domingo, 12 de setembro de 2010

GEOMETRIA SAGRADA

Em toda a criação há um efeito de espiral - fino, mas forte - e ele brilha da esfera original para dentro de todos os níveis da vida orgânica. E alguém ou alguma coisa, em algum lugar puxa sua primeira respiração diretamente na presença de sua chegada, não por acaso…

A Geometria Sagrada é a canção da vida. Em nosso universo tudo – as estrelas, o céu, a terra, inclusive nossos pensamentos, imaginação e premonições, nossas emoções e sentimentos – tudo que se manifesta na realidade, se manifesta através de proporções geométricas sagradas com zero de exceção. Assim afirmam os pensadores esotéricos de todos os tempos.

A Flor da Vida traz as leis e proporções de todo o mundo vivo e manifesto. No Egito e outras civilizações espirituais antigas, os pontos e linhas da Flor da Vida Planetária foram conhecidos em toda a superfície do planeta e criou-se o que se chamou a ciência da geomancia.

Nos pontos nefrálgicos da rede energética foram construídos as Pirâmides e os Templos, foram mapeados assim todos os lugares sagrados e mais tarde, já em nossa era, foram colocados aí igrejas e depois bases militares, sendo possível controlar o que pensamos e sentimos através do controle da rede.

É a forma do corpo energético planetário, humano e de todas as espécies vivas. O corpo energético ou etérico é a matriz do corpo físico, tudo que se manifesta no físico, aparece antes no copo etérico/energético. Ele é o ponto de comunicação, de ligação entre os mundos superiores (emocional, mental e espiritual) e o físico/material. Assim se especializaram os chineses há milhares de anos na geomancia e na acupuntura para a cura com o conhecimento dos pontos principais da rede, permitindo que a energia harmônica fluísse melhor nos ambientes e na vida humana.

No Egito Antigo, Hermes Trimegisto/THOTH criou avenidas de freqüências eletromagnéticas que produzia energia taquiônica, a maior energia de freqüência e vibração do universo através da construção do Templo Pirâmide de Saquara em um desses pontos da rede planetária.

A energia taquiônica é neutra e se compõe em pares de partículas que por terem carga elétrica contrária se anulam e se equilibram, não gera resitência e se move vinte e sete vezes mais rápido que a luz. É a energia do pensamento quando vibra na alta freqüência do amor.

A Pirâmide de Saquara gerava um campo eletromagnético elevado e sons que vibravam em diferentes freqüências onde toda a comunidade tinha a possibilidade maior de vibrar na freqüência harmônica e bela do amor. Também possibilitou movimentar os pesados blocos de granito e demais materiais para construção do complexo de Saquara.

Por intervenção de Thoth, Rha e Aragot a rede foi reestabelecida “artificialmente”. E isto foi feito da seguinte maneira: Eles localizaram um ponto, um nó da rede em que chamaram ponto zero. Esse ponto zero é exatamente o local onde hoje fica a Grande Pirâmide do Platô de Gizé no Egito. São de nós da rede como este que fica no platô de gizé que emanam da Terra – do cristal de ferro do centro da terra para a superfície – a energia Crística, energia harmônica, amorosa, tem muitos nomes.

A partir deste ponto e em pontos dentro da espiral que aumenta a proporção de 1,618 – o número Phi que ficou conhecido como a DIVINA PROPORÇÃO por estar presente na beleza e harmonia em tudo criado pela força divina – foram construídas as duas outras pirâmides do complexo. E mais, foram mapeados todos os pontos sagrados do planeta como nós dessa rede dentro das espirais de Fibonacci que emanam a partir deste ponto zero. Permitindo ancorar e restabelecer o campo harmônico em todo o planeta.

É de suma importância, na economia da natureza e nas leis da cosmogonia, a fórmula desvelada por Fibonacci e que recebeu o seu nome. Tal fórmula é uma progressão harmônica e sinérgica, síntese ou chave de todo o processo evolutivo, e que se exemplifica como se segue: 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21… - dessa sequência que temos entre um número e outro de forma exata ou aproximada a proporção divna de 1,618.

Com efeito, a sequência de Fibonacci e a divina proporção (assim lhes podemos chamar) revela o segredo da potenciação de todo o impulso para a Evolução. Poderíamos dizer que, em si mesma, íntima ao mundo objetivo, é o próprio motor de propulsão de tudo o que é manifestado. A Flor da Vida dá a energia original para a criação e essa energia é impulsionada a partir de suas fontes na proporção e forma
da espiral de Fibonacci.

No nosso mundo dos fenômenos, portanto, podemos dizer que a sequência e espiral de Fibonacci, como fórmula ou símbolo que é, representa como que o rosto aparente (e mais inteligível e tangível para as nossas percepções sensoriais) das matrizes arquetípicas (conceptuais) que dão forma… às Formas. Conferindo aos universos materiais continuidade e perenidade. Ela é mágica, no sentido de que, em termos matemáticos, é magistralmente eficaz e sintética (prenhe de potencialidade). Ela é a batuta do Inominável Compositor e Maestro desta indizível Sinfonia Cósmica, onde tudo visível e invisível, (por nós) pensável e impensável - se desenrola.
Quando observamos a Lei de Fibonacci agindo na Natureza e modulando as suas formas, e, mais ainda, quando a vemos atuando até no aparente vazio, como substrato no portento de Engenharia que representa a distribuição e distâncias relativas (matemáticas) dos corpos siderais, ficamos verdadeiramente fascinados pela perícia e pela arte que lhe subjaz. Mas nem imaginamos como isso pode estar presente no nosso dia-a-dia, no mundo das formas, em nossa saúde, em nossos relacionamentos, no mundo empresarial , embora esteja…

www.historiasdaterra.com

Um comentário:

  1. muito bom!!
    obrigado pelas informações, fico verdadeiramente grato..
    grande abraço e muita luz na sua caminhada!

    ResponderExcluir