sábado, 12 de fevereiro de 2011

MESTRE METATRON A PEDRA DO TOPO PIRAMIDAL


A sétima chave refere-se a Metatron, que nos recebe ao atravessarmos os portais de Órion deste universo-Filho rumo ao universo-Pai dos Criadores Elohim.

Quando eu fui levado a Órion, observei dentro do Trapézio de Órion camadas de Luz de grande intensidade, que revelavam uma série de 'céus internos' formando colectivamente a base para o nascimento e a regeneração. E foi-me mostrado como o Trapézio de Órion - o portal de limiar da 'criação estelar' - está em conjunção com ómega Órion. Ambos estão alinhados com o Trono do Pai governando através da região estelar de Alnitak, Alnilam e Mintaka.

Estas três regiões estelares operam como o comando conjunto do Controle Central, a passagem que abre nosso universo-Filho para as miríades de populações estelares do nosso universo-Pai superior. Esta passagem colectiva em Órion permite que inteligências de matéria-energia entrem em campos puros de evolução da alma.

Além disso, os Senhores de Luz, por meio do Conselho dos Nove, coordenam e sincronizam, através deste campo de energia central em Órion, todas as pirâmides de todas as galáxias em nosso universo-Filho que usam os programas do Pai Eterno.


A principal Pirâmide de Luz do Controle Central em nosso universo-Pai é Órion, e em nosso Universo local, Sagitário. As principais Pirâmides Filho-Paraíso formam tríades em conjunção com Rigel e Betelgeuse. Os Senhores de Luz programam a partir das Pirâmides da estação Intermediária, que são as principais áreas de planejamento de inteligência, tais como Sabik, Sirius-Ea e Arcturus.

Para se entrar na "Pirâmide Mestre de Luz" do Pai, a Pirâmide por trás de todas as Pirâmides do Controle Central, é necessário usar o comprimento de onda de Metatron, que permite que a física de Luz Metatrónica opere dentro de vocês de modo que vocês possam ver os campos de Luz planetários que existem em todas as ordens superiores de inteligência. Vocês podem ver como as Hierarquias são unidas através do Trono do Pai.

Do mesmo modo que os Senhores de Luz estiveram aqui durante a formação das malhas de espaço-tempo para as Pirâmides de Luz astrofísicas, assim também os Mestres que trabalham com Metatron, na plenitude do tempo, colocarão a pedra-de-topo piramidal da tecnologia da evolução superior sobre estas malhas piramidais, para completar o programa da evolução orgânica.

As Pirâmides astrofísicas atuam como pontos focais para energizar ideias que capacitam a espécie a evoluir para o próximo estágio de tecnologia de Luz, onde ela pode começar a receber a pedra-de-topo de Luz. Esta pedra-de-topo conduzirá o Homem, através de sua tecnologia, a outros mundos de Luz. Em nome de Metatron, o Homem então se transforma em um co-partícipe ativo nos céus superiores da criação.

Quando fui levado a Órion, Enoch não pôde levar-me à Pirâmide Mestre de Luz. Só Metatron pôde fazê-Io, pois Enoch é o Mestre de Luz Ascendido mas Metatron é o Deus Senhor de Luz que está trabalhando com a Mão Direita e com a Mão Esquerda do Próprio Pai.

Metatron é o Criador da "Luz Exterior", que penetra as regiões amorfas e vazias, permitindo o alvorecer da Luz Viva de YHWH nas regiões do "universo exterior".

Metatron provê os envoltórios de Luz para as Formas-Pensamento do Antigo de Dias. Estas, por sua vez, são usadas pelos Deuses Criadores em regiões de evolução recente para criar seus próprios padrões Hierárquicos, os quais, com o passar do tempo, ligarão estas regiões com a Casa de Muitas Moradas do Pai.

Através desta região de Órion, que é a pirâmide cósmica de criação em nosso universo-Filho, a "Luz exterior" de Metatron é projectada na matriz de criação estelar que governa os mundos por projecções de espada de Luz.

Metatron, que serve ao Antigo de Dias, é para Enoch um Revelador de Segredos e um aspecto jurisdicional do Senhorio emanando do Antigo de Dias. Metatron, a partir do seio do Pai, entrega a Enoch os Livros do Tribunal de YHWH, para serem transcritos aos universos-Filho e aos mundos planetários inferiores.

