quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

ATIVAÇÃO DA MALHA DE CRISTAIS CÓSMICOS

 
A alguns milhões de anos, antes da chegada do amado Mestre Sanat Kumara, a Terra já tinha passado por inúmeros problemas decorrentes de diversas colonizações de seres de muitos lugares diferentes do universo . Isso ocorreu, justamente pela condição de ser um mundo de livre escolha, o que vocês interpretam como Livre Arbítrio. Dessa forma almas e seres de outras partes, sendo que um grande numero deles da galáxia Andrômeda, Arconis, Lufthan, Agregorian, Shaphart, que são as mais próximas dentro de Teta, direcionaram para a Terramuitas experiências e colônias nos últimos 3,2 bilhões de anos.

Dessa forma a Terra passou por inúmeras mudanças geológicas e formatações da crosta. Isso justamente para ela se adaptar as diversas etapas de seu processo cósmico de ser um planeta DEUSA DA LIBERDADE. Isso por que a livre escolha sempre foi respeitada dentro de sua egrégora. Muitos foram os seres e almas que resolveram ser guardiões da Terra e de seu legado cósmico dentro do setor interno que ela se encontra e toda a co-relação com outros planetas e colônias estelares.

O Planeta Terra pertence a uma importante rede de malha de cristais vivos. Esses cristais são na verdade uma linha de realidade paralela, coligada ao reino Dévico e a hierarquia dos amados Elohins. A muito tempo quando foi canalizado o livro de Maldeck e as pirâmides, foi revelado o trabalho do povo Graciano e dos herméticos Arquitetos do universo. Um povo misterioso e antigo que se remonta e épocas muito anteriores da formação da nebulosa de Andronover. Essa nebulosa é conhecida como o  braço de Orion, e era uma das 7 nebulosas que deu origem a galáxia denominada de Via Lactea, a qual pertence a Terra.

Na formatação dos 7 arquétipos estelares que dariam origem a Via Láctea a cerca de 15,3 bilhões de anos , esses engenheiros siderais vindos de outros universos, em parte de salvingtón de nebadon, colocaram cristais de vida multidimensional em dezenas de lugares do universo. Muitos planetas e estrelas foram agraciados com uma quantidade enorme desses cristais. Esses cristais vibram em duas escalas:
 
Dimensional
até as altas esferas de 30ª dimensão vibracional.


Vibracional de Densidade
podendo vibrar ate 8ª densidade de cada dimensão.

Com esses dois aspectos esses cristais são  a parte integrante da malha magnética universal da vida e da criação, permitindo assim que uma importante estrutura de rede e de conciência cósmica possa fluir através dela. Aqui existe a radiação Tâkionica de forma direta dentro de toda essa malha, por essa rede é que a Divina Presença se manifesta em toda a criação.

No caso do Planeta Terra, temos um aspecto interessante, pois ela tem a condição natural de criar parte desses cristais em seu âmago interno. Foi com a ajuda de muitos servidores cósmicos que isso foi descoberto e usado para potencializar a experiência da livre escolha.
Os sirianos de Beta Sirius, que faziam parte dos grupos colonizadores que tinham se separado de Alfa Sírius, ocuparam a Terra em diversas e distintas oportunidades temporais, tendo em alguns momentos como parceiros nesse sentido os amados Acturianos, Tolimianos, Betelgeusenses, Venuzianos e outros povos que vocês ainda desconhecem.

Esses grupos tinham base no antigo conhecimento adquirido dos Arquitetos do Universo, um povo ligado a ancestralidade dos antigos e elevados Elohins de planos superiores a 20 Dimensão de Consciência, dessa forma a Terra por possuir uma orbita interessante junto com a sua estrela mãe Monmatia ou SOL, orbita essa que a cada 260 mil anos passa pela intersecção de Alcyone de Plêiades, gerando assim um  aspecto de alinhamento estelar que  potencializa a formatação de diferentes Federações Planetárias ao longo da historia sideral desse quadrante. A orbita e a trajetória dos planetas e estrelas ao longo desses 260 mil anos em forma de espiral, tem desde a criação de via Láctea, gerando um movimento pendular de toda a galáxia em forma de união de memórias quânticas estelares.

Se vocês pegarem os quase 15,3 bilhões de anos e dividirem pelo fluxo de 260 mil , teremos aproximadamente 58846,15 vezes o fluxo espiral de troca de órbitas e trajetória onde a troca de informações ocorreu. Dessa forma a troca energética da malha vibracional se estende desde esse processo ate o presente momento, de forma a gerar uma condição superior de alinhamento com as inteligências que controlam a Matrix cósmica.

Os povos mais antigos da galáxia, entenderam isso e passaram a estudar o movimento pendular das galáxias e o que isso significava, foi ai que eles encontraram a relação dos cristais dentro da tecnologia dos elohins e dos antigos registros dos criadores já extintos na percepção deles.

Os cristais da canalização  remontam a essa importância, que somente agora voltam a ser ativados em sintonia com os outros planetas e alinhamentos estelares, que por sua vez foram o palco de centenas de outras raças que realizaram suas respectivas experiências encarnacionais. O processo Monadico disso está justamente sustentado na troca de informações de cada Logos Solar que representa nesse jogo a vida e a capacidade co-criacional de cada alma.

O  Planeta Terra é um desses Logos Siderais que na parte de alma estelar, sustentou e aceitou as experiências desenvolvidas nele, assim como muitos outros de diferentes sistemas o aceitaram também. Esse é o caso dos planetas que circunda a estrela Sírius Beta, 6 mundos entre a 3D e 6D, que foram a base de antigas civilizações que partiram da Terra a mais de 2,4 bilhões de anos.

Essas civilizações terrestres escolheram Sirius beta pelo campo gravitacional na ocasião para colonizar mundos similares a Terra em 4D. Na ocasião a Terra possuía civilizações de alto padrão espiritual e de desdobramento psíquico, que não se utilizavam da tecnologia linear e cartesiana que vocês entendem atualmente. Por esse motivo mais de 700 raças e civilizações diferentes nos últimos 3,2 bilhões de anos, saíram da Terra em diversas situações e dimensões. A Terra como já foi dita é uma ESCOLA DE MESTRES, dentro da co-criação e do potencial que cada um tem.

Todo o universo  tem essa proposta evolutiva, mas em diferentes gradientes de entendimento e experiências co-criacionais. Os cristais da rede magnética universal, são o foco de absorção do conhecimento e do poder co-criacional das formas pensantes. Aqui surgiram os problemas do ego e do desequilíbrio do poder, como foi descrito pelo querido Metatrom.

Cada célula e cristal dessa estrutura esta ligada as monadas estelares e as naves estelares da categoria Adobnon e outras equivalentes, para gerar assim os arquivos do processo evolutivo ascensional de todas as formas de vida. Neste caso entra a estrutura dos reactais da vida. Dentro do curso Voronandeck, explico a estrutura do fractal da raça adâmica, criada por Mitch Ham Ell e da estrutura de outras formas de vida.

A Ordem dos 49 a partir da base operacional de Alcione de Plêiades e de Ária de Alcione, tentaram inúmeras vezes obter o controle dessa malha, para poder assim controlar o processo evolutivo de diversas raças. Aqui surge a raça dos Anunaquis que viria a se perder com o tempo pelo mal uso do poder tecnológico. Algo que já partiu das grandes guerras e manipulações genéticas dentro dos sistemas ocupados pelos Pleiâdianos de mais de 13 raças distintas. Isso ocorreu a cerca de 5,6 bilhões de anos da contagem terrestre em planos entre 4D a 6D, que atuavam também na parte energética de Sírius. A conformação dual da Terra foi escolhida nessa ocasião pelo grande Conselho de Canopus e de Sírius, para gerar em parceria com a energia do sistema de Orionis. Esse conselho criou a condição energética e o projeto junto aos grandes arquitetos e Elohins a construção e compactação da energia do que viria a ser pouco depois o planeta decimal Terra

A memória desses acontecimentos estão sendo abertos agora através da malha fractal desses cristais através da energia de Metatrom, de forma a despertar milhões de pessoas em todo o mundo e nas outras realidades paralelas da de vocês na Terra

Esse processo foi na verdade a repetição do que ocorreu em outros sistemas estelares como o caso de Algol, nas proximidades relativistas de Plêiades. Dentro de Rigel e de Lira em Vega, o mesmo ocorreu e foi reproduzido em Altair e demais sistemas estelares desse setor de vossa galáxia. O que ocorreu na Terra foi apenas a repetição do exemplo de memória celular de determinados patriarcas cósmicos, que estavam encarnados neste  planeta por diversos motivos. Entre eles cárma cósmico e entre outros realidades paralelas de uma mesma alma clonada.

No momento atual o que esta ocorrendo é o despertar, que esta ligado ao alinhamento estelar e a ativação do campo magnético do Cinturão de Fótons que esta direcionado para todo o Sistema Solar, atuando no campo magnético e sutil da Terra, gerando o despertar da humanidade.

O projeto Fênix esta diretamente ligado em parte de suas etapas a essa nova energia e as mudanças que isso esta gerando dentro de todas as matrizes genéticas.  Além disso a participação leviana no processo por parte de Iadalbaoth foi um dos maiores erros do processo de intervenção da federação, que ao encobrir as suas ações rebeldes, gerou a ruptura diplomática da Ordem dos 49 dentro de diversos sistemas. Tudo isso esta sendo aos poucos revelado e reativado como base de memória cósmica.

A maior parte da humanidade é clonada dentro desse processo estelar participando de troca de genes com essas outras raças. Tudo isso foi autorizado em diferentes escalas da hierarquia e da evolução com a proposta de que todos os fractais pudessem interagir uns com os outros, gerando assim uma coletividade e uma consciência coletiva estelar. Esse processo existe acima das esferas de 18D. dessa forma as formas de vida abaixo disso não conhece essa condição, e tentou-se gerar isso principalmente na estrutura do que viria a ser chamado de Matrix de Controle.

Essa matrix foi instaurada a partir de 15D, mas so passaria a ser utilizada e empregada na parte dos clones e das mondas abaixo de 12D. no entanto devido a energia que isso envolvia, só foi possível a sustentação de monadas coletivas abaixo de 8D, onde o foco do que vocês denominam ate o momento de EU SOU é mais maleável e pacivel de ser clonado e controlado dentro do intercambio de genética e estruturas psíquicas.

Acima disso no que denominamos de 8D para cima a clonagem é mais complexa e a psique fica mais direcionada para o aspecto cristico e harmônico do próprio ser. Dessa forma a Confederação percebeu que o projeto estava ocorrendo em 2 planos totalmente distintos. O primeiro plano entre 18D a 12D sustentava planos monádicos perfeitos dentro da troca de energias e interface energética das mais distintas formas de vida. No entanto abaixo de 12D a situação gerava dissonância psíquica, devido as limitações de percepção racial e emocional.

O amado Elohim Tutarion teve então o trabalho de gerar uma linhagem de seres de sua egrégora que representaria a monada coletiva dos cristais estelares com o objetivo deles irradiarem nos diferentes planos dimensionais e nas respectivas densidades, o processo de união e sustentação da radiação takiônica que é a emissão universal do que vocês denominam ate o momento de DIVINA PRESENÇA.

O Elohim Tutarion representa ao foco monádico da energia coletiva e da rede magnética sensorial de todos os cristais do universo Teta,sua matriz gera a condição da geometria sagrada de formatação da estrutura da vida, como tem sido por Melchizedeck. As combinações da interação nuclear fraca e forte, partem da ação conjugada da força gravitacional e entrópica que ele sustenta ate o momento. Tutarion não é um Elohin convencional como vocês os entendem, ele é um ser multidimensional que representa o foco central monádico de toda a malha de cristais existentes dentro do Universo local de Nebadon. Ele representa o foco de sustentação do projeto da rede em todos os níveis desde 18D para baixo, o que inclui a estrutura cristalina de toda a gama vibracional dos cristais de rocha da Terra e dos outros mundos ligados a mesma.

O próprio cinturão de fótons é um emissor de energias que está desde 1987 se comunicando de forma imperceptível com o centro telúrico do vosso planeta, ao qual vocês denominam de Shamballa, para efetuar as respectivas ativações de energia da humanidade e de todos os templos telúricos da Terra e do universo telúrico da mesma.

Cada setor estelar possui um agrupamento de cristais, o que aos olhos de vossos cientistas, podem parecer nebulosas de poeira e matéria estelar, é na verdade grupos de cristais com a função de recepção vibracional e emanação para centenas de planetas em seu campo de ação energético. O cinturão de fótons é um agrupamento que se desloca em orbita entre Alcione e mais 48 outras estrelas, entre as quais o vosso sistema de forma a gerenciar o processo de evolução e adaptação de cada ciclo racial dentro dos 49 mundos da federação setorial do vosso quadrante.

Então agora vamos pular 12.500 anos e vamos olhar o papel da colônia Atlante que vocês chamam agora Arkansas. O Arkansas foi especificamente escolhido como moradia para os 3 maiores cristais por varias razões.

Já era usada como mina de cristal e área de colheita. Como resultado um dos principais túneis interdimensionais de Poseida já estava estabelecido e complexos de transporte estavam disponíveis para transportar os cristais para a área. Os Atlantes tinham desenvolvidos técnicas que permitiam o crescimento acelerado de cristais pré existentes em cavernas que estariam totalmente fora do alcance das preocupações da mineração.

ESSE PROCESSO FOI APRENDIDO DOS  IRMÃOS DE ACTURUS E SIRIUS BETA, QUE JÁ EFETUAVAM AVANÇADOS TRABALHOS NESSA CIENCIA.

Entendia-se que o vórtice colocado na área do Arkansas poderia desempenhar um grande papel na Ascensão planetária de 2012.  JÁ ESTA SENDO TRABALHADO DESDE 1995 PELOS GRUPOS DA FEDERAÇÃO.

A geologia única do Arkansas de quartzo, diamantes, magnetita, ferro, e cavernas massivas faziam-no perfeito para incubadoras de plantações cristalinas. Cristais eram plantados e cresciam no Arkansas por milhares de anos antes do dilúvio. A presença de metais magnéticos nas camas de cristal tornou mais fácil colocar os majestosos cristais Atlantes em um estado dormente com as instalações pré existente.

UM EFEITO DE CAMPO DE CONTENÇÃO ENERGETICA, FOI CRIADO PELOS SIRIANOS PARA PERMITIR ESSE EFEITO, QUE ESTA SENDO DESATIVADO
AOS POUCOS DESDE 1999.

Uma colônia de benevolentes peles-azuis Lumurianos existia nos subterrâneos do Arksansas, bem como uma base subterrânea dos Sirianos. Os dois concordaram em ser os zeladores dos cristais adormecidos.
MESTRE DA HIERARQUIA DOS CRISTAIS
ELES SUSTENTAM ESSA TAREFA E MUITAS OUTRAS EM COLABORAÇÃO COM OS MESTRES DA FRATERNIDADE BRANCA E DA CONFEDERAÇÃO INTERGALACTICA

Agora, os três cristais colocados no Arkansas serão sintonizados com um sistema que inclui os 5 cristais remanescentes colocados no Brasil, Shasta, Bimini e os dois Cristais Arcturianos colocados sob o lago Titicaca. Eles são especializados em Cura, Sabedoria, Energia e Transporte de Cristais, usados no Templo de Cura, no Templo do Som e Luz, no Templo do Conhecimento, No Templo da Unidade, No Templo de Thoth, no Templo do Fogo Rubi e no Templo da Regeneração.

Os cristais foram colocados especificamente em áreas de suprema importância para a nova terra emergente na Ascensão de 2012. Áreas que serão facilmente acessadas pelo sistema de túneis Atlantes interdimensional.

MUITOS DE VOCÊS DA CURA QUÂNTICA ESTELAR TEM ACESSO A ESSES TUNEIS ATRAVES DOS CODIGOS QUE FORAM PASSADOS PELOS MENTORES PESSOAIS.
A CADA UM QUE TIVER SUA PARCELA NISSO, SERA ENCAMINHADO PARA DAR CONTINUIDADE AO PROJETO URANTIA. MUITOS DE VOCES JÁ ERAM MEMBROS DA CIVILIZAÇÃO DA ATLANTIDA EM DIFERENTES GRADIENTES DESSA SOCIEDADE, AGORA VOCES TEM QUE AJUDAR A EQUILIBRAR A TERRA.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário