sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

MISTERIOSO HEXÁGONO DE SATURNO

Durante um voo até os arredores de Saturno na década de 1980, a sonda espacial Voyager registrou uma estranha nuvem hexagonal no pólo norte do planeta. Quase trinta anos se passaram e ninguém ainda pode afirmar com certeza o que há por trás do fenômeno.

A imagem acima foi obtida pela sonda espacial Cassini e, comparada com os registros feitos pela Voyager, mostra como a nuvem se manteve relativamente estável mesmo após mais de duas décadas – abaixo é possível ver como a nuvem mantém a forma mesmo em rotação.
Pesquisadores simularam hexágonos e outras formas poligonais com um turbilhonamento de líquido dentro de um tanque em velocidades variáveis, sugerindo que o hexágono de Saturno pode ser uma esquisitice da mecânica dos fluidos de corpos em rotação. No entanto, a longevidade e estabilidade desta corrente de jato de Saturno vão deixar os cientistas coçando suas cabeças nos próximos anos.

Especialistas acreditam que o formato foi criado a partir de ventos conhecidos como “correntes de jato”, correntes de ar velozes que acontecem nas camadas mais altas da atmosfera.

Para se ter uma ideia das dimensões da nuvem, basta dizer que nela caberiam “quatro Terras”.

Na parte superior da imagem é possível ver a sombra de Júpiter sobre os anéis de Saturno.

Nasa, HypeScience

Nenhum comentário:

Postar um comentário