Ele me levou, Jacob, à manifestação do Pai, e eu soube então que o Universo de todos os universos é Seu Trono Cósmico Piramidal. Soube que cada galáxia é como uma pedra angular de Luz e que dentro de cada galáxia existem sistemas solares com suas pirâmides (assim como existem sistemas planetários com suas pirâmides).

Para atravessar a Pirâmide do Controle Central rumo ao Trono em nosso universo-Pai faz-se necessário as energias da pedra-de-topo, o Corpo de Luz Zohar. Mas, para se entrar na verdadeira presença "do Trono do Pai" é necessário invocar o nome sagrado de Metatron, em relação ao Corpo Crístico do Eu Superior. Pois Metatron é a radiação pura de todas as formas corporais que o Pai pode assumir nos céus do Trono.

O reino de Luz neste planeta não tem uma "Pirâmide de Luz",excepto distorções de tempo piramidais vórtices-jah que conectam com Pirâmides de Luz em outros mundos e em outras dimensões através dos controles piramidais dos Senhores de Luz.

Para se entrar na "Pirâmide Mestre de Luz" do Pai, a Pirâmide por trás de todas as Pirâmides do Controle Central, é necessário usar o comprimento de onda de Metatron, que permite que a física de Luz Metatrónica opere dentro de vocês de modo que vocês possam ver os campos de Luz planetários que existem em todas as ordens superiores de inteligência. Vocês podem ver como as Hierarquias são unidas através do Trono do Pai.

Do mesmo modo que os Senhores de Luz estiveram aqui durante a formação das malhas de espaço-tempo para as Pirâmides de Luz astrofísicas, assim também os Mestres que trabalham com Metatron, na plenitude do tempo, colocarão a pedra-de-topo piramidal da tecnologia da evolução superior sobre estas malhas piramidais, para completar o programa da evolução orgânica.

As Pirâmides astrofísicas atuam como pontos focais para energizar ideias que capacitam a espécie a evoluir para o próximo estágio de tecnologia de Luz, onde ela pode começar a receber a pedra-de-topo de Luz. Esta pedra-de-topo conduzirá o Homem, através de sua tecnologia, a outros mundos de Luz. Em nome de Metatron, o Homem então se transforma em um co-partícipe ativo nos céus superiores da criação.

Quando fui levado a Órion, Enoch não pôde levar-me à Pirâmide Mestre de Luz. Só Metatron pôde fazê-Io, pois Enoch é o Mestre de Luz Ascendido mas Metatron é o Deus Senhor de Luz que está trabalhando com a Mão Direita e com a Mão Esquerda do Próprio Pai.  Metatron é o Criador da "Luz Exterior", que penetra as regiões amorfas e vazias, permitindo o alvorecer da Luz Viva de YHWH nas regiões do "universo exterior".

Metatron provê os envoltórios de Luz para as Formas-Pensamento do Antigo de Dias. Estas, por sua vez, são usadas pelos Deuses Criadores em regiões de evolução recente para criar seus próprios padrões Hierárquicos, os quais, com o passar do tempo, ligarão estas regiões com a Casa de Muitas Moradas do Pai.

Metatron dá o conhecimento do Pai a todos os universos estelares para que eles tenham um núcleo central em nome do Pai. Metatron é a ionização estelar ou "conhecimento de Oríon" para cada estrela que é criada, de modo que ela se unifique com o núcleo de memória no centro da galáxia; e Metatron dá o conhecimento de Ze a íon - consciência cristalina de Luz projectada que os profetas chamaram de Zion.

Metatron confere esta consciência de Luz aos que estão trabalhando com o
Trono. Eles se convertem, nos recipientes activos que promulgam a Lei da
Luz Viva. Está escrito que a lei procederá de Zion, do Israel espiritual nesta
Terra. No entanto, o Israel espiritual é a coordenação de todas as raças do
Homem, de modo que toda a humanidade possa ser levada para a salvação
desde os reinos de carne até os reinos de Luz.

