da Hierarquia Divina

Budha da Evolução
Alimenta e mantém a Chama Divina,
no coração de cada ser humano

 Instrutor do Mundo
Planeja e exercita as religiões
e a Força Divina da Realização
para um período de cerca de quatorze mil anos

Maha Chohan
Espírito Santo para a Terra
É o Grande Senhor dos Sete Raios.
 Mestre Paulo, o Veneziano
 Mestre Saint Germain

Sete Chohans dos Sete Raios
agem nos diversos e múltiplos campos de trabalho
no mundo exterior, como nos planos interiores

Sete Grandes Arcanjos
Cada qual atua num determinado Raio.
Os arcanjos representam a sensibilidade da vida

Sete Grandes Elohins
Cada qual representa um dos Sete Raios.

Todas estas Hierarquias
são, na verdade, os Arquitetos do Planeta Terra

Manus
Responsáveis pelas Raças-Raízes.
Trabalham sempre em conjunto
com os Instrutores do Mundo e o Maha Chohan

Mestre Sanat Kumara
volta à Terra duas vezes por ano para presidir às Assembleias
que reunem, no plano mental superior, todos os membros da
Fraternidade Branca.

Anjos, Arcanjos,
seres encarnados em avançada escada evolutiva
e díscipulos da Luz.

Os orientais se encontram em Chigatzé, sobre o Himalaia. os ocidentais no Monte Branco os representantes das 3 Américas, junto ao Deus Lanto. Durante as assembléias são dadas instruções que são guardadas no fundo do nosso coração. Elas sempre surgirão no nosso cérebro físico para que possamos realizar o que houver sido decidido.

A maioria dos Iluminados por dezenas de vezes renasceu na Terra, conduzindo e instruindo a humanidade com relação ao autoconhecimento e em direção ao caminho da Ascensão na Luz. Eles são os Sábios que direcionam a humanidade. Todos poderemos ser um Iluminado em vida, seguindo os Seus exemplos.

Na evolução do ser humano é importante o conhecimento das Leis Cósmicas, pelos quais está regido, a elevação de consciência e a neutralidade de suas energias

Máxima Iniciática
 "Quando o discípulo está preparado, o Mestre aparece".

Clicar para ver o Vídeo

agrandefraternidadebrancauniversal.blogspot.com/




quarta-feira, 7 de outubro de 2009

MÔNADA

Constituida pela totalização das 12 Centelhas,  têm a sua própria Identidade como uma familia,. Mônada é o Núcleo Divino, a constituição das 12 Centelhas Energéticascomo 12 irmãos gêmeos univitelinos emanados, ao mesmo tempo pelo

Princípio Criador
DEUS ! O GRANDE ARQUITETO

Imagine, as famílias humanas, o como/quanto  prevalece a "força genética". Os anos passam, as situações muitas vezes  sobrepõe a capacidade em compreender/superar, mas prevalece a Unidade que constitiu o"elo consaguineo". 

São os pais, o núcleo que gera a Conexão com os seus filhos, dos seus filhos uns com os outros. Cada filho conectado deste Núcleo, direciona a própria vida, permanece a identidade consaguinia em seu Grau Máximo de Unidade. na verdade é o reconhecer que faz parte da mesma Mônada, do mesmo Elo Divino gerado por Deus.
Somos irmãs/irmãos, pertecentes a mesma Mônada, este o motivo da sincrônia, "reconhecer/ conhecendo".

DEUS! O GRANDE ARQUITETO

Gerou a Mônada, Família Energética, da qual pertencemos e somos constituidos, com o mesmo Padrão Vibracional Sonoro.Determina, Prevalece a Unidade da Identidade que nos identifica com as outras Mônadas

10 Centelhas Originárias do mesmo Núcleo Criador
como os nossos outros 10 "irmãos gêmos univitalinos"

Cada Centelha Energética
conecta-se com as 12 Hierarquias da Luz.
Cada Mônada é constitida de 12 Centelhas
conectadas com as 12 Hierarquias da Luz,
12 x 12 = 144

Campo Propulsor Gerador da Criação,
Merkaba
constitui o Corpo Energético Vibracional
dos 144.000 Avatares

01 x 12 = 012
02 x 12 = 024
03 x 12 = 036
04 x 12 = 048
05 x 12 = 060
06 x 12 = 072
07 x 12 = 084
08 x 12 = 096
09 x 12 = 108
10 x 12 = 120
11 x 12 = 132
12 x 12 = 144

Constituida a Merkaba, gera a Frequência
que vibraciona a Estrêla Dourada Tetraédrica,
que é a Consciência dos Avatares

01.000 x 12 = 012.000
12.000 x 12 = 144.000

São os Construtores de todas as Eras,
que gera a Malha Galáctica, Cósmica, Planetária

Em cada particula infinitesimal da Criação
reside o gene da Mônada, que a constitui

DEUS! O GRANDE ARQUITETO
No Gênese disse Cria-se
Está determinando a cada Mônada
 co-participes do Incriado/Criado

Texto Neusa Rocha Teles
neusarochateles@uol.com.br

Formatação do Slide
Renato Cardoso
contato@renatocardoso.com.br

Slide Mônada
www.slideshare.net/1950/monada - Estados Unidos