terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

MOLÉCULA ESSENCIAL À VIDA É ENCONTRADA A 26.000 ANOS-LUZ DA TERRA

Representação esquemática do glicoaldeído, a molécula chave
para a existência da vida, detectada a 26.000 anos-luz da Terra
Univ. College London

Cientistas detectaram uma molécula de açúcar a 26.000 anos-luz da Terra em uma região de nossa Galáxia onde pode haver planetas habitáveis. Esta molécula orgânica está diretamente ligada à origem da vida.

A descoberta foi feita por um grupo internacional de cientistas por meio do radiotelescópio IRAM, localizado na França. A região onde foram detectados os sinais da molécula de açúcar é um verdadeiro berço de estrelas, com variados processos de formação de novos corpos celestes.

Açúcar da vida
"Esta é uma descoberta importante porque é a primeira vez que um glicoaldeído, um açúcar básico, foi detectado em uma região de formação de estrelas, onde podem existir planetas que podem potencialmente abrigar a vida," explica a Dra. Serena Viti, uma das autoras do artigo que descreve a descoberta.

Moléculas de glicoaldeído somente haviam sido detectadas anteriormente na direção do centro da nossa galáxia, onde as condições são extremas em comparação com o resto da galáxia.

A nova descoberta, em uma área mais "amena", também dá evidências de que a produção dessa molécula chave para a vida pode ser comum ao longo da galáxia.

Busca por vida extraterrestre
A notícia está sendo comemorada por todos os cientistas que trabalham na busca por formas de vida extraterrestres, na medida que uma maior disseminação dessas moléculas aumenta as chances de que elas existam juntamente com outras moléculas essenciais para a vida e em regiões da galáxia onde podem existir planetas semelhantes à Terra.

O glicoaldeído é o mais simples dos monossacarídeos. Ele pode reagir com a substância propenal para formar a ribose, um constituinte fundamental do RNA (ácido ribonucléico), que se acredita ser a molécula central para a origem da vida.

Site Inovação Tecnológica

Nenhum comentário:

Postar um comentário