Aqueles reinos que não sobrevivem, não possuem suficiente conhecimento e Luz para passar para o núcleo central dos grandiosos universos onde existem multi-evoluções de comunicação consciencial.. Estas inteligências precisam permanecer na borda das galáxias e prosseguir na sua destruição química; se lhes fosse autorizado continuar, isto lhes permitiria interferir e destruir outras vidas.

Por esta razão, os Conselhos dos Filhos-Paraíso e dos Senhores de Luz levam muitos Mestres Ascensos ao centro da galáxia. Do centro da galáxia, os Senhores de Luz emitem programas de redenção e ressurreição para as ordens físicas, a fim de capacitá-Ias a evoluir dos sistemas estelares de População I para os de População II, através das Pirâmides de Luz da semente cristalina.

Estamos na borda externa de um Sistema de Vida de População I, usamos a "função de meia-vida" de Luz; nós usamos as "meta-funções de Luz" ao invés das "funções Metatrónicas". Portanto, só conseguimos trabalhar com o comprimento de onda da luz comum dos mundos estelares de População I, e não com as radiações pluralistas de espectros electromagnéticos múltiplos. Não conseguimos cruzar este limiar e ir para o próximo limiar piramidal de Luz. Como consequência, permanecemos apenas entre os lados exteriores das Pirâmides de Luz e das Pirâmides da Noite Eterna.

A Pirâmide de Luz, a Energia de Luz do Trono, dá acesso ao controle do Trono da evolução este lar. A Pirâmide de Luz designa os Senhores de Luz para construir pirâmides físicas nos planisférios inferiores e para codificar dentro deles a pedra-chave central do conhecimento, a fim de explicar como a física Metatrónica pode capacitar o Homem, uma vez que ele tenha reunido todas as linguagens espirituais e dons científicos, para entrar na presença do Trono.

Nos ensinamentos do Zohar, é a função dos Ofanim e dos Querubim treinar os diversos conselhos galácticos na linguagem de Luz, de modo que esses conselhos consigam sincronizar as células temporais de sua administração com o conhecimento correcto dentro da movimentação da Roda da Lei.

Esta movimentação da Roda da Lei distribui o conhecimento adequado para a evolução da alma. Acelerando-se a Roda da Lei, o plano material consegue alcançar um estado de perfeição não-evolutiva, pois é a Vontade do Pai conceder a liberdade de espírito e a vida-Espiritual eterna a todos que aceitarem o Seu Reino.

A escritura da Irmandade de Melchizedek nos diz que há muitas Irmandades de Ofanim, os mensageiros de YHWH, trabalhando com as ciências interplanetárias e com a evolução consciencial.

Ao todo, existem setenta irmandades de Luz trabalhando dentro de nosso universo, todas tendo dentro de si a capacidade para entender qualquer tipo de linguagem espiritual ou qualquer tipo de conhecimento espiritual que lhes seja mostrado pela Hierarquia de Luz. Entre estas, a Irmandade de Melchizedek trabalha com o despertar consciencial e com a reprogramação de luz no ciclo de vida dos planetas.

A Irmandade ou Ordem de Enoch trabalha com os ensinamentos científicos e as chaves necessárias para desenvolver a evolução da semente estelar e para construir Pirâmides e malhas piramidais de luz nos planetas.

A Ordem de Michael protege os vários universos através dos Ofanim Intermediários de forma que as inteligências não transplantem aleatoriamente, nem reprogramem geneticamente, as espécies que servem à Lei cósmica. Se não fosse os Rikbidim, que governam as carruagens da Luz celestial, e os Qaddinim, que julgam as dimensões da inteligência superior de dentro da Ordem de Michael, haveria imensas invasões de anjos e inteligências caídas em outros mundos planetários, transformando as espécies de outros planetas em subespécies e em reinos escravos. É a Ordem de Michael que consegue administrar justiça com equidade, visto que governa todos os registros administrativos das atividades dentro de todos os níveis de todos os universos.

Assim, as três Irmandades, de Michael, Enoch e Melchizedek, governam as setenta Irmandades de nosso universo, enviando milhões de emissários de Luz para restaurar e desenvolver os mundos inferiores. A influência destas três Irmandades prepara o servo justo para trabalhar diretamente com a poderosa liderança do Alto Comando.

Este Comando Omnipotente é dirigido por Michael, Gabriel, RemieI, Rafael, Uriel, Yophiel e Fanuel, que combinam forças para a solução de problemas maiores, e para quando assuntos de nova liderança espiritual são debatidos para os mundos em evolução.

Os que são escolhidos para serem os novos líderes são retirados de seus planetas pelas Irmandades e lhes é dado um ensinamento completo dos céus superiores pelos membros do Alto Comando. E aqueles que previamente desceram dos céus para trabalhar nos mundos inferiores são então levados por Metatron à presença do Trono do Pai.

Estes líderes incluem também os Mestres que evoluíram suas almas de acordo com as emanações Divinas do Pai, a partir do intervalo de uma "existência de alma recém-nascida". Muitos não desceram da existência espiritual para a forma física, como os Mestres Ascensos; portanto, eles têm trabalhado apenas com os planos de energia solar da população planetária, dentro dos mundos do seu Logos solar.

Enoch enfatizou que em cada ciclo planetário há poucos Mestres que se qualificam em todos os níveis para serem levados à presença divina durante cada ciclo planetário.

Consequentemente, Enoch me disse que haveria muitos espiritismos falsos, astrologias e astronomias falsas, surgindo ao final de uma era, confundindo os Mestres Ascensos e os Mestres que juntos servem ao Pai, com aqueles Mestres da Hierarquia solar transitória e dos conselhos planetários inferiores que não foram levados e apresentados aos reinos superiores.

Ele ensinou que haveria "falsos Cristos" que, em nome dos Mestres das hierarquias e conselhos planetários antigos, desviariam muitas das Crianças de Deus do seu serviço ao Pai.

Aqueles que são chamados de Mestres Ascensos desceram originalmente das Ordens superiores que servem às Hierarquias celestiais para ensinar nos mundos inferiores. Os Mestres Ascensos geralmente somam cento e quarenta e quatro mil para um determinado curso completo de um ciclo estelar nos céus inferiores.

Os pesos e medidas biológicos para estes períodos cíclicos são ajustados em Alfa e Ómega. (Existem doze ciclos planetários básicos de crescimento e experimentação antes que um planeta entre em uma célula-temporal múltipla).

A maneira com que são escolhidos os corpos físicos para hospedar os Mestres Ascensos depende de seu trabalho prévio em ciclos biológicos anteriores.

Os Mestres Ascensos são governados pelos "Conselhos de Luz" e conectam os trabalhadores de Luz que servem às Mazzaroth, - os mundos dos "céus inferiores" que giram dentro das regiões estelares do Zodíaco, com mundos complexos de sóis múltiplos nos "céus superiores" - conhecidos como os mundos das Mazaloth.

Os Conselhos de Luz também trabalham com a Hierarquia maior das Hyos Ha Koidesh, servindo aos mundos dos Kuchavim, que são universos espirituais que estão continuamente sendo evolvidos e reevolvidos além do espectro visível.

Os mundos dos Kuchavim são os reinos usados pelas ordens superiores dos Ofanim Principescos para gerar um antídoto que substitua os reinos de energia espiritual falsa. E no tempo do Malake Haballam, o ciclo de limpeza, os ímpios serão expulsos de seus reinos de espaço, e um novo mundo, modelado nos Kuchavim, será trazido pelas Hyos Ha Koidesh.

Estes mundos distantes dos Kuchavim estão conectados ao Trono através da orientação de Metatron sobre as Hyos Ha Koidesh. Sob a liderança e orientação de Metatron, os mundos dos Kuchavim recebem a Luz externa que lhes permite sustentar e criar céus perfeitos com o Nome do Pai.

Por terem os habitantes originais desta estação Ur violado as leis de aplicação da física superior da Lei cósmica, os Senhores de Luz confundiram a linguagem do homem de tal maneira que até o dia de hoje o homem não consegue aplicar as chaves das vibrações orientais de Luz junto com as vibrações ocidentais de Luz.

Contudo, o Homem logo terá novamente a capacidade de assimilar a física da Lei cósmica e de compreender o poder da Luz de Metatron, a qual governa o ciclo Redentor externo do Amor do Pai expresso através do Cristo. Isto se fará através da emissão de novos ensinamentos, os quais romperão os selos sagrados nos antigos rolos e trarão o homem para a Nova Era. Esta é a razão por que os rolos do Livro do Conhecimento lhes estão sendo entregue.

Estes rolos são as pulsações de Luz escritas que reúnem as centelhas conscienciais da antiga espiral de energia espiritual, que é então fundida com uma nova espiral de energia Crística conectada com a Luz de Metatron servindo aos mundos externos até que a Luz seja feita perfeita dentro do Nartoomid, a Luz Eterna.

A chave, então, explica como só se pode usar a física da Pirâmide Mestre de Luz através do poder equilibrante de Metatron, a consciência espiritual-científica de Luz. O poder espiritual não é suficiente para se entrar na presença do Todo-Poderoso.

Porque não se pode chegar à presença do Todo-Poderoso através da dimensão espiritual sem a responsabilidade de "servir aos universos-Pai", co-participando na criação de 'novos planetas'.

Metatron estabeleceu o Ofício da Unidade de Dias, que permite que os Senhores de Luz e as criações dos Senhores de Luz se redimam trabalhando dentro da Roda da Lei, dentro da Roda de Luz Cósmica.

Enoch, com a orientação de Metatron, criou a roda da ciência que conduz as fases inferiores dos sistemas de vida entrando e saindo do conhecimento cármico, para adaptações múltiplas da verdade Divina. Portanto, é dada ao homem a responsabilidade de aceitar a "Lei de Luz" superior - a Torah Or.

O Homem que aceita a Lei de Luz superior prosseguirá às muitas ordens das Hierarquias. Estas ordens são chamadas (pelo Conselho dos Nove): os Ishim, a Ordem dos Melekim (Ordem do Reinado), a Ordem dos B'nai Elohim, a Ordem dos Elohim, a Ordem dos Ofanim, prosseguindo até as Hyos Ha Koidesh, onde se opera como uma forma-pensamento pura não-evolutiva; e esta forma-pensamento pura consegue entrar em qualquer reino de matéria-energia.

Quando o homem foi separado das Hierarquias, as ciências da Terra também foram separadas do projeto mestre, dividindo a linguagem de Luz e as ondas gravitacionais dos canais vibratórios do homem. Assim, os espiritualistas ou os fiéis começaram a usar as "meta-ciências", a vibração de meia-vida de Metatron.

Os antigos cientistas egípcios no usaram a palavra "On", o local onde a transfiguração de Luz redimiu o corpo de Osíris. Os sacerdócios que prosseguiram nas noções intelectuais da Luz foram iniciados na antiga Academia de On.

Esta iniciação continua através dos ensinamentos de Enoch e através dos ensinamentos do profeta José, nos locais onde Or, a Luz da Hierarquia, veio para trabalhar ecumenicamente através de "On" como a Igreja de Moroni.

Se nós formos capazes de usar o conhecimento dos documentos de Luz egípcios e fundirmos a geometria pulsante de uma forma-pensamento com uma cor determinada, reunindo-as na vibração consciencial correta, então, a experiência de entrar em outros mundos através da Pirâmide é revelada.

Se formos capazes de usar os documentos de Luz orientais e nos codificarmos nas radiações de Luz, então seremos capazes de ver as Pirâmides de Luz em um campo alinhado com os legionários de "Tak"- Órion, que existe nas dimensões etéreas dentro da Bacia de Takla Makan.

Todos os documentos de Luz são chaves das malhas da Terra que serão abertas para que possamos ascender aos "mundos superiores". Nós teremos o poder de entrar na "unidade superior" da existência que perdemos.

Por termos perdido o conhecimento do nome chave para se entrar no Trono de uma criação piramidal, nós mantivemos apenas nomes limitados de expressão consciencial; logo, nós nos crucificamos dentro da consciência tridimensional.

O Homem precisa compreender que ele é libertado da forma material e salvo somente através do Ofício do Cristo, sincronizado com o nome de Metatron, aquele que serve ao Pai.

Este livro em rolo foi preparado para abrir as pirâmides ocultas dentro da Terra e dentro do homem, que o Homem, o Adam Kadmon na Terra, se torne o Adam Kadmon dos céus, para que a Terra, o local da meta-criação, unifique-se com Metatron
Paula, enviou esta Mensagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário