segunda-feira, 18 de abril de 2011

GNA VERDADEIRO CÓDIGO ESPIRITUAL

Desde que o DNA foi definido como uma helix de duas bandas antiparalelas de nucleótidos complementares (A,T,C,G) todo um novo mundo se abriu para a Ciência. O Genoma Humano já foi todo sequênciado, provas de ADN são usadas em medicina forense, testes de paternidade, doenças genéticas, medicamentos DNA-específicos.. etc.

Esta sequência de aminoácidos presente em quase todas as nossas células diz-se conter toda a nossa informação genética: traços físicos, psiquicos e provavelmente morais, embora não se consiga encontrar o onde de cada uma dessas coisas...

Após um certo limite é tudo somente expeculação.
No mundo da Espiritualidade, as coisas vão bem mais além, visto q n há barreiras ao pensamento.

Um tema muito actual no mundo espiritual é o GNA (AGN), que é o que se chama do nosso verdadeiro código espiritual! Este não é composto por duas cadeias, mas sim 12! sendo 2 delas físicas (as que a nossa ciência acredita) e as demais 10 etéricas.

Os Lemurianos falavam já de 32 bandas deste código, mas vou deixar esse tópico para outra altura.

O GNA, é um tema que já circula também os meios científicos, sendo que muitos investigadores lutam para provar a exsitência destas bandas não tão visiveis.

O nosso DNA (do qual 97% é considerado lixo sem qualquer valor e somente os restantes 3% é que codificam informação válida). Evidentemente esses 97% não são lixo... contém é informação sobre as nossas vidas passadas (registos akashicos) que a nossa ciencia ainda n sabe interpretar.

As demais 10 bandas (que já foram vistas pelos miscroscópios!!!) são chamadas pelos cientistas de DNA sombra

Alguns métodos recorrem á seguinte caracterização de bandas:
1 par (físico)
responsáveis por aspectos do corpo físico. Mostram a predisposição duma pessoa em relação a algumas condições de saúde, envelhecimento, metabolismo, etc..

2º par (etérico)
Tratam dos aspectos emocionais, bem como inclinações para padrões emocionais.

3º par (psíquico)
Contem o perfil genético mental. Traduzem se a energia mental vai ser usada em pensamento directo, linear, lógico ou intuitivo, artistico, etc. Contem tambem informação sobre se a pessoa é optimista ou pessimista.

4º par (alma)
Contém o chamado Karma(ou Dharma para os que preferem). Predisposições para padrões karmicos trazidos para esta vida, feridas karmicas... energia inacabada simplesmente. Se os comandos correctos forem empregues, é possível terminar estes projectos abertos a qualquer altura.

5º par (astral)
Influencia electromagnética do sistema solar, integrado com a força da gravidade de onde a pessoa nasceu. Contem os códigos que podem ser lidos numa carta astrológica.

6º par (transformação)
Habilidade de criar e re-criar. A parte mais espiritual do nosso ADN. Connectada a todas as criações, está ligada com o Universo.

Uma teoria é que no passado, todas estas bandas estavam connectadas entre si e o ser humano no ápice da sua vertente espiritual em permanente conecção com os outros mundos, mas estas ligações foram-se perdendo e os trabalhadores da luz focam em re-daquirir estas ligações perdidas... este GNA pode ser activado através de frequências, decretos, ou normalmente através de atitudes ao longo da vida.

As frequências de Solfeggio são um exemplo disso: O que são ?
http://www.youtube.com/watch?v=tgMQOAWeVs0

Depois da reactivação do GNA benefícios possíveis:
- desaparecimento de rugas
- crescimento capilar
- aumento da intuição
- maior acuidade auditiva e visual
- estabilização do peso
- maior crescimento das unhas
- aumento da percepção
- mudanças a nivel social
- experiências de limpeza
- maior conecção ao mundo espiritual
- saber qual é a nossa missão.
- certeza de sermos filhos de Deus
   encarnados neste planeta com um propósito divino

Não vou abordar com mais pormenor o tema, pois o que importa é que trabalhemos pa isso, e uma compreensão teórica aprofundada do tema só complica aquilo que devia ocorrer naturalmente, fazendo com que o nosso racional interfira no processo.

ciencia-e-espiritualidade.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário