segunda-feira, 18 de abril de 2011

GNA CÉLULA TRANSFORMADA EM ENERGIA

Nós temos o DNA, que é nosso código genético. O GNA é o complemento desse código, como se fosse o nosso DNA transmutado para energia. Então, o GNA é uma célula transformada em energia.

Algumas pessoas têm o GNA ativo, outras não. Quem nasceu a partir de 1971 já tem o GNA ativo. Quem nasceu antes, tem que ativá-lo.

Quando o GNA está em atividade, essa célula energética se desenvolve, ao ser desenvolvida, projeta-se ao oposto dela: ela estando à direita projeta energeticamente a sua correspondente à esquerda, na mesma posição. Por exemplo: se ela está a um centímetro da face, no pescoço, exatamente um centímetro do mesmo ponto ela vai transmutar outra célula, com a mesma energia. E o processo continua. Ela vai se projetando para cima, para baixo e assim sucessivamente, transmutando células-matéria em células-energia, até que todas sejam energia

Todos os seres humanos têm um certo grau de paranormalidade, mas nem todos sabem usar essa energia psíquica. Manifestações paranormais de efeitos físicos (entortar, quebrar objetos) significam que você conseguiu desprender energia na matéria. E essa energia é desprendida com a ativação e o desenvolvimento do GNA.

Para ativar o GNA existem técnicas especiais, utilizando essas técnicas, qualquer pessoa pode ativá-lo, desenvolvendo a seu poder mental.

O GNA é necessário para acelerar nosso processo de evolução. Transmutar nosso metabolismo para energia, despertar nossa consciência, fazer com que acessemos o conhecimento cósmico. Nós estamos aquém de nossas reais capacidades mentais. A Espiritualidade nos diz que o ser humano existe nessa realidade com a intenção de redescobrir o seu Dharma (missão de vida) e assim cumpri-lo.

O mundo tridimensional bloqueia o nosso conhecimento, então é difícil desenvolvermos algumas capacidades psíquicas (vidência, a percepção, a premonição, a telepatia, a clarividência, tudo o que abrange o grupo psigama, a região livre do cérebro). Devemos trabalhar para favorecer esse "despertar".

Alguns estudos nos dizem que até o DNA se transformar em energia, ele terá doze hélices (e não apenas duas como atualmente). Doze filamentos que representarão os seis estágios evolutivos da alma.

As sensações de quem tem o GNA ativo normalmente são: enxaqueca constante, dor na região cervical, tensão na musculatura, o pescoço estala muito, zumbido nos ouvidos (uma pressão que não é arterial, nem é labirintite). Se a pessoa tem essas sensações, vai ao médico e não descobre nada, isso pode ser excesso de energia, pode ser o GNA em atividade.

luzeterna.